Natalie Portman se abriu sobre ter sido sexualizada na adolescência e como isso a fez recusar alguns papéis

"Acho que, naquela época, era muito normal."

BuzzShe

Natalie Portman está arrasando como Jane Foster em "Thor: Amor e Trovão."

Natalie Portman in her Thor costume and carrying Thor's hammer
Natalie Portman in her Thor costume and carrying Thor's hammer

Jasin Boland / Walt Disney Co. / courtesy Everett Collection

E sabemos que Natalie atua há anos – tendo estrelado filmes icônicos como "O Profissional" (1994) e "Brincando de Seduzir" (1996) quando ainda era adolescente.

Miramax / courtesy Everett Collection

Publicidade

Em uma entrevista com o Sunday Times, Natalie compartilhou o quanto ter sido sexualizada pela imprensa afetou suas decisões profissionais.

Franco Origlia / Getty Images for Disney

“Eu acho que, naquela época, era muito normal", ela disse. "Alguns papéis eram escritos dessa maneira e alguns jornalistas se sentiam no direito de escrever sobre isso dessa mesma forma."

20th Century Fox / courtesy Everett Collection

Na foto acima, Natalie no filme "Em Qualquer Outro Lugar", de 1999.

Publicidade

"Eu me lembro de ler uma matéria sobre mim quando tinha 13 anos e meus seios eram mencionados", ela disse.

20th Century Fox / courtesy Everett Collection

Natalie constatou que a sexualização da mídia a fez ficar "mais defensiva" na hora de tomar decisões profissionais – ela chegou a recusar roteiros que continham cenas de sexo.

Miramax / courtesy Everett Collection

Natalie em "Cold Mountain", de 2003.

Publicidade

“Foi tipo, não serei vista desse jeito", ela disse, "porque senti que era uma posição vulnerável e menos respeitável, de certa forma".

Fox Searchlight / courtesy Everett Collection

Natalie em "Hora de Voltar" (2004).

Esta não é a primeira vez que Natalie fala sobre ter sido sexualizada como atriz mirim. Em Novembro de 2020, ela também falou sobre sua experiência em "Brincando de Seduzir".

Samir Hussein / Getty Images / WireImage

Publicidade

Durante uma entrevista com Dax Shepard para o podcast "Armchair Expert", Natalie disse que o filme de 1996 - onde sua personagem de 13 anos e o adulto interpretado por Timothy Hutton desenvolvem sentimentos um pelo outro – a transformou em uma "Lolita".

Miramax / courtesy Everett Collection

"Ser sexualizada quando criança me privou de minha própria sexualidade porque me trouxe medo", ela disse. "A forma que consegui me proteger foi dizendo, 