Sexo demais ou de menos – estes são alguns relatos de casais da vida real

"É mais do que eu gostaria, mas ainda assim meu parceiro quer mais."

Sexo é um assunto que muitas vezes é considerado tabu. Estando em um relacionamento ou não, a única maneira de quebrar o estigma e os estereótipos é conversando com seus parceiros(as) ou amigos(as).

TV Land / Via Giphy

"Me fala do sexo"

A real é que o que funciona para uma pessoa (ou casal) pode não funcionar para outra, o que é MEGA normal. A única forma de saber exatamente o que queremos para nossa vida sexual é parando de sentir culpa ou vergonha e entendendo nossos desejos sexuais.

Jenna Laurenzo / Via Giphy

"Você quer ser amarrada?"

Publicidade

Então, para começarmos um diálogo aberto e honesto sobre sexo, pedimos para Comunidade BuzzFeed compartilhar com qual frequência transam com seus parceiros e/ou parceiras. Aqui estão algumas respostas:

1. "Estou com meu marido há quase 10 anos e estamos casados há 8. Eu entrei no relacionamento com certa bagagem: eu tenho uma doença crônica que continua piorando. Quando começamos a namorar, nós transávamos algumas vezes por dia ou fazíamos o que eu conseguia fisicamente. Meu marido e eu já ficamos meses sem transar, a minha menopausa também não ajudou. Passamos por períodos de seca. Descobri ano passado, que meu marido já me traiu diversas vezes. Ainda estou tentando processar tudo isso."

"Ultimamente, uma vez por mês é a nossa média e mesmo assim às vezes não rola ou não terminamos. Eu quase nunca tô com vontade ou quero ser tocada. Às vezes passamos dias sem nos beijar. Meu marido fica muito frustrado porque ele quer ter certa intimidade e, muitas vezes, eu nego isso. Eu tento ficar de mãos dadas quando posso porque isso me excita bem mais do que beijar."

sondergeldfamilyjtm

Publicidade

2. "Estou com meu namorado há 14 anos e temos um relacionamento sólido. Nossos primeiros anos juntos, quando tudo era novo, tínhamos uma vida sexual bem ativa. Agora, nesses últimos anos, só transamos talvez duas vezes nos finais de semana quando estamos com vontade. Com nossos trabalhos, ficamos felizes só de deitar no sofá e ficar juntinho, beijando e conversando, até pegarmos no sono."

erzascarletisbestgirl

3. "Eu e meu marido estamos juntos há 17 anos. Ele trabalha em outra cidade a cada duas semanas e fica dias longe de casa. Claro que não transamos quando ele viaja, mas quando ele está em casa, acho que só transamos uma vez a cada 15 dias. Eu tomo alguns remédios fortes e tenho endometriose, então minha libido é bem baixa e o fato de ele estar sempre viajando não ajuda muito. Mas ele é meu melhor amigo. Temos muito carinho um pelo outro e nos amamos incondicionalmente. Isso é muito mais importante para nós do que sexo."

gillianbrown

Publicidade

Two men embracing each other in bed
Two men embracing each other in bed

Willie B. Thomas / Via Getty Images

4. "Nós transamos uma vez por semana, mas gostaria que fosse bem mais que isso. Estamos juntos há 17 anos. Temos um filho de 16 anos e outro de 11 e moramos em uma casa com paredes muito finas. A única oportunidade que temos para transar é quando eles estão na escola. Quando as crianças estão de férias, não transamos."

jennie344

Publicidade

5. "Estou com meu parceiro há dois anos e meio. Eu sou assexual e ele tem o que é considerado 'um desejo sexual normal', assim como alguns fetiches. Eu sempre fui muito honesta desde o começo do nosso relacionamento. Eu não tenho nenhuma atração sexual por ele, mas curto fazer certas coisas algumas vezes por mês, mais pelo toque. Eu gosto de dar prazer pra ele e assistí-lo curtindo. Funciona para gente porque nos comunicamos sobre isso. Nós dois já fomos casados com parceiros que não nos aceitavam ou não queriam falar sobre assuntos sexuais."

