16 recados das mulheres gamers para os homens do universo dos jogos

"Parem de fazer os personagens femininos mais leves e com menos força que os masculinos".

BuzzShe

Fomos à CCXP, evento de cultura pop que reúne fãs de quadrinhos, séries, games e livros de fantasia. No Brasil ela é em São Paulo. Lá nós perguntamos às mulheres gamers qual recado elas gostariam de dar pros homens, tanto desenvolvedores de jogos como outros jogadores, do universo dos games:

1. "Parem de criar personagens femininos que passam uma ideia de fragilidade".

Susana Cristalli

– Louise Minski

Publicidade

2. "Pode pôr mais personagens femininas nos núcleos principais, não só nos secundários".

– Francine Corso

3. "Queremos personagens femininas com todos os tipos de corpo e rosto, também os fora do padrão de beleza".

Susana Cristalli

– Letícia Penteado Sabinski

Publicidade

4. "Quando a gente joga em equipe, não precisamos de ajuda só por sermos mulheres".

– Letícia Penteado Sabinski

5. "Muitas comunidades são tóxicas com relação às mulheres, mas outras como a Overwatch são agregadoras. Queria mais comunidades assim!".

– Adriane Beatriz

Publicidade

6. "Incentivem mais as mulheres para que sejam jogadoras profissionais e participem de campeonatos".

Susana Cristalli

– Isabelly Viana

7. "Tenham mais empatia: os caras da comunidade se sentem discriminados por serem nerds, mas depois reproduzem esse comportamento de discriminação com as mulheres".

– Bruna Cirello

Publicidade

8. "Parem de fazer os personagens femininos mais leves e com menos força. Por que não tem um God of War feminino?"

Susana Cristalli

– Andressa Ribeiro

9. "Algumas meninas adoram jogar com personagens sexy, outras não. Deveria ter mais opção para cada uma escolher o que quiser".

Susana Cristalli

– Amanda Marani

Publicidade

10. "O comportamento dos jogadores nos lives é pautado pelos temas dos jogos. A mudança tem que começar pelos próprios jogos".

– Andressa Caetano

11. "A diferença entre os personagens é nítida: os masculinos são fortes e interessantes, nos femininos o forte são a beleza e sexualização".

Susana Cristalli

– Ana Carolina Pinto Arides

Publicidade

12. "Não precisa criar 'jogos para mulheres', em vez disso tornem os jogos mais inclusivos".

Susana Cristalli

– Anna Mello

13. "As empresas precisam ver melhor os dados do mercado, porque essa ideia de que jogadores são homens é muito antiquada".

– Anna Mello

Publicidade

14. "Deixem as meninas participarem de grupos e discussões! Meu próprio namorado está num grupo enorme pra falar de games e os amigos dele não gostam que eu participe".

– Ana Carolina Pinto Arides

15. "Criem mais jogos que não nos decepcionem no meio por causa de machismo: às vezes a gente está jogando de boas e pensa 'putz, que mancada'".

Susana Cristalli

– Mariana Marangoni

Publicidade

16. "Parem de ser escrotos com mulheres que estão começando: elas não jogam tão bem justamente porque estão começando e não porque são mulheres".

Susana Cristalli

– Mariana Leme

Veja também:

14 cosplayers contam as coisas mais machistas que ouviram

Escrito por Susana Cristalli • há 4 anos

17 mulheres contam as coisas mais machistas que já ouviram na área de tecnologia

Escrito por Susana Cristalli • há 3 anos

11 mulheres que trabalham com esporte contam as coisas mais machistas que já ouviram

Escrito por Juliana Kataoka • há 3 anos

Publicidade

Veja também