Anna Sorokin respondeu às críticas de Rachel DeLoache Williams no Instagram, e o drama é melhor do que "Inventando Anna"

A audácia!!! 🗣️🗣️

Justo quando eu pensava que as coisas não poderiam ficar mais loucas com o drama de "Inventando Anna" / Anna "Delvey" Sorokin, o Instagram provou que eu estava enganada!

Netflix

"Você parece pobre"

Como você provavelmente já sabe, "Inventando Anna" da Netflix conta a história real da herdeira alemã fake, Anna Sorokin, também conhecida como Anna Delvey, com roubos e tramas milionárias que levaram a sua prisão.

The real Anna standing in court
The real Anna standing in court

Timothy A. Clary / AFP via Getty Images

Publicidade

Foi através da série – e, claro, no artigo original da "New York Magazine" – que fomos apresentados pela primeira vez a uma série de pessoas que consideravam Anna uma amiga. Na série, o maior atrito parece ter sido com a ex-funcionária da "Vanity Fair", Rachel DeLoache Williams.

Astrid Stawiarz / Getty Images

Anna supostamente aplicou um golpe de US$62 mil em Rachel - acusações das quais foi inocentada.

Durante uma entrevista recente para "Vanity Fair", Rachel disse que sua aparição na série da Netflix havia sido limitada, e criticou como eles glamourizaram Anna e seus golpes.

“Acho que promover toda essa narrativa e celebrar uma criminosa, sociopata e narcisista é errado”, disse Rachel. "Tendo conhecido Anna de perto por muito tempo, sei a maneira como uma golpista funciona mais do que qualquer um deveria. Você assiste todo o espetáculo, mas não presta atenção ao que está sendo vendido.”

Publicidade

E agora Anna está revidando! No começo desta semana, a golpista postou alguns stories em seu Instagram contando como se sente sobre sua ex-amiga, Rachel, e ela não segurou nada.

Anna in handcuff walking in court while being escorted by two officers
Anna in handcuff walking in court while being escorted by two officers

Timothy A. Clary / AFP via Getty Images

Anna revelou que decidiu quebrar o silêncio depois de ver que Rachel estava falando sobre ela para a imprensa. Ela postou esta mensagem com "No Friends in the Industry" de Drake tocando ao fundo para definir o tom.

"Eu me mantive em silêncio sobre isso durante anos. Porém, nestas últimas duas semanas, eu observei que Rachel está teimosamente se recusando a superar seu trauma descarado e aparecendo em todos os programas de TV possíveis. Eu pensei – agora tenho que falar. E se tenho que falar, eu vou."

Publicidade

Ela afirma que Rachel estava convenientemente deixando informações de fora enquanto falava com a mídia, como quando Rachel supostamente tentou fazer com que Anna co-escrevesse um livro com ela.

As escolhas de música são as melhores. 🤣🤦🏾‍♀️

"Durante sua inúmeras aparições públicas tentando chamar atenção, ela disse que eu 'arruinei' sua vida, mas convenientemente se esqueceu de mencionar o curioso período no verão de 2018 quando ela, ao lado de seu novo agente literário, ficou assediando moralmente meu advogado Todd (por e-mail e ligações) para que eu concordasse em escrever um livro JUNTO com Rachel. E o melhor de tudo é que, dessa vez, eu tenho todas as provas."

"Encontre alguém que se dedique a você, da mesma forma que Rachel se dedica ao meu Twitter," escreveu Anna depois de alegar que Rachel usa os tweets de Anna contra ela.

Música: Nicki Minaj ft. Lil Baby — "Do We Have a Problem?"

"Eu sei, parece incrível, considerando que o perfil atual online de Rachel condena todos que não estão de acordo com sua visão de si mesma como injustiçada, mártir, procurando justiça por um 'crime glorificado' e dizendo que estão 'dando palco a uma presidiária'. Alguém pode nos iluminar e nos dizer se ela fez sequer alguma coisa nesses últimos três anos a não ser falar e escrever sobre mim, ler e decupar minhas entrevistas, fazer anotações raivosas e procurar coisas para criticar? Ela até cita posts meus que só ficaram no ar por 15 minutos. Encontre alguém que se dedique a você, da mesma forma que Rachel se dedica ao meu Twitter."