"Agora, estamos no relacionamento mais seguro das nossas vidas e posso dizer que estou mais feliz do que nunca. Comunicação é essencial."

burninating_burninator

6. "Eu e meu marido estamos juntos há 15 anos e o número varia. Depois de tantos anos juntos, a frequência mudou. Costumava ser duas vezes por semana, aí passou a ser uma vez por mês. Porém, recentemente, mudou para uma vez por semana. Temos um filho de seis anos e meu marido trabalha muito, esses são alguns fatores. Não é minha ideia ideal de uma vida sexual, já que amo transar, mas também tento entender que meu marido fica exausto em seu trabalho, então tentamos ficar mais tempo juntos, mesmo que não seja transando."

joycemangold

Publicidade

A couple in bed showing their feet
A couple in bed showing their feet

Jeffbergen / Via Getty Images

7. "Nós transamos uma vez a cada uma ou duas semanas. Estamos juntos há seis anos e nos amamos muito. Em um mundo ideal, nós adoraríamos transar com mais frequência. Mas com trabalho, estresse, problemas físicos ( pós-COVID e as enxaquecas. que não passam), e por morarmos com o pai dele, sexo não fica muito viável."

—Anônimo

Publicidade

8. "Nunca. Namoramos a distância e nunca nos conhecemos na vida real, mas já faz alguns anos. Espero que a gente fique de verdade logo, e aí será frequente.”

lgbtqenby

9. "Estamos casados há sete anos. Temos um filho de 5 anos e outro de dois anos. Nós dois trabalhamos integral e de casa, então estamos juntos O TEMPO TODO! Tomo antidepressivos há alguns anos e isso fez com que minha libido baixasse. Meu marido é cinco anos mais velho que eu e seu desejo sexual também vem diminuindo. Nós transamos uma vez a cada dois meses e estamos felizes com este acordo."

mabd

Publicidade

Someone holding a pill over a table with water
Someone holding a pill over a table with water

Vasil Dimitrov / Via Getty Images

10. "Quando conheci meu parceiro, eu trabalhava como profissional do sexo. Nós nos conhecemos no meu emprego 'real'. Ele sabia o que eu fazia (nunca foi um segredo) e quando começamos a namorar, eu fiquei feliz em deixar aquele trabalho de lado. Meu parceiro só transou com outras cinco pessoas. E eu estou mais próxima de quatro dígitos. Eu transava várias vexes por dia e agora só duas vezes por semana. Faz um ano que estamos namorando, moramos juntos e este é meu primeiro relacionamento monogâmico em anos. O sexo dura bem menos tempo e é bem mais suave do que estou acostumada, e mesmo assim, é a melhor transa da minha vida. Eu super apoio sexo apenas como um alívio físico, mas a intimidade emocional e a química tornam o sexo totalmente diferente."

"Às vezes sinto falta de fazer umas paradas totalmente selvagens com umas pessoas gostosas demais. Mas agora, eu experimentei o que duas pessoas que compartilham de uma conexão emocional podem ter em pouco tempo. Me pegou de jeito."

—Anônimo 

Publicidade

11. "Nós dois somos assexuais. Apesar de transarmos, nós preferimos excitar um ao outro e nos masturbar separadamente. É uma delícia."

—Anônimo 

12. "Nos casamos recentemente e estamos juntas há três anos. Por conta do trauma de ter sido molestada na infância, e mais algumas coisas, nós transamos uma vez a cada três ou quatro meses. Eu ainda sinto dor com qualquer tipo de penetração e ainda me sinto muito vulnerável. Ainda tenho minha libido e me masturbo duas vezes por semana, por aí. Apesar de me sentir completamente segura com minha parceira, preciso estar em um lugar legal mentalmente para conseguir transar, tenho muitos gatilhos. O que ajuda é minha esposa saber todos os meus gatilhos e evitá-los a todo custo."

"O que posso fazer para querer transar é saber que minha saúde mental está boa e que me sinto bem, que eu e minha esposa estamos ok e não tenhamos brigado recentemente nem nada assim e não estar distraída com coisas da vida ou de trabalho. Todas essas condições só se encontram de vez em quando, mas quando não estou bem, não tenho vontade alguma de transar. Eu já disse para minha esposa que tudo bem ela dormir com outras pessoas, contanto que ela me conte."

antisocialachromatic

Publicidade

A couple laughing with one another outdoors
A couple laughing with one another outdoors

Mesquitafms / Via Getty Images

13. "Antes de conhecer meu parceiro/ atual marido de 9 anos, eu era MUITO sexual e transava com homens, mulheres, grupos várias vezes por semana. Quando conheci meu parceiro, a transição para sexo monogâmico foi difícil, mas nos dedicamos muito para dar prazer um ao outro, então éramos consistentes e estávamos contentes. Agora, eu moro no país dele (onde não falam inglês) e sou professora em uma escola há 5 anos. Acho que eu e meu marido transamos umas 10 a 20 vezes por ano. Eu estou sempre exausta e mal consigo ficar acordada para fazer jantar, muito menos transar, nem nos finais de semana."

