25 fatos sobre os indicados ao Oscar 2020 de Melhor Fotografia que você provavelmente não sabia, mas com certeza deveria

Em "1917", a tomada mais longa que eles filmaram, na verdade, tinha nove minutos de duração.

1. Ao promover "Lady Bird: A Hora de Voar", Saoirse Ronan ouviu que Greta Gerwig iria dirigir "Adoráveis Mulheres", e disse imediatamente para ela: "preciso ser a Jo".

Araya Diaz / Getty Images

2. Cada uma das irmãs March em "Adoráveis Mulheres" tem uma palheta de cores central: Meg é verde e lavanda, Beth é marrom e rosa, Amy é azul claro e Jo é vermelho e anil.

Sony Pictures

A figurinista Jacqueline Durran disse à Vogue que "as cores foram na verdade tiradas dos cadernos que Marmee dá às garotas no livro, e incluímos a lavanda para Meg".

Publicidade

3. Também, durante todo o filme "Adoráveis Mulheres", Jo e Laurie estão constantemente trocando de casaco, Greta explicou que isso simbolizava a ideia de que eles eram a metade um do outro.

Sony Pictures / Via youtube.com

Jacqueline inventou a ideia de trocar os casacos com Saoirse e Timothée Chalamet.

4. Greta não deu o grande discurso de Amy sobre casamento à Florence Pugh até o dia em que estavam filmando a cena — na verdade, Meryl Streep inspirou Greta a escrevê-lo.

Sony Pictures

Florence explicou ao "THR: Awards Chatter Podcast" que Meryl disse à Greta porque "Adoráveis Mulheres" ainda é importante e incentivou-a a contar ao público como era ser uma mulher naquela época.

Publicidade

5. Em "Parasita", para alagar bem o bairro, o cenário foi construído na realidade por cima de um enorme tanque de água.

CJ Entertainment

Bong Joon Ho explicou sobre o cenário, dizendo: "[O departamento de arte] realmente foi até casas abandonadas onde pessoas costumavam morar, para pegar objetos, portas, janelas e pratos para realmente usá-los".

6. A melodia usada para "Jessica, Only Child, Illinois, Chicago", de "Parasita", é realmente uma música comum na Coreia, usada para ajudar estudantes a memorizar as coisas.

CJ Entertainment

Publicidade

7. Em "Parasita", o segundo andar da casa de Park foi criado usando telas verdes e azuis. O primeiro andar foi construído em um terreno vazio em Jeonju, na Coreia do Sul.

HanCinema / CJ Entertainment / Via youtube.com

8. Robert De Niro leu pela primeira vez o livro de Charles Brandt, "O Irlandês: Os Crimes de Frank Sheeran a Serviço da Máfia", em que se baseia "O Irlandês", lá em 2006, quando estava filmando "O Bom Pastor". Ele o trouxe imediatamente para Martin Scorsese.

Netflix

Scorsese contou ao "EW" que estavam tentando fazer esse filme há quase dez anos.

Publicidade

9. Joe Pesci recusou o papel de Russell Bufalino em "O Irlandês" mais de 50 vezes antes de decidir aceitá-lo.

Netflix

Scorsese explicou que, depois que a Netflix entrou em cena para apoiar o projeto, fazer "O Irlandês" pareceu valer a pena para Pesci.

10. Os processos de rejuvenescimento usados em "O Irlandês" foram tão complexos que a equipe de efeitos visuais criou 1.750 filmagens para o filme, o que é essencialmente o equivalente a fazer dois filmes.

Netflix

A equipe também criou um equipamento especial de câmera e uma nova tecnologia especificamente para capturar as performances de De Niro, Pacino e Pesci.

Publicidade

11. A primeira versão de "Jojo Rabbit" na verdade não incluía Hitler como o amigo imaginário de Jojo. Taika Waititi reescreveu o roteiro inteiro em apenas algumas semanas e decidiu transformá-lo em uma comédia.

Fox Searchlight Pictures

Ele disse ao Business Insider: "Eu normalmente não começo da página um, mas comecei e basicamente escrevi tudo até o fim. E surgiu o personagem do Adolf."

12. Foi na verdade decisão da Fox Searchlight ter Taika interpretando Adolf no filme — eles acreditavam que esse papel em particular "precisava ser interpretado pela pessoa que inventou esse personagem".

Fox Searchlight Pictures

Publicidade

13. Antes de encontrarem Roman Griffin Davis, Taika e os diretores de elenco procuraram em cinco países e assistiram mais de 1.000 vídeos de teste.

Fox Searchlight Pictures

Roman realmente fez teste para "Jojo Rabbit" depois de ter passado o texto em outro concorrente ao Oscar, "Ford vs Ferrari".

14. Joaquin Phoenix perdeu 23 quilos antes de começarem as filmagens de "Coringa" — ele explicou que achou que era uma maneira de retratar a fragilidade de Arthur.

Warner Bros.

Publicidade

15. Joaquin não leu as versões finais do roteiro de "Coringa" até chegar em Nova York para começar as filmagens — ele sugeriu que eles incluíssem uma dança no final, sem saber que ela já estava lá.

Warner Bros.

16. Todd Phillips guardou o diário completo de Arthur depois de terminar as filmagens de "Coringa".

Warner Bros.

Todd revelou ao "Collider" que sempre tenta guardar "um adereço de cada filme" que faz.

Publicidade

17. Em "Ford vs Ferrari", todos os carros clássicos foram construídos especificamente para o filme — o diretor James Mangold estava determinado a usar o mínimo de computação gráfica possível.

20th Century Fox

18. Quando Scarlett Johansson leu o roteiro de "História de um Casamento" pela primeira vez, a cena que mais a fez chorar foi o momento do cadarço sendo amarrado, no fim do filme.

Netflix

Scarlett explicou para o "The Wall Street Journal"

que foi um momento muito simples, mas muito comovente.

Publicidade

19. Ao filmar a cena em que Charlie e Nicole brigam em "História de um Casamento", Adam Driver na realidade deu um soco num pedaço de madeira — entre as cenas precisou colocar gelo em sua mão.

Netflix

20. Dean-Charles Chapman e George MacKay passaram quase um ano imersos em seus personagens de "1917" antes mesmo de começar as filmagens.

DreamWorks Pictures

Publicidade

21. Embora "1917" seja editado para parecer uma única tomada, a tomada mais longa que eles filmaram, na verdade, tinha nove minutos de duração.

DreamWorks Pictures

22. Sam Mendes criou um segundo roteiro de 45 páginas para "1917" que consistia apenas de mapas e diagramas mostrando onde os atores e a câmera se movimentariam, além de outros detalhes.

DreamWorks Pictures

Publicidade

23. Brad Pitt e Leonardo DiCaprio realmente fizeram um monte de improvisação em "Era Uma Vez em Hollywood".

Columbia Pictures

Leo disse ao "Deadline" que o relacionamento deles na tela "clicou logo de cara".

24. Uma versão inicial de "Era Uma Vez em Hollywood" incluía um momento em que Charles Manson e Cliff Booth se encaravam antes de Manson chegar na casa de Sharon Tate e Roman Polanski.

Columbia Pictures

Quentin Tarantino falou ao "Empire" sobre o corte da cena dizendo: "Até hoje penso se fiz a coisa certa".

Publicidade

25. E por último, Quentin Tarantino criou a última cena de "Era Uma Vez em Hollywood" quatro ou cinco anos atrás, e sempre soube que era assim que o filme acabaria.

Columbia Pictures

Este post foi traduzido do inglês.

Publicidade

Nós também vamos ver o Oscar! Acompanhe a cobertura do BuzzFeed Brasil no Twitter e no Stories nesse domingo a partir das 21h!

More on this

Quantos filmes indicados ao Oscar 2020 você já assistiu?

Escrito por Luiz Guilherme Moura • há 2 anos

Monte um filme 100% Brasil e diremos qual Oscar ele vai ganhar

Escrito por Victor Nascimento • há 3 anos

Só alguém fanático por cinema conseguirá acertar o nome destes 14 atores

Escrito por Robin Edds • há 3 anos

Publicidade

Veja também