Halle Berry pediu desculpas após ser criticada por seus comentários sobre interpretar um homem trans em um filme

"Como mulher cisgênero, agora entendo que não deveria sequer ter pensado em aceitar esse papel, e que a comunidade trans deveria ter a oportunidade de contar suas próprias histórias."

Halle Berry publicou uma declaração pedindo desculpas por seus comentários recentes sobre interpretar um homem trans em um futuro filme.

Robyn Beck / Getty Images

A atriz vencedora do Oscar falou sobre o papel em uma entrevista no Instagram Live no fim de semana. Conversando com a cabeleireira Christin Brown, Halle se abriu sobre o projeto depois que ela lhe perguntou se cortaria o cabelo bem curto de novo, e acrescentou que precisaria fazer isso para interpretar o personagem.

"Quem essa mulher foi é muito interessante para mim", disse Halle sobre o personagem. "Esse provavelmente será meu próximo projeto e exigirá que eu corte todo o meu cabelo."

Publicidade

"É isso que eu quero experimentar, entender, estudar e explorar", continuou Halle. "É muito importante para mim contar histórias, e essa é uma mulher, é uma história feminina — que se torna um homem, mas quero entender por quê e como."

Dimitrios Kambouris / Getty Images

Publicidade

Publicidade

No entanto, na noite de segunda-feira, Halle pareceu ouvir as críticas das pessoas e publicou uma declaração pedindo desculpas por seus comentários e prometendo usar sua voz para ajudar a diversificar a representação dentro e fora das telas.

Jesse Grant / Getty Images

"No fim de semana, tive a oportunidade de discutir a possibilidade de eu interpretar um futuro papel como homem trans e gostaria de me desculpar por esses comentários", ela começou.

Kevin Winter / Getty Images

A declaração continuou: "Como mulher cisgênero, agora entendo que não deveria sequer ter pensado em aceitar esse papel, e que a comunidade trans deveria ter a oportunidade de contar suas próprias histórias."

Publicidade

A questão sobre atores heterossexuais cisgêneros interpretando personagens "queer" e trans já está sendo debatida há um bom tempo, especialmente porque muitos conseguiram obter grande sucesso e aclamação, enquanto atores e atrizes LGBTI+ muitas vezes são excluídos.

Universal

Hilary Swank ganhou um Oscar de Melhor Atriz no ano 2000 por seu papel como homem trans em "Meninos Não Choram". Eddie Redmayne foi indicado ao Oscar por interpretar uma mulher trans em "A Garota Dinamarquesa" em 2015.

Publicidade

De fato, depois de ganhar um Emmy por seu papel em "The Assassination of Gianni Versace", Darren Criss chegou a dizer que nunca mais interpretaria um personagem gay porque não queria tirar a oportunidade de outra pessoa.

Kevin Winter / Getty Images

"Existem alguns papéis [queer] que são simplesmente maravilhosos", disse ele em entrevista à Bustle. "Mas quero ter certeza de que não serei outro garoto hétero roubando o papel de um homem gay."

Este post foi traduzido do inglês.

Publicidade