"Eu sinto que esqueci que sou sexual e me faz sentir quebrada. Eu sei que ele quer transar mais, porém meu trabalho é a única forma de eu ganhar dinheiro aqui, então não sei como me reconectar com este meu lado."

lhyland624

Publicidade

14. "Quando transamos, entramos no ritmo e aí ficamos uns quatro dias direto, mas aí ficamos sem transar por semanas. São ciclos"

abbyrose1

15. "Transamos algumas vezes por mês. Meu marido toma remédio para transtorno bipolar e é o máximo que ele consegue no momento."

—Anônimo

Publicidade

16. "Transamos uma vez a cada alguns meses. É difícil pra gente - a vida é difícil, cara. Estamos casados há seis anos. Eu sinto falta do fogo e da espontaneidade do começo, mas estamos cansados todos os dias. Sexo não vira nossa prioridade. É uma droga."

—Anônimo

A young couple looking tired in their bedroom
A young couple looking tired in their bedroom

Delmaine Donson / Via Getty Images

Publicidade

17. "Sou casada e estou com meu marido há 20 anos. Os primeiros anos de namoro, transávamos toda semana (não morávamos juntos), mas agora é só algumas vezes por ano. Meu marido toma um remédio que impacta muito sua libido e já ficamos 16 meses sem transar. Não fico feliz com essa situação porque sexo, para mim, é uma forma de amor e conexão emocional, mas amo meu marido e não quero estar com mais ninguém."

"Às vezes, eu gostaria que ele 'fingisse' e fosse amoroso mesmo quando ele não está a fim, mas não rola. Sei lá, acho que é bom também ele não fingir. Não sei, eu sinto falta da nossa conexão, é como se fossemos colegas de quarto e não marido e mulher."

—Anônimo

18. "Meu marido e eu estamos casados há nove anos e juntos há 12. Nós dois trabalhamos e temos dois filhos, o que dificulta achar tempo para transar. Trabalhar como enfermeira por causa do COVID matou minha libido por causa do estresse, tristeza, fadiga, etc. Só transamos uma vez por mês (ou até menos), mas ainda tentamos encontrar maneiras de nos conectar através de outras formas de intimidade (ou seja, muitos abraços, massagens nas costas etc.)"

—Anônimo

Publicidade

19. "Meu parceiro (22, homem) e eu (25, mulher) transamos o máximo que conseguimos. Somos muito atraídos um pelo outro e trabalhamos para construir uma boa comunicação e confiança em nosso relacionamento. Também falamos abertamente sobre nossos desejos, coisas que queremos testar e coisas que não funcionam para a gente. Geralmente fazemos sexo com penetração pelo menos uma vez por dia quando conseguimos um tempinho juntos; às vezes mais. Mas tem vezes que transamos por tanto tempo ou com tanta frequência que temos que parar para nos recuperar! Quando isso acontece, sempre pensamos em outras formas de intimidade, fazendo coisas que não incluem sexo com penetração. Eu não mudaria nada, sinto que encontrei minha pessoa."

—Anônimo

A happy couple lying with bed with each other
A happy couple lying with bed with each other

Halfpoint Images / Via Getty Images

Publicidade

20. "Estamos casados há mais de 15 anos, juntos há mais de 20. Minha esposa não gosta muito de sexo, então só transamos algumas vezes por ano. Atualmente, faz cerca de sete meses desde a última vez que transamos. Eu tenho um desejo sexual muito maior, então eu acabo me masturbando algumas vezes por semana. É uma situação infeliz e decepcionante, mas é o que é. Eu me acostumei depois de tantos anos, mas é frustrante me sentir tão insatisfeito."

joeh4e97472b8

21. "Atualmente um total de zero. Tivemos um bebê há seis meses. Antes disso, transávamos umas duas ou três vezes por dia quando eu estava ovulando. Isso durou dois anos e tirou toda a diversão do sexo."

