Quem são as mulheres que Beyoncé cita no remix de "Break My Soul''

Todas históricas para a música!

BuzzShe

Na noite desta sexta-feira (5), Beyoncé lançou de surpresa um novo remix de "Break My Soul". O que mais surpreendeu é que é essa versão tem Madonna.

Com elementos e vocais de "Vogue", a música atualiza as citações que Madonna fez na música original e coloca mulheres pretas em destaque.

"Madonna, Aaliyah, Rosetta Tharpe, Santigold, Bessie Smith, Nina Simone, Betty Davis, Solange Knowles, Badu, Lizzo, Kelly Rowl', Lauryn Hill, Roberta Flack, Toni, Janet, Tierra Whack, Missy, Diana, Grace Jones, Aretha, Anita, Helen Folasade Adu, Jilly from Philly, I love you, boo!"

"Michelle, Chlöe, Halle, Alicia, Whitney, Riri, Nicki, House Extravaganza, House of Revlon, House of LaBeija, House of Amazon, House of Avion, House of Balmain, House of Ninja, House on Lanvan, House of Telfar, House of Ladosha, House of Mugler, House of Balenciaga, House os Mizra".

Publicidade

1. Madonna dispensa apresentações. A cantora é uma das maiores artistas do pop e revolucionou a música.

Publicidade

2. Aaliyah foi famosa por redefinir o R&B contemporâneo, pop e hip hop. Morreu tragicamente em 2001 num acidente aéreo.

3. Rosetta Tharpe é simplesmente a mulher negra que inventou o Rock. Ela foi pioneira ao tocar guitarra na década de 40, quando era inimaginável uma mulher com esse instrumento.

Reprodução

Publicidade

4. Santigold é uma artista indie norte-americana. Com uma carreira bastante diversificada, ela é considerada uma forte influência para a geração atual de artistas.

5. Talvez um dos maiores nomes da história da música, Nina Simone foi um ícone do Jazz, tinha uma voz única e foi importante na luta pelos direitos civis da população negra norte-americana.

Reprodução

Publicidade

6. Não confunda Betty Davis cantora com a Bette Davis atriz. Betty é considerada a "Rainha do Funk" e ícone da era de ouro da soul music.

7. Muito além de ser irmã de Beyoncé, Solange Knowles é uma cantora renomada e lançou músicas incríveis nos últimos anos.

Publicidade

8. Lauryn Hill é outra que dispensa apresentações. Ícone do R&B, a cantora coleciona muitos sucessos e seus discos sempre estão nas listas dos melhores da história.

9. Parte do sucesso de Lauryn Hill está ligado a esta mulher: Roberta Flack é dona de umas das interpretações mais famosas de "Killing Me Softly With His Song", regravada muitos anos depois pelo grupo Fugees, do qual Lauryn fez parte. É quase incontável o número de hits de Flack e o quanto é importante para o soul.

Publicidade

10. Se tem um nome que marcou os anos 90, é Toni Braxton. "Un-Break My Heart" é daquelas músicas que todos sabem cantar e que é escolha certa em qualquer karaokê.

11. Com 60 milhões de álbuns e 70 milhões de singles vendidos, Janet é ate hoje lembrada por suas coreografias, e seu disco "Rhythm Nation" é considerado uma obra prima.

Publicidade

12. Nome recente da música, Tierra Whack tem um jeito único de se expressar e é um frescor que está agregando muito na indústria atual.

13. Missy Elliott é uma rapper vanguardista. Seus vídeos são uma aula de audiovisual, com danças incríveis. Uma das artistas mais criativas da história, ela é um poço de referência para todo mundo.

Publicidade

14. Diana Ross é a diva de todas as divas. A carreira de Beyoncé tem muitas semelhanças com a de Diana. Aos 78 anos, continua na ativa e enchendo plateias por onde passa.

15. É difícil resumir quem é Grace Jones. Ela é um ícone da disco, do house, do pop, das artes, do ativismo, dentre outros atributos. Vanguardista, segue sendo referência até hoje em todas as área. Além de ser citada na canção, ela empresta sua voz em outra canção de "Renaissance", "Move".

Publicidade

16. Aretha Fraklin foi talvez o maior ícone na música norte-americana. A Rainha do Soul foi inúmeras vezes considerada "a maior cantora de todos os tempos" em diversas publicações. "Respect" também figurou em diversas listas de maiores canções da história.

17. Anita Baker conquistou toda uma geração R&B dos anos 80. "Sweet Love" é uma canção que todos sabem cantar, é um hino natural e atemporal. Quem lembra de Ludmilla a homenageando no "Show dos Famosos"?

Publicidade

Veja também