15 livros sobre a história e as tradições indígenas no Brasil

Recomendados por Mércio Gomes, um dos maiores especialistas povos indígenas brasileiros.

Esperamos que você goste dos produtos que recomendamos! O BuzzFeed pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página. Os preços informados e a quantidade disponível condizem com os do momento da publicação deste post.

Mércio Pereira Gomes é antropólogo, escritor e professor universitário, com formação no Brasil e nos EUA. Ele foi presidente da FUNAI entre 2003 e 2007, e colaborou ativamente na formulação da Declaração Universal dos Direitos dos Povos Indígenas, da ONU.

As recomendações do profissional - que é professor universitário e autor de diversos títulos sobre o assunto, incluindo "O Índio na História - O povo Tenetehara em busca de liberdade" e "Antropologia". - incluem livros que abrangem história e cultura do povo indígena, análises sobre a formação social do Brasil, romances, mitos e livros infantis. A lista traz autores como Darcy Ribeiro, Hans Staden e Daniel Munduruku.

Publicidade

1. "Os índios e o Brasil" - Mércio Gomes

Reprodução Amazon / Via amazon.com.br

Mércio Pereira Gomes indica esse livro porque ele "dá um panorama geral das culturas indígenas e da história dos índios em relação à formação do Brasil.”, explica o especialista. "Quem são os índios, de onde vieram, quantos eram em 1500? Quantos povos indígenas havia, onde viviam, como se relacionavam uns com os outros? Como morreram tantos povos indígenas e como sobreviveram?" Estas são algumas das perguntas respondidas.

Compre a partir de R$47,50. Entrega expressa e gratuita para quem é Amazon Prime.

2. "O Brasil inevitável" - Mércio Gomes e Jose Mario Pereira

Reprodução Amazon / Via amazon.com.br

"Na apresentação, o antropólogo e historiador Antonio Risério destaca: “Neste livro aprendemos que precisamos nos afirmar como cultura mestiça, com base moral, com problemas éticos e com desejo de beleza e transcendência”. Já o professor de teatro shakesperiano Paul Heritage, da Universidade de Londres, ressalta (na quarta capa) que, até a edição dessa obra de Mércio, “todo mundo terá ouvido e lido sobre os escândalos de corrupção e sobre a fragilidade econômica e política do Estado brasileiro, mas ninguém terá pensado sobre de onde vem tudo isso, e como o ‘momento fundante’ continua a exercer sua potencialidade nas relações entre classes, raças, territórios e culturas ainda hoje”.

Compre a partir de R$63,97. Entrega expressa gratuita para quem é Amazon Prime.

Publicidade

3. "Maíra" - Darcy Ribeiro

Reprodução Amazon / Via amazon.com.br

Entre os romances, uma das recomendações do especialista é "Maíra", o principal romance escrito pelo também antropólogo Darcy Ribeiro. O título trata do “drama do brasileiro diante da tragédia indígena com pinceladas de quem viveu entre os índios, onde a imaginação se encontra com a etnografia”.

Compre a partir de R$44,55. Entrega expressa e gratuita para quem é Amazon Prime.

4. "Kadiwéu: Ensaios etnológicos sobre o saber, o azar e a beleza" - Darcy Ribeiro

Reprodução Amazon / Via amazon.com.br

"No final dos anos 1940, Darcy Ribeiro levou adiante uma minuciosa pesquisa de campo sobre a etnia dos Kadiwéu. O resultado está neste livro, composto por textos que mostram a maturidade de um intelectual diferenciado e trazem descrições densas das relações familiares desse grupo indígena, das estratégias que empregam para a proteção de suas terras, dos mitos que integram seu universo de crenças, dos seus cantos xamanísticos, das pinturas feitas em seus corpos e também nas cerâmicas. O trabalho de campo foi realizado entre os anos de 1947 e 1948, no estado do Mato Grosso, logo após Darcy Ribeiro ingressar no extinto Serviço de Proteção aos Índios (SPI). Em Confissões, seu livro de memórias, Darcy Ribeiro afirma ter desenvolvido junto aos Kadiwéu muito de sua argúcia de fino estudioso dos indígenas. Em suas palavras, pôde aprender com eles que “só uma identificação emocional profunda pode romper as barreiras da comunicação, permitindo a um estranho penetrar a intimidade que atingia praticamente o máximo a que pode aspirar um antropólogo no seu esforço por ver o mundo com os olhos do povo que estuda”."

