A população trans segue vítima de violência brutal no país: já são 80 assassinatos nesse ano

Roberta, travesti que foi queimada viva no Recife (PE), não resistiu aos ferimentos.

BuzzShe

Publicidade

Publicidade

Publicidade

E pode ser ainda pior. Os números podem ser maiores por causa das subnotificações.

Por incrível que pareça, ainda há casos em que mulheres trans não têm o nome social respeitado e têm ocorrências registradas com o gênero masculino.

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Veja também