Precisamos falar sobre Jaime Lannister em "Game of Thrones"

Que desperdício de um incrível arco de personagem.

Ao longo de oito temporadas, Jaime Lannister tornou-se um dos personagens preferidos dos fãs em "Game of Thrones". Seu personagem sintetiza o melhor – e o pior – da série.

HBO

É difícil não se frustrar com o encerramento de Jaime na série, principalmente se você se envolveu com o personagem. Vamos relembrar os pontos altos dessa jornada e ver onde foi que tudo desandou...

No início da série, Jaime parecia ser um grande vilão. Ele era arrogante e detestável... isso sem falar do sexo com a própria irmã e do fato de ter empurrado uma criança de 10 anos pela janela.

HBO

Tudo isso apenas no primeiro episódio! E ele não melhorou muito no decorrer da temporada. Acompanhando tudo do ponto de vista de Ned, descobrimos como Jaime matou o Rei Louco. E nossa percepção é influenciada por Ned – vimos isso como um ato desprezível. Depois disso, Jaime ainda atacou Ned Stark nas ruas da cidade, assassinando Jory Cassel e aparentemente consolidando seu status de Vilão.

Publicidade

Mas então algo interessante aconteceu. Após ser enviado à guerra, Jaime acaba capturado por Robb Stark, ficando longe da influência de Cersei e da codependência tóxica da relação deles. E seu personagem começou a crescer.

HBO

Ele tornou-se realmente interessante quando passou a acompanhar Brienne. A química entre eles era incrível e, no meio da troca de insultos entre os dois, Jaime demonstrou sua vulnerabilidade em alguns momentos.

A sua fachada de arrogância começou a ruir um pouco.

Publicidade

Quando Jaime e Brienne foram capturados pelos Boltons, e Jaime conseguiu evitar o estupro de Brienne – ao custo da própria mão –, vimos pela primeira vez ele fazer algo realmente altruísta.

HBO

Isso nos mostrou que ele era capaz de fazer o bem e que ele se importava com outras coisas além de si mesmo (e sua família, que é uma extensão dele mesmo).

Não há dúvidas que é Brienne quem aflora esse lado de Jaime. Enquanto Cersei refletia o que há de pior nele e seus impulsos mais sinistros, Brienne representava o tipo de cavaleiro que ele poderia ser e que realmente desejava ser. Jaime respeitava e se importava com ela, e ao fazer isso tornou-se uma pessoa melhor.

Esse arco desenvolveu-se até chegar ao seu clímax – a cena do banho, na qual Jaime confessou para Brienne o real motivo de ter matado o Rei Louco.

Era um segredo que ele carregava há 17 anos. O Rei Louco planejava destruir toda a Porto Real com fogovivo, e Jaime o matou – e seu piromante – para evitar isso. Ao fazê-lo, ele sacrificou sua honra e sua reputação.

Essa é uma das melhores cenas de toda a série – de qualquer série já feita, na minha opinião – e marcou uma reviravolta importante na trama. Assim como Brienne, vimos Jaime claramente pela primeira vez e percebemos que ele era muito mais complexo – e sim, até mesmo uma pessoa melhor – do que parecia inicialmente. A cena também nos fez repensar tudo o que sabíamos sobre a história. Ela colocou Ned e seu juízo de valor sob uma nova ótica, não muito positiva.

Isso é "Game of Thrones" no seu melhor, permitindo que seus personagens (heróis e "vilões") existam em tons de cinza tridimensionais, em vez do preto e branco bidimensional.

Publicidade

E aqui está a cena, caso você queira vê-la novamente (o que eu recomendo):

Após esse cena, ele é chamado de "Sor Jaime" por Brienne. Claramente isso significou muito para Jaime – foi a primeira vez que alguém viu e reconheceu o seu lado honrado.

HBO

Publicidade

Em suma, o fato de Jaime ter conseguido salvar a população de Porto Real era importante para ele. Ele até menciona isso para Qyburn posteriormente.

O arco da redenção de Jaime continuou com ele pulando em um fosso e lutando com um urso para salvar Brienne...

HBO

Publicidade

E depois, mesmo voltando para Porto Real, a tensão entre ele e Cersei fez muitos fãs acreditarem que eventualmente Jaime se livraria da influência venenosa da irmã para sempre.

Essa certamente é a direção para qual o personagem parece caminhar nos livros.

Jaime também demonstrou sua honra quando enviou Brienne em uma missão para encontrar e salvar Sansa Stark, cumprindo o juramento que havia feito para Catelyn – algo que Brienne reconheceu ao batizar a espada que recebeu de presente dele.

HBO,

Assim como o momento "Sor Jaime", isso foi importante para Jaime.

Publicidade

Infelizmente, também é aqui que a trama de Jaime começou a se perder. Começando com a cena horrível da 4ª temporada, na qual ele estuprou Cersei diante do corpo de Joffrey.

HBO

A cena se desenrola de maneira bem diferente nos livros e aparentemente sua interpretação na série deveria ter sido outra também – o elenco e a produção se pronunciaram após a repercussão negativa da cena, alegando que ela não representava um estupro. Em vez disso, afirmaram, era uma cena de sexo tenso, porém consensual, para esquecer a dor.

Evidentemente, o fato de algo que deveria ser consensual acabar parecendo um estupro é extremamente problemático e evidencia a conturbada relação que "Game of Thrones" sempre teve com a retratação da violência sexual.

Para Jaime, isso terminou por abalar as várias temporadas de caracterização sutil e redentora.

A trama de Jaime foi vítima da 5ª temporada – a pior de "Game of Thrones", muito graças ao enredo unanimemente ridicularizado de Dorne, do qual Jaime era uma peça central.

HBO

Publicidade

Além de toda a bagunça de Dorne, a 5ª e a 6ª temporadas recolocaram Jaime enfaticamente ao lado de Cersei (emocionalmente, mesmo quando não fisicamente). O que pareceu um passo atrás em sua jornada e um retorno aos piores aspectos do personagem.

HBO

Muitos fãs pensaram que após Cersei explodir o septo (matando um monte de gente com fogovivo – lembrando que ele sacrificou sua honra para evitar que o Rei Louco cometesse ato similar), Jaime finalmente a abandonaria e voltaria para o caminho da redenção.

HBO

Publicidade

Mas foi preciso uma outra temporada inteira para que ele finalmente se afastasse de Cersei – o que ocorreu somente após Brienne reaparecer em sua vida e lembrá-lo do que realmente importava.

Jaime cavalgou para o Norte, colocando-se em grande risco, para manter seu juramento, abraçar sua honra e lutar ao lado de Brienne para salvar vidas inocentes.

HBO

E ele o fez com a espada "gêmea" da de Brienne, que foi reforjada a partir da Gelo de Ned Stark.

Foi um momento tocante em um episódio sinistro e um desdobramento ansiosamente aguardado do complexo arco de Jaime.

Publicidade

O fato de Jaime e Brienne finalmente terem feito algo sobre a química latente entre eles no episódio seguinte pareceu ser a cereja no bolo – e para Jaime, o rompimento definitivo com Cersei e o lado sombrio dele que ela representava.

HBO

SÓ QUE NÃO! Jaime fica sabendo que Cersei estava em perigo... e parte em disparada até ela.

Publicidade

Dizendo não se preocupar com as pessoas de Porto Real e nem se importar com o horror que se avizinhava (sabe, a concretização do plano do Rei Louco – que Jaime fez de tudo para evitar –, inclusive com a utilização de fogovivo). Ele só pensava em Cersei.

HBO

E acabou voltando ao ponto de partida. Para algumas pessoas, pode parecer um belo momento de "ciclo completado". Mas essa é uma volta de 360 graus – em seus últimos momentos, foi como se Jaime nunca tivesse crescido ou mudado. Como se ele realmente fosse o regicida obstinado que todos achavam que era – algo que Jaime odiava. Como se o seu amor por Cersei – que na verdade era uma espécie de vício e obsessão tóxicos – fosse mais importante do que seu amor por Brienne, que expandiu quem ele era e sua visão do mundo.

A trama de Jaime no 5º episódio da 8ª temporada pareceu incrivelmente vazia e superficial, principalmente quando comparada com sua caracterização rica e sutil nas primeiras temporadas.

O fato de "Game of Thrones" ter feito com que nos importássemos com Jaime – após ele ter tentado matar uma das crianças Stark no primeiro episódio – é um testamento de como a série conseguia ser incrível.

Mas o modo como Jaime morreu retrata o pior da série – a destruição completa de seus próprios personagens.

Todo aquele potencial... completamente desperdiçado. Descanse em paz, Jaime Lannister. Agora você jaz morto – assim como o seu interessante arco de personagem.

HBO

Publicidade

Este post foi traduzido do inglês.

Veja também:

E se Jaime Lannister ainda estiver vivo em "Game of Thrones"?

Escrito por Delia Cai • há 3 anos

Você é mais Sansa, Arya ou Daenerys de "Game of Thrones"?

Escrito por brunomirandalencastre • há 3 anos

100 fatos dos bastidores de "Game of Thrones" que você talvez não saiba

Escrito por Farrah Penn • há 3 anos

15 fotos de "Game of Thrones" com e sem efeitos visuais que vão te deixar de queixo caído

Escrito por Christopher Hudspeth • há 3 anos

15 cenas de "The Office" que representam o 5º episódio da 8ª temporada de "Game of Thrones"

Escrito por Christopher Hudspeth • há 3 anos

Julgue estes finais de séries e te diremos o que comer na final de "Game of Thrones"

Escrito por Luiz Guilherme Moura • há 3 anos

11 atores que fizeram "Game of Thrones" e "Harry Potter" e você talvez não saiba

Escrito por Farrah Penn • há 3 anos

Publicidade

Veja também