—Anônimo

Publicidade

22. "Eu e meu noivo (dois homens de 31 anos) estamos juntos há 7 anos e noivos há 3. Durante este último ano, só fizemos sexo com penetração umas cinco vezes. Eu gostaria de transar mais. Nós dois tínhamos vidas sexuais bem ativas antes de começarmos a namorar e, sendo sincero, uma lista enorme de parceiros. Meu relacionamento anterior era muito focado em sexo e transávamos quase todo dia, várias vezes por dia."

"Mas eu tinha 20 anos na época, então talvez só fosse a juventude falando. Eu gostaria de transar mais com meu parceiro atual. Eu tento ser compreensivo e entender sua libido mais baixa, mas é difícil. Isso já nos colocou em situações ruins no passado, onde eu quis muito explorar outras opções, mas acabei ficando na minha."

tylera4175ffc43

A person kissing his partner on the cheek outdoors
A person kissing his partner on the cheek outdoors

Westend61 / Via Getty Images/Westend61

Publicidade

23. "Quando eu e minha parceira começamos a ficar, transávamos com bastante frequência, mas logo a libido dela teve uma grande queda e só fazíamos sexo uma vez a cada quatro ou cinco meses. Alguns meses atrás, decidimos criar uma agenda para transar, com base nos nossos horários e disponibilidade. Agora transamos por volta de duas vezes por semana e além da quantidade ser maior, a qualidade também aumentou. A ideia pode não parecer romântica ou divertida, mas agora entendo como pode ser uma ferramenta valiosa."

domhubbard2

24. "Estamos casados há quase 32 anos. Transamos pelo menos duas vezes por semana. Eu ainda quero isso, de verdade!"

annalee6

Publicidade

25. "Nós transamos duas a três vezes por dia! Nós dois temos desejos sexuais muito altos e não conseguimos ficar longe um do outro. Isso nos mantém próximos, íntimos e conectados. Meus outros relacionamentos não eram assim, então estou feliz por finalmente ter encontrado alguém que está na mesma sintonia e ama este tipo de intimidade sexual tanto quanto eu."

—Anônimo

The young couple kissing in the bed
The young couple kissing in the bed

Studio4 / Via Getty Images

Publicidade

26. "Eu e meu parceiro começamos com um relacionamento à distância e intimidade sempre foi um grande fator para a gente. Sempre fomos muito abertos sobre nossas vontades e necessidades e gostamos de uma safadeza. Depois de alguns anos, tentamos ter filhos por seis meses e não conseguimos. Fizemos um tratamento de fertilidade e eu consegui engravidar, ficamos muito felizes. Eu me sentia muito enjoada durante os nove meses da minha gravidez. Nós transamos umas cinco vezes durante estes meses. Quando o bebê nasceu, ano passado, tivemos dificuldade em retomar o mesmo nível de intimidade que tínhamos antes da gravidez. Agora transamos uma vez por mês. Queremos ter um segundo bebê e fico preocupada que vai ser estranho transar tanto de novo."

"Quero deixar claro que apesar da falta de intimidade, nós temos uma relação muito saudável e nos amamos. Sempre nos comunicamos e falamos sobre nossa intimidade e espero que o bebê número dois seja o empurrãozinho que precisamos!"

—Anônimo

27. "Sou assexual e meu marido é o completo oposto. Eu não tenho um grande desejo sexual, então realmente não ligo para sexo. Eu transo com ele algumas vezes por semana e se ele quer mais que isso, eu o ajudo a se masturbar. Nossos sistema funciona porque ele consegue gozar na maioria das vezes e eu assisto TV durante o processo, então é bom para nós dois."

—Anônimo

Publicidade

28. "Em média, transamos umas sete vezes por mês. Às vezes menos, às vezes mais. Eu sei disso porque realmente contamos. Eu tenho uma libido muito menor do que a do meu parceiro, então manter o controle nos dá um número certo para que nenhum de nós sinta que está tendo que sacrificar muito. É mais do que eu gostaria, mas ainda assim meu parceiro quer mais."

—Anônimo 

Someone writing in the calendar
Someone writing in the calendar

Weiquan Lin / Via Getty Images

Publicidade

29. "Meu parceiro e eu sempre acompanhamos as necessidades físicas um do outro. Ele não é exigente, mas gosta de atenção. Passei os primeiros quatro anos com ele me curando de traumas sexuais passados e aprendi sobre limites apropriados e quais eram realmente meus desejos. Estamos casados há 7 anos e nosso relacionamento está cada vez mais forte. Vamos ter um segundo filho nesta primavera e atualmente transamos duas a três vezes por semana."