Compre a partir de R$37,64. Entrega expressa gratuita para quem é Amazon Prime.

Publicidade

5. "Utopia Selvagem" - Darcy Ribeiro

Reprodução Amazon / Via amazon.com.br

"Nesta fantástica fábula, Darcy Ribeiro pinta com tons fortes a beleza que uma sociedade adquire ao ser composta por um mosaico de cores e culturas diferentes. E, por meio da capacidade de adaptação do negro Pitum à realidade das índias amazonas, ele nos mostra que a diversidade e a miscigenação são benéficas para a existência de todos os povos."

Compre a partir de R$31,85. Entrega expressa gratuita para quem é Amazon Prime.

6. "Duas viagens ao Brasil" - Hans Staden

Reprodução Amazon / Via amazon.com.br

"No princípio da história brasileira, quando o continente americano recém-descoberto era ainda uma vasta e bruta extensão de florestas infindáveis, só habitadas por povos absolutamente selvagens, um navegante europeu aqui naufragou. Recolhendo-se à terra, conseguiu sobreviver entre os índios. Chamava-se ele Hans Staden, figura quase lendária do século XVI. Sua narrativa contém preciosas informações verídicas, dado o seu longo convívio com os Tupinambás, já que o marujo conseguiu que eles não lhe devorassem, além de xilogravuras que devem, sem dúvida, ter sido feitas sob sua orientação. O que viveu e experimentou naquela época de sua vida é o que relata neste livro, que não apresenta apenas uma narrativa de extraordinária aventura, mas se reveste, ao mesmo tempo, da capacidade exata de reviver, com clareza, a aurora de um país que nascia para o mundo."

Compre a partir de R$28,02. Entrega expressa gratuita para quem é Amazon Prime.

Publicidade

7. "Moqueca de maridos" - Betty Mindlin

Reprodução Amazon / Via amazon.com.br

"Se há um expediente literário de que se valem as obras eróticas ocidentais, pelo menos desde o Renascimento, este é por excelência o rebaixamento. Seja pelo emprego do léxico obsceno, seja pelas alusões de duplo sentido, seja pela imoralidade das imagens, essa operação da linguagem supõe sempre o deslocamento para um lugar simbólico identificado com o que é “baixo”. Trata-se, em suma, de uma escrita que submete toda experiência humana aos imperativos do baixo-ventre. Ora, para surpresa do leitor, os mitos eróticos narrados em Moqueca de maridos parecem prescindir dessa convenção dominante no moderno erotismo literário. Por maior que seja a obscenidade de suas histórias, nada nelas sugere o trabalho de rebaixamento, o que concorre para a impressão de se estar diante de um mundo sem censura. Com efeito, o imaginário sexual indígena se impõe por uma liberdade de fabulação que não encontra paralelo em nossa cultura. Longe de evocar uma visão idílica das práticas amorosas nas sociedades tribais, esse repertório inusitado coloca em cena figuras improváveis como homens menstruados, mulheres sem vagina, mães que devoram os filhos, noivas que têm amantes artificiais, jovens que engravidam de vermes e até mesmo gente que copula com espíritos. Se esses mitos desconcertam é porque, neles, o sexo circula por todos os lados, transitando à vontade entre o profano e o sagrado sem observar qualquer hierarquia. Daí a perturbadora imagem da “cabeça voraz”, comum a diversas histórias, que subverte nossas convenções em torno do alto e do baixo corporal. Na mitologia indígena, o motivo capital surge para realçar a vitalidade física de um órgão insaciável, que só obedece aos impulsos da sensualidade. Assim concebida, a cabeça deixa de funcionar apenas como cosa mentale para ostentar sua condição de matéria, abrindo-se às inesgotáveis potencialidades do erotismo. Muitas são as boas surpresas que este livro notável, assinado por Betty Mindlin e narradores indígenas, reserva ao leitor. Sua leitura proporciona um novo entendimento acerca da vida erótica. Como, então, não se encantar com esse imaginário único, em que de fato “o sexo sobe à cabeça”?"

