Precisamos falar sobre o machismo que tem rolado em 'A Fazenda'

Erika Schneider, Aline Mineiro e Dayane Mello têm sido alvo de ataques dos homens da casa.

BuzzShe

Como de costume na maioria dos reality shows, parte dos homens escalados para o elenco dá show de chorume. Com "A Fazenda", não tem sido diferente.

Fazendeira da semana, Erika Schneider virou alvo preferencial dos peões. A crítica? Pedir que todos cumpram funções rotineiras, algo que é atribuição do cargo de quem lidera o jogo e tem imunidade.

Erika Schneider
Erika Schneider

Reprodução/PlayPlus

Curiosamente, depois que assumiu uma função de liderança, a ex-dançarina do "Domingão do Faustão" passou a ouvir dos companheiros que "mudou", que era "mandona" ou até mesmo "hipócrita".

Publicidade

"O que eu percebi muito aqui, e eu até comentei com a Mileide Mihaile, é que muitos homens… Eu, sendo mulher, senti que precisava falar um milhão de vezes para as pessoas me escutarem", disse Erika.

Erika Schneider
Erika Schneider

Reprodução/PlayPlus

“Pra alguns homens, receber ordens de uma mulher ou receber comandos de uma mulher… Muitos homens se sentem inferiores ou não aceitam receber ordens. Ficam olhando torto. Eu senti isso no dia que eu assumi e tava lá embaixo e vi alguns olhares. Nada diferente do que eu já vivenciei lá fora. E que às vezes tá embutido [na sociedade], eu senti, não vou mentir. Eu tenho que falar várias vezes e eu vejo gente falando que mudei, não é!”

Erika Schneider
Erika Schneider

Reprodução/PlayPlus

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Que esses péssimos exemplos sirvam de lição para os homens que assistem de casa.

E antes que digam "cresci entre mulheres" ou "tenho mãe e irmãs", importante lembrar: machistas não surgem do nada no mundo. Eles convivem com mulheres. Se aprenderam a respeitá-las é outra história.

Publicidade

Veja também