"No quarto mês depois que nosso primeiro filho nasceu, nós testamos alguns fetiches que não envolviam penetração e achamos que isso elevou muito nosso relacionamento. Transar com frequência me permite ser vulnerável e confiante com meu corpo e combina com o amor dele por atenção e conexão física."

—Anônimo

30. "Nós transamos pelo menos todas as sextas e sábados à noite com extras ocasionais se tiver um clima. Ter um horário quase agendado significa que sempre temos tempo para a intimidade, e sempre inovamos. Ano que vem completaremos 20 anos juntos, então eu diria que tem funcionado muito bem."

—Anônimo  

Publicidade

31. "Eu transo com meu parceiro geralmente uma ou duas vezes por semana porque tivemos que voltar para casa dos nossos pais durante a pandemia para economizar uma grana. Não temos privacidade na minha casa e a casa dele é imprevisível, então tentamos ser íntimos a toda chance que temos quando ninguém está em casa. Porém, é difícil porque às vezes corremos para transar quando a casa está vazia em vez de aproveitar o momento. Acho que tem sido bom e ruim porque mostra como somos sexualmente atraídos um pelo outro, mas não podemos transar tanto quanto gostaríamos."

"Também é bom não transar com tanta frequência porque assim podemos construir um vínculo bem mais forte e nos concentrar em outros aspectos do nosso relacionamento. Quando morarmos juntos, vamos transar bem mais!"

—Anônimo  

Young woman whispering into young man's ear while sitting in public park
Young woman whispering into young man's ear while sitting in public park

Photoalto / Via Getty Images/PhotoAlto

Publicidade

32. "Eu e meu marido não transamos desde 2017, por várias razões. Eu me masturbo quando preciso e ele é assexual e não pensa muito nisso. Ainda somos extremamente carinhosos um com o outro e vamos completar 10 anos casados em outubro. Nosso relacionamento não é o que a sociedade consideraria 'normal' (seja lá o que isso signifique), mas nós somos muito felizes!"

—Anônimo

33. "Estou com meu namorado há nove anos, e transamos pelo menos um dia sim e um dia não. Não gozo há muito tempo, mas gosto do nosso sexo."

—Anônimo

Publicidade

34. "Eu e meu marido temos uma filha de dois anos e ela não dorme sozinha, então um e nós sempre acaba dormindo no quarto dela. Por conta disso e outra complicações sendo pais, nós transamos uma vez a cada alguns meses. Foram umas três vezes ano passado. Porém, somos muito felizes. Gostamos de passar tempo juntos de outras maneiras e talvez as coisas mudem quando nossa filha crescer, talvez não. Sexo não precisa ser tudo em um relacionamento."

louisiana54

Couple relaxing in their living room
Couple relaxing in their living room

Morsa Images / Via Getty Images

Publicidade

35. "Estou com meu marido há 12 anos e somos casados há 9. Temos dois filhos (um de 5 anos e outro de 1 aninho). Nós transamos duas ou três vezes por semana. Começamos a transar mais depois de ter filhos. Estamos felizes com esta quantidade e não queremos mudar nada."

stephanieb4ec469660

36. "Quando meu marido e eu começamos a namorar, nós transávamos o tempo todo, às vezes duas vezes por dia. Então eu tive depressão e esse número diminuiu significativamente. Aí eu engravidei; o pós-parto foi uma loucura. Do nada, minha libido disparou e eu quero transar o tempo todo, mas ele diz que está mais cansado do que eu. O que aumentou minha libido foi dizer a ele exatamente do que eu gosto, quando eu gosto e como eu gosto. No passado, eu sempre fui muito tímida para me abrir sobre minha sexualidade, eu achava que ele não me aceitaria. Mas agora, eu quero sentir prazer também."