Compre a partir de R$51,33. Entrega expressa gratuita para quem é Amazon Prime.

8. "Economia Selvagem" - Cesar Gordon

Reprodução Amazon / Via amazon.com.br

"Este livro é uma investigação antropológica sobre a relação dos Xikrin com os bens industrializados e mercadorias, que procura assumir um ponto de vista no qual a perspectiva dos índios ocupa a posição de figura e não de fundo. Ele tem a pretensão de mostrar que o desejo dos Xikrin pelos objetos que lhes são estrangeiros não é espúrio, inautêntico e exótico; ao contrário, é a expressão de um propósito e de uma história absolutamente (e, portanto, relativamente) indígenas. Seu objetivo é fazer uma descrição etnográfica dos "estranhos pedidos", ou seja, daquilo que vim a designar pela expressão 'consumismo xikrin' (sua grande demanda por dinheiro e bens), partindo do pressuposto de que tais pedidos não devem ser estranhos da perspectiva xikrin. O que é esse ponto de vista, que efeitos realiza na relação dos Xikrin entre si e com o nosso mundo - são as questões que propõe responder."

Compre a partir de R$38,40 na versão Kindle.

Publicidade

9. "Contos indígenas brasileiros" - Daniel Munduruku

Reprodução Amazon / Via amazon.com.br

Segundo Gomes, as histórias “nos levam à beira do rio Tapajós, onde os antepassados do autor viveram e onde hoje ainda vive o povo Munduruku, um dos mais bravos da história brasileira”.

Compre a partir de R$34,65. Entrega expressa gratuita para quem é Amazon Prime.

10. "Foi vovó que disse" - Daniel Munduruku

Reprodução Amazon / Via buzzfeed.com

"Faz parte da tradição indígena ouvir os avós com muita atenção. Eles são considerados sábios porque guardam as histórias dos ancestrais e as contam aos mais jovens, para que possam aprender sobre suas origens e sobre seu próprio papel no mundo. Nesta história do premiado escritor indígena Daniel Munduruku, o leitor conhece o menino Kaxiborempô. Ele o leva por um passeio pela floresta e pela cultura de seu povo. As ilustrações de Graça Lima mostram as cores, formas e texturas da natureza, da cultura munduruku e dos seres encantados da floresta."

Compre a partir de R$35,51. Entrega expressa gratuita para quem é Amazon Prime.

Publicidade

11. "A queda do céu: palavras de um xamã yanomami" - Davi Kopenawa e Bruce Albert

Reprodução Amazon / Via amazon.com.br

"Um grande xamã e porta-voz dos Yanomami oferece neste livro um relato excepcional, ao mesmo tempo testemunho autobiográfico, manifesto xamânico e libelo contra a destruição da floresta Amazônica. Publicada originalmente em francês em 2010, na prestigiosa coleção Terre Humaine, esta história traz as meditações do xamã a respeito do contato predador com o homem branco, ameaça constante para seu povo desde os anos 1960. A queda do céu foi escrito a partir de suas palavras contadas a um etnólogo com quem nutre uma longa amizade - foram mais de trinta anos de convivência entre os signatários e quarenta anos de contato entre Bruce Albert, o etnólogo-escritor, e o povo de Davi Kopenawa, o xamã-narrador. A vocação de xamã desde a primeira infância, fruto de um saber cosmológico adquirido graças ao uso de potentes alucinógenos, é o primeiro dos três pilares que estruturam este livro. O segundo é o relato do avanço dos brancos pela floresta e seu cortejo de epidemias, violência e destruição. Por fim, os autores trazem a odisseia do líder indígena para denunciar a destruição de seu povo. Recheada de visões xamânicas e meditações etnográficas sobre os brancos, esta obra não é apenas uma porta de entrada para um universo complexo e revelador. É uma ferramenta crítica poderosa para questionar a noção de progresso e desenvolvimento defendida por aqueles que os Yanomami - com intuição profética e precisão sociológica - chamam de "povo da mercadoria"."

Compre a partir de R$67,91. Entrega expressa para quem é Amazon Prime.

