Repórter do iG que denunciou MC Biel por assédio é demitida

E não foi uma demissão em massa.

Há 6 anos

Publicidade

Publicidade

Desde então, tudo que a página do iG no Facebook publica recebe comentários cobrando uma explicação.

Reprodução

Publicidade

As pessoas querem saber o que aconteceu.

Reprodução

Publicidade

Procurado pelo BuzzFeed Brasil, o portal iG não quis se manifestar sobre o caso ou sobre os motivos da demissão.

Publicidade

A repórter que sofreu o assédio havia sido afastada por prazo indeterminado pelo iG em 6 de junho. Segundo Patrícia Moraes, editora-executiva do iG que assinou a matéria denúncia, a empresa decidiu dar uma “licença” porque ela estava "muito abalada emocionalmente" depois que o áudio da entrevista com Biel foi publicado por um programa de televisão.

Reprodução

Foi o que a editora, que também é chefe da repórter, disse ao Ego em 8 de junho.

O portal iG também não quis se pronunciar sobre as circunstâncias do afastamento da repórter.

Publicidade

Update de 16h31 de sábado (18): Portal iG diz que demitiu repórter assediada por Biel em “reestruturação”. Nota da empresa, contudo, não faz referência ao caso em que ela foi assediada pelo cantor nem explica por que ela foi a única demitida na sexta. Veja aqui.

Desde que o caso veio à tona e passou a ser investigado, a repórter que sofreu o assédio não se manifestou publicamente. Por esta razão, o BuzzFeed Brasil não conseguiu verificar com ela as alegações da empresa sobre o afastamento nem as circunstâncias da demissão.

Publicidade

Curiosamente, pouco antes de a demissão da repórter do iG vir à tona, o Ego deu a notícia de que Biel foi denunciado de novo.

Reprodução / Via ego.globo.com

Veja também:

Como o cantor Biel está tentando justificar o assédio a uma jornalista

Mulheres compartilham histórias de assédio em agências de publicidade

Veja também