Publicidade

A essa altura, Anna já estava com tudo. Ela começou a criticar os "padrões morais flexíveis" de Rachel e, por fim, a chamou de "Karen" ("Karen" é uma expressão em inglês usada para descrever o tipo de pessoa que exige "falar com o gerente" para menosprezar trabalhadores do setor de serviço, etc.)

Música: JMB Juvie — "Wicked"

"Vocês não amam ver a ironia de Rachel Deloache Williams constantemente ajustando seus padrões morais (super) flexíveis de acordo com quanto dinheiro ela pode ganhar em cima dos desdobramentos por ser 'infelizmente' associada a mim? ANTES de ela epicamente passar vergonha durante meu julgamento e ANTES da Netflix eternamente concretizar sua imagem (muito realista) de Karen, sua bússola moral achou aceitável sugerir escrever um livro comigo. Com processos contra mim ainda em andamento. Ela realmente pensou que poderia ter tudo, não é?"

Anna aparentemente não acredita na narrativa de Rachel, alegando que a principal motivação de Rachel é dinheiro.

Música: Slayter — "Try Shit"

"Aparentemente 'me dar o palco' e 'glorificar um crime' não pareceu preocupar Rachel nessa hora. Contanto que o preço seja certo, que ela controle os cheques e a narrativa, suas morais podem ser deixadas de lado. A audácia de ainda assim tentar vender suas lágrimas de mulher branca (que ninguém compra) enquanto continua abusando da sua conexão comigo, sem nenhuma vergonha, e ganhando em cima de seu 'trauma terrível' é espantoso."

Publicidade

Ela até mencionou o livro de Rachel (que também foi citado na série), afirmando que Rachel deveria ter passado mais tempo checando os fatos.

Música: Jay-Z — "Say Hello"

"Não é minha culpa que a HBO deixou o projeto de Rachel de lado após ver que ela é tediosa e sem tempero e que seu livro, na verdade, é um lixo, ou pelo menos é o que dizem. Seguindo o conselho do meu terapeuta, eu só li o último capítulo, que foi o suficiente para que eu concluísse que seu editor deveria ter investido mais em checar os fatos e menos em Williams. Eles nem acertaram a minha outra sentença como inocente e isso está publicamente disponível! Nossa aspirante a escritora não gosta de se preocupar com fatos, principalmente aqueles que são irrelevantes para sua narrativa pessoal de sofrimento e tragédia."

Acho que a Anna já deve estar com os dedos dormentes de tanto digitar e por fim conclui seu discurso lembrando que ela não foi considerada culpada de nenhuma das acusações relacionadas a Rachel.

Música: Saucy Santana — "Walk Em Like a Dog"

"Até hoje, Rachel Deloache Williams claramente tem dificuldade em aceitar o fato que 12 jurados do tribunal decidiram de forma unânime que eu NÃO ERA CULPADA de nenhuma das acusações relacionadas a sua existência e que ninguém liga pra nada que ela tem a dizer a não ser que seja sobre mim. E por mais que eu entenda que Rachel se sinta chateada pelo fato de eu ter mais conquistas só com minhas prisões do que ela em sua vida toda, cercada por privilégios, ela não vai sair impune com tamanha hipocrisia enquanto eu estiver aqui. Onde quer que eu esteja."

Publicidade

Aiiii, essa parte doeu, hein? "pelo fato de eu ter mais conquistas só com minhas prisões do que ela em sua vida toda".

Infelizmente, ou felizmente, o drama não parece estar nem perto de chegar ao fim.

Netflix

"Anna Delvey é uma obra de arte."

Publicidade

Veja também