"Para minha surpresa, ele foi super aberto e compreensivo. Isso me deixou muito excitada. Eu nem sempre quero transar na cama. Então agora vamos para a garagem e fazemos sexo no carro, lá fora, na mesa, onde quer que seja."

justanokiegemini

Publicidade

37. "Nós nunca transamos e nunca iremos. Temos um relacionamento queer-platônico sem atração sexual um pelo outro. Ela é assexual, eu não. Nosso relacionamento é aberto, então eu transo com outras pessoas. Mas ela tudo para mim, e não falta nada no nosso relacionamento. É muito íntimo, mesmo sem sexo."

noahlknudsen

A couple taking pictures together on the couch
A couple taking pictures together on the couch

Marko Geber / Via Getty Images

Publicidade

38. "Estou com meu marido há 10 anos e fazemos sexo pelo menos uma vez por semana. Temos um filho de 3 anos e estou grávida de 20 semanas, então estamos mais cansados e temos menos tempo livre do que quando não tínhamos filhos e transávamos dia sim, dia não. Encontramos outras formas de intimidade ao longo da semana, como ficar juntinho e massagem."

bribinks

39. "Estou com meu marido há 8 anos no total e temos menos que 30 anos. Nos primeiros anos do relacionamento, transávamos toda hora. Com o passar dos anos, nós desenvolvemos problemas de saúde que afetaram nossa qualidade de vida. Eu tive um tumor no pulmão que não foi diagnosticado durante dois anos e isso afetou minha energia, me fez perder muito peso e me deixou letárgica. Já removi o tumor, mas vivo com dor crônica em minhas costelas. Transamos duas vezes no último ano. É uma pena e odiamos esta situação, mas meu desejo sexual é inexistente por conta dos meus problemas de saúde. Ele com certeza quer transar bem mais do que eu e eu odeio decepcioná-lo, mas minhas dores fazem com que seja quase impossível fazer qualquer atividade física."

"Ele é o parceiro mais compreensivo e solidário do planeta. Ele ainda é muito atraído por mim, mesmo eu tendo o dobro do peso que eu tinha quando nos conhecemos, e nosso vínculo e intimidade continuam intactos, mas eu odeio que o sexo não faz pate do nosso casamento. Estamos mais próximos do que nunca e o vínculo emocional que temos juntos depois de tudo o que passamos é surreal, mas seria tão maravilhoso expressar nosso amor fisicamente. Nós dois estamos trabalhando em tratamentos para nossos problemas de saúde e esperamos que as coisas melhorem, mas essa é a nossa realidade agora, e sinto que é importante compartilhar com pessoas que podem estar passando por situações semelhantes".

notintousernames123

Publicidade

40. "É horrível. Tento evitar."

fluffiesandcoffee

A couple fighting in their bedroom
A couple fighting in their bedroom

Drazen Zigic / Via Getty Images/iStockphoto

Publicidade

41. "Estamos juntos há quase 15 anos. Começamos a namorar aos 19 anos e estamos casados desde 24/25. Sempre tive um desejo sexual maior do que meu marido, exceto por recentemente. Temos filhos pequenos e o dia-a-dia a vida é uma loucura. Meu marido fez uma vasectomia há um ano, quando nós dois decidimos que não queríamos mais filhos. O sexo é mais frequente, já que não precisamos mais nos preocupar com a ovulação e gravidez, e está MUITO MELHOR agora. Tem algo especial em saber que seu marido não pode mais engravidar você."

kaelynn2

42. "Estamos juntos há 18 anos, casados há 13. Fazemos sexo dia sim, dia não e às vezes todos os dias. Não conseguimos ficar longe um do outro."

heartless8621

Publicidade

43. "Meu noivo e eu estamos juntos há 17 anos e temos um filho de 11 anos. Trabalhamos juntos e passamos por muito estresse. Não transamos há quase um ano. Ele tenta às vezes, mas não tenho interesse nenhum. Ainda nos amamos, mas não temos intimidade em nosso relacionamento."

meagness

Shot of a young couple looking stressed while working on their finances at home
Shot of a young couple looking stressed while working on their finances at home

Peopleimages / Via Getty Images/iStockphoto

Publicidade

44. "Eu e meu marido transamos duas a três vezes por semana. Estou grávida de 20 semanas. O sexo na gravidez é incrível e muito íntimo, com muitas preliminares e carinhos. É um lugar muito bonito do nosso relacionamento. Eu demorei quatro anos com tratamentos de fertilidade para engravidar. Ele é meu companheiro, e eu não conseguiria ter passado por isso sem ele."

jilliang47155e528

Você se identificou com algum destes relatos? Conta pra gente nas redes sociais!

Publicidade

Veja também