12. "Amazônia Indígena" - Márcio Souza

Reprodução Amazon / Via amazon.com.br

"Conheça a fundo a história e a situação atual da Amazônia e dos índios que vivem na região Com a bagagem de mais de quarenta anos de dedicação à cultura amazonense, Márcio Souza encarregou-se da tarefa monumental de reunir a mais recente pesquisa sobre a Amazônia e os índios da região, derrubando falsas ideias construídas por décadas de desinformação. Em capítulos curtos, de leitura fácil mas repletos de informação, Amazônia indígena fala das culturas primitivas da Amazônia, passando pelos horrores do processo colonial e dos sucessivos genocídios de indígenas que ocorreram na história do Brasil, até as atuais polêmicas ambientais. Os índios foram – e ainda são – bravos resistentes diante do poderio econômico e bélico das multinacionais e da destruição da floresta. Essencial para repensar a relação do Brasil com seus habitantes mais antigos, Amazônia indígena é uma densa e empolgante obra sobre o gigantismo da cultura dos índios e uma intensa reflexão sobre os rumos que o território amazônico está tomando."

Compre a partir de R$41,18. Entrega expressa para quem é Amazon Prime.

Publicidade

13. "O índio brasileiro e revolução francesa" – Afonso Arinos de Mello Franco

Reprodução Amazon / Via amazon.com.br

“Ele demonstra que as cartas de Vespúcio, as descrições de viajantes pela costa do Brasil, o relato dramático de Hans Staden, as observações do filósofo Montaigne sobre os Tupinambá — influenciaram Jean-Jacques Rousseau e os enciclopedistas do Iluminismo francês”, detalha Gomes. “Ao final fica bem evidenciado que a revolução francesa tem algo a ver com os índios brasileiros”.

Compre a partir de R$40,65. Entrega expressa e gratuita para quem é Amazon Prime.

14. "Ouro Vermelho: A conquista dos índios brasileiros" - John Hemming

Reprodução Amazon / Via amazon.com.br

"Esta é a primeira tentativa de abordar a história de todos os índios brasileiros durantes os séculos de conquista colonial. O primeiro contato que o autor teve com os índios brasileiros deu-se em 1961 numa expedição pelas cabeceiras do Rio Iriri quando sofreram uma emboscada preparada pelos Kreen-Akrore tribo ainda desconhecida no país. Após essa primeira expedição realizou várias viagens para diferentes regiões do país conhecendo em profundidade a realidade de nossos índios. Neste livro se propõe a escrever uma história dos índios brasileiros ou da conquista do Brasil em termos de seus povos nativos. Destaca a atuação dos exploradores europeus que deixaram alguma documentação sobre os índios que encontraram e especialmente a atuação dos jesuítas a seu ver de fundamental importância para o bem estar dos índios durante a maior parte do domínio colonial português. Termina com a expulsão dos jesuítas na década de 1760 quando o equilíbrio de poder entre os colonos e os índios já se havia modificado."

Compre a partir de R$78,90. Frete expresso gratuito para quem é Amazon Prime.

Publicidade

15. "Índios e caboclos" - Maria do Rosário de Carvalho

Reprodução Amazon / Via amazon.com.br

"Esta obra busca revisitar e reconstruir, através de estudos etnográficos, as categorias Índio e Caboclo, em diferentes campos semânticos, tendo como ponto de partida as suas contribuições na formação da nação brasileira. Através de artigos, faz uma retomada de dados históricos para estabelecer a distinção entre os índios e os caboclos, em seus principais pontos, sem deixar de lado seus papéis no candomblé."

Esse livro está GRATUITO em formato Kindle hoje na Amazon. Baixe o e-book aqui.

Leia mais:

Estas fotos mostram quem são os "guardiões da floresta", como o índio assassinado no Maranhão

Escrito por Mauro Albano • há 2 anos

10 coisas que os povos indígenas gostariam que você soubesse

Escrito por Sabrina Gahyva • há 2 anos

Eles sobreviveram a epidemias e trabalho escravo; agora, a ameaça é o fogo na Amazônia

Escrito por Tatiana Farah • há 2 anos

Como funciona o Prime Membership da Amazon Brasil

Escrito por Gaia Passarelli • há 2 anos

Publicidade

Veja também