Todo estado brasileiro tem um lugar que você precisa visitar antes de morrer

O Brasil arrasa muito, sério.

Acre: Serra do Divisor.

Diego Gurgel/Setur-AC / Via turismo.gov.br

Se você só sabe o nome da capital do Acre (dica: é Rio Branco!) já pode atualizar a informação: o estado mais ao oeste do Brasil tem altas florestas, cachoeiras e vida animal preservada, como no Parque Nacional da Serra do Divisor.

Alagoas: São Miguel dos Milagres.

Agência Alagoas / Via agenciaalagoas.al.gov.br

Areia branca, mar azul, coqueiros, o vento que sopra do oceano... imagina a cara dos primeiros colonizadores europeus quando chegaram nesse lugar? Fica perto de outro paraíso alagoano: Maragogi.

Publicidade

Amapá: Montanhas de Tumucumaque.

ICMbio/Divulgação / Via visiteobrasil.com.br

Tem o maior parque de floresta tropical do mundo, na divisa com a Guiana Francesa e o Suriname, que só pode ser visitado com autorização.

Amazonas: Arquipélago de Anavilhanas.

VisitBrasil/Divulgação / Via visitbrasil.com

Anavilhanas é um arquipélago do Rio Negro, um dos maiores do mundo, formado por ilhas de água doce que na temporada de seca se transformam em praias estupendas assim.

Publicidade

Bahia: Itacaré.

Itacaré/Divulgação / Via itacare.com.br

A Praia da Camboinha, na foto, é uma das mais bonitas do espetacular litoral baiano.

Ceará: Jijoca de Jericoacoara.

Ricardo Junior/Visit Brasil / Via visitbrasil.com

Parece clichê de filme romântico, mas essa lagoa de água doce onde você deita em redes sobre águas mornas e transparentes realmente existe e fica pertinho da praia de Jericoacoara.

Publicidade

Distrito Federal: Chapada Imperial.

Cris Marques/Raízes do Mundo / Via raizesdomundo.com

Santuário ecológico pertinho de Brasília que pode ser visitado pelo público e tem trilhas e dezenas de cachoeiras. A blogueira Cris Marques, que é de Brasília, conta como conhecer neste post.

Espírito Santo: Caparaó.

Governo ES/divulgação / Via es.gov.br

Essa serra fica na divisa com Minas Gerais e é famosa pelo clima frio, as plantações de café e por guardar o terceiro pico mais alto do Brasil, o Pico da Bandeira.

Publicidade

Goiás: Chapada dos Veadeiros.

Embratur/divulgação / Via embratur.gov.br

Um dos lugares mais lindos do cerrado brasileiro, tem dezenas de cachoriras incríveis. Mas, atenção: só é possível entrar no Parque Nacional com guia.

Maranhão: Lençóis Maranhenses.

WikiMapia / Via wikimapia.org

Perto das cidades de Barreirinhas e Santo Amaro do Maranhão, é um lugar único no mundo, uma região de dunas brancas onde a água da chuva faz lagoas azuis.

Publicidade

Mato Grosso: Chapada dos Guimarães.

Robert L. Dona/Wikipedia / Via pt.wikipedia.org

Você gosta de andar? Então a Chapada dos Guimarães é pra você! As trilhas podem durar horas e todas levam até cachoeiras e paisagens incríveis. Curiosidade: o centro geográfico do Brasil é aqui.

Mato Grosso do Sul: Bonito.

Edmilson sanches/Wikipedia / Via pt.wikipedia.org

Bonito não tem esse nome por acaso! Além dos rios de águas transparentes onde dá pra fazer mergulho com peixes coloridos, tem cavernas como Abismo Anhumas, da foto acima.

Publicidade

Minas Gerais: Capitólio.

Rosanetur / Via flic.kr

Capaz de você já ter visto as águas azuis-turquesa dos cânions da Represa de Furnas: Capitólio rende, é bem famosa no Instagram e é um dos muitos lugares maravilhosos para visitar em Minas Gerais.

Pará: Alter do Chão.

VisitBrasil/divulgação / Via visitbrasil.com

Nas cheias, água a perder de vista. Nas secas, praias de águas doces e areias douradas. Quem precisa de mar quando se tem os rios da região amazônica?

Publicidade

Paraíba: Cabaceiras, a Roliúdi nortestina.

Claudio JJ/Wikimedia / Via commons.wikimedia.org

Dá pra recomendar altas praias paradisíacas em todo o litoral brasileiro. Só que paisagens malucas cheia de incríveis formações rochosas em pleno sertão, como as de Cabaceiras, aí só tem nesse interior da Paraíba mesmo.

Paraná: Foz do Iguaçu.

VisitBrasil/divulgação / Via visitbrasil.com

Na divisa do Brasil com Argentina e Paraguai, as quedas do Rio Iguaçu é um dos lugares mais bonitos do mundo, e um que todo brasileiro deveria visitar na vida.

Publicidade

Pernambuco: Vale do Catimbau.

Vitoriano Jr./Wikipedia / Via en.wikipedia.org

O Vale do Catimbau é uma das últimas áreas da caatinga brasileira e é um paraíso para quem pira em arqueologia, com pinturas rupestres em aproximadamente DUAS MIL cavernas (!) e além de 28 cavernas-cemitério.

Piauí: Serra da Capivara.

Artur Warchavchik/Wikipedia / Via pt.wikipedia.org

Um Patrimônio Mundial da Humanidade pela UNESCO, esse parque guarda uma das maiores concentrações de pinturas rupestres das Américas.

Publicidade

Rio de Janeiro: Paraty.

Claus Bunks/Wikipedia / Via pt.wikipedia.org

Sabe o que nasceu aqui? A cachaça! Além de ser uma graça, essa cidade colonial no pé da Serra do Mar, também é sede de festivais culturais.

Rio Grande do Norte: Dunas de Natal.

Divulgação/Portal da Copa / Via brasil.gov.br

Imagina morar perto desse cenário? As dunas ficam bem do lado de Natal, capital do Rio Grande do Norte.

Publicidade

Rio Grande do Sul: Aparados da Serra.

Germano Roberto Schüür/Wikimedia / Via commons.wikimedia.org

Florestas de araucárias, cascatas de água gelada e paredões de granito: esse Parque Nacional no sul do Brasil é pouco conhecido entre o pessoal de outras regiões, mas vale muito a visita.

Rondônia: Corumbiara.

Rondonia Gov/Divulgação / Via rondonia.ro.gov.br

O Parque Estadual Corumbiara, na fronteira com a Bolívia, é o único lugar do mundo com biomas de áreas de Cerrado, Pantanal e Floresta Amazônica.

Publicidade

Roraima: Monte Roraima.

Paolo Costa Baldi/Wikipedia / Via pt.wikipedia.org

Essas montanhas que parecem mesas se chamam tepuis e se você está achando parecido com o cenário de "Up - Altas Aventuras", da Pixar, acertou: é aqui mesmo! O Parque Nacional de Monte Roraima fica na divisa do Brasil com a Venezuela e muitos dos tepuis estão em território do país vizinho. É possível visitar, mas boa parte do acesso às principis atrações é feito entrando pela Venezuela.

Santa Catarina: Guarda do Embaú.

Renan Coutinho/Wikipedia / Via pt.wikipedia.org

Vila de pescadores em um dos trechos mais lindos do espetacular litoral catarinense com ruas de areia, casinhas coloridas, mirantes e piscinas naturais. E esse mar, né? Olha esse mar!

Publicidade

São Paulo: Cavernas do PETAR.

Petar Online / Via petaronline.com.br

A sigla PETAR significa Parque Estadual Turístico do Alto Ribeira, e o parque, que fica no sul do estado, tem mais de 350 cavernas mapeadas..

Sergipe: Cânion do Xingó.

Cleferson Comarela/Wikipedia / Via pt.wikipedia.org

Esse oásis do sertão sergipano é abençoado pelo Rio São Francisco e tem cânions enormes com paredões de pedra vermelha. O ideal é ficar na fofa Piranhas, cidade tombada como Patrimônio Histórico Nacional, com casinhas coloridas e ruas de paralelepípedo.

Publicidade

Tocantins: Parque Nacional do Jalapão.

aduarteweb/Wikipedia / Via en.wikipedia.org

Por lá dizem que "o Jalapão é bruto". E é mesmo: as estradas são ruins, o ar é seco e as distâncias são enormes. Mas se você conseguir chegar vai encontrar formações rochosas, lagoas de água azul clara e dunas onde todo pôr do sol tem esse clima aí da foto.

Veja também:

13 vezes em que você foi vencido por uma lembrancinha de viagem

Escrito por Raphael Evangelista • há 5 anos

20 motivos para nunca botar os pés em Minas Gerais

Escrito por Davi Rocha • há 3 anos

13 motivos para nunca visitar Tocantins

Escrito por Davi Rocha • há 4 anos

Escolha um destino dos sonhos e nós te daremos uma opção realista

Escrito por Gaia Passarelli • há 2 anos

12 erros comuns que as pessoas cometem ao visitar São Paulo pela primeira vez

Escrito por Gaia Passarelli • há 2 anos

Publicidade

Veja dicas de experiências e viagens nas redes sociais, siga o Bring Me Em Português no Instagram, no Facebook e no Twitter.

Veja também