Rita Moreno, Rachel Zegler e Ariana DeBose abordam as acusações de abuso sexual contra Ansel Elgort

Todos estiveram em "Amor, Sublime Amor".

BuzzShe

Aviso de conteúdo: Este post inclui relatos de abuso sexual.

Três integrantes do elenco da refilmagem de "Amor, Sublime Amor" (2021) se posicionaram sobre as acusações contra Ansel Elgort, que interpretou Tony no filme. O diretor Steven Spielberg recusou comentários, o que fez com que o assunto infelizmente tivesse que ser encarado pelas mulheres do filme.

Niko Tavernise / 20th Century Studios / Courtesy Everett Collection

Spielberg anteriormente já havia comentado, no entanto, que foi "fenomenal" e "um prazer trabalhar com Ansel".

Publicidade

Há um ano e meio, no Twitter, uma mulher acusou Ansel de ter abusado dela sexualmente em 2014, quando ela tinha apenas 17 anos e era virgem, compartilhando seu relato da dor emocional e física de ter transado a primeira vez com ele. Ansel negou as acusações e disse que eles haviam tido um relacionamento "breve, dentro da lei e completamente consensual".

Jesse Grant / Getty Images for 20th Century Studios

Ainda assim, as acusações contra Ansel parecem ter afetado o desenrolar de "Amor, Sublime Amor". Ansel esteve ausente na maior parte da divulgação de imprensa do filme – e até mesmo os trailers do filme parecem ter se esforçado para mostrar o menos dele o possível.

20th Century Studios / Courtesy Everett Collection

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Agora, após um mês da estreia do filme, alguns integrantes do elenco finalmente se posicionaram em uma entrevista à revista "Hollywood Reporter" sobre as acusações contra Ansel.

Niko Tavernise / 20th Century Studios / Courtesy Everett Collection

"Ninguém sabe realmente o que se passa na cabeça de alguém. Apenas as pessoas envolvidas naquela situação sabem o que aconteceu de verdade", disse Ariana DeBose, que fez o papel de Anita.

Jon Kopaloff / WireImage / Getty Images

Publicidade

Rita Moreno, que atuou como Anita na versão original e agora faz o papel de Valentina na refilmagem, disse: "Eu acho que seria absolutamente terrível e errado escolher lados nessa situação. Não é meu papel julgar."

Vivien Killilea / Getty Images for SiriusXM

E Rachel Zegler, que fez o papel de Maria, disse: "Nós fizemos o filme há dois anos e meio e muita coisa aconteceu no mundo desde então... Muito mudou de maneira pública e pessoal. Houve muitos despertares. Só podemos esperar que as pessoas envolvidas estejam bem e que perguntas sejam feitas de forma respeitosa para que todos tenham a oportunidade de se justificar."

Vivien Killilea / Getty Images for SiriusXM

Publicidade

Minha opinião pessoal de que é frustrante ver que "Amor, Sublime Amor" segue sem ter nenhuma discussão verdadeira sobre as acusações feitas contra Ansel. Mesmo eu acreditando que a maior responsabilidade continua sendo das pessoas que tomam decisões criativas no filme, é estranho ver comentários tão evasivos mesmo após um ano e meio desde que as acusações se tornaram públicas. Ansel ainda tem projetos futuros – uma série na HBO Max este ano – e ele parece ter voltado às redes sociais.

Axelle / FilmMagic / Getty Images

Veja também