Por que o consentimento sexual é como oferecer uma xícara de chá a alguém

É bem simples, na verdade.

Há 4 anos

O texto deste post foi reproduzido com a permissão de Emmeline May, que o escreveu em seu blog (em inglês).

Sian Butcher / BuzzFeed

Publicidade

Parece que muitas, mas MUITAS pessoas não conhecem o significado da palavra "consentimento".

Aparentemente muitas pessoas têm um problema em entender que, antes de fazer sexo com alguém – ou seja, todas as vezes que você vai fazer sexo com outra pessoa – é necessário assegurar que ela(e) também quer fazer sexo com você. Isso vale para homens, mulheres e a geral. Ou seja, se estiver começando uma transa, se certifique de que a pessoa realmente quer isso. Não é difícil. Sério.

Mas, se ainda for difícil para você compreender essa ideia, apenas imagine que, em vez de transar, você está oferecendo uma xícara de chá para a pessoa.

Você diz: "Ei, você quer uma xícara de chá?", e ela responde: "Meu deus, mas é claro que sim, eu ADORARIA uma xícara de chá! Obrigada!", e assim vocês sabem que ela quer uma xícara de chá.

Sian Butcher / BuzzFeed

Publicidade

Agora, se você perguntar: "Ei, você gostaria de uma xícara de chá?", e a pessoa hesitar e disser: "Eu não tenho certeza...", então você pode preparar ou não uma xícara de chá, mas saiba que a pessoa pode não beber, e, se esse for o caso – preste atenção nessa parte –, você não pode obrigá-la a beber. Além disso, não pode culpá-la pelo seu esforço de preparar um chá na esperança de que ela aceitasse; só aceitar o fato que ela não quer beber. E também não é só porque você preparou o chá que tem o direito de observá-la bebendo.

Se ela disser: "Não, obrigada", então não prepare o chá. De jeito nenhum. Não prepare o chá para a pessoa, não a faça beber, não fique chateado por ela não querer.

Ela só não quer tomar chá, ok?

Sian Butcher / BuzzFeed

Publicidade

E ela pode dizer: "Sim, por favor, que gentil de sua parte", e, assim que o chá ficar pronto, mudar de ideia e não querer mais.

Claro, isso é meio chato quando você já fez todo o esforço de preparar um chá, mas ela não tem nenhuma obrigação de bebê-lo. Ela queria o chá, agora mudou de ideia. Às vezes as pessoas mudam de ideia durante o tempo que demora para ferver a água na chaleira, preparar o chá e por aí vai. E não há problema nenhum a pessoa mudar de ideia, e você continua não tendo o direito de vê-la tomando chá, embora tenha tido o trabalho de prepará-lo.

Se ela estiver inconsciente, não prepare o chá. Pessoas inconscientes não querem chá e não podem responder à pergunta "Você quer chá?" porque estão inconscientes.

Sian Butcher / BuzzFeed

Publicidade

Tá legal, talvez ela estivesse consciente quando você perguntou se ela queria uma xícara de chá, e ela aceitou, mas no tempo que você levou para ferver a água na chaleira e preparar o chá, ela ficou inconsciente.

Nesses casos, você deveria simplesmente deixar o chá de lado, verificar se a pessoa está bem e – essa é a parte importante – não fazê-la beber o chá. Ela já havia dito sim, é claro, mas pessoas inconscientes não querem chá.

Se alguém aceitou o chá, começou a bebê-lo e desmaiou antes de terminar, não force o chá garganta abaixo da pessoa. Retire a xícara de chá e verifique se a pessoa está bem. Porque pessoas inconscientes não querem chá. Pode confiar.

Se alguém disse "sim"para o chá em sua casa no último sábado, isso não significa que ela quer que você prepare chá todas as vezes. Ela não quer que você apareça do nada na casa dela, prepare mais chá e a force a tomar dizendo: "MAS VOCÊ QUIS CHÁ NA SEMANA PASSADA", ou acordar e sentir você empurrando chá goela abaixo dizendo: "MAS VOCÊ QUIS CHÁ ONTEM À NOITE".

Sian Butcher / BuzzFeed

Publicidade

Achou essa uma analogia estúpida? Sim, afinal, todo mundo sabe que não faz sentido obrigar uma pessoa a tomar chá só porque ela aceitou uma xícara na semana passada. E é CLARO que você não forçaria chá goela abaixo de uma pessoa inconsciente só porque ela disse que queria 5 minutos atrás quando ainda estava consciente.

No entanto, se você pode entender que é ridículo forçar alguém a beber chá quando a pessoa não quer, e se é capaz de sacar quando a pessoa não quer chá, por que é difícil entender isso quando se trata de sexo?

Seja com chá ou com sexo, consentimento é fundamental.

Siga a autora desse texto no Twitter aqui.

Publicidade

Leia também:

Este comportamento durante o sexo é abusivo, mas pouca gente fala sobre isso

Publicidade

Caso você já tenha feito qualquer uma destas coisas, é assédio

Você já tem o app do BuzzFeed Brasil no seu celular? Baixe gratuitamente no Android e no iOS para ver todos os nossos testes, vídeos, notícias e muito buzz.

Publicidade

Este post foi traduzido do inglês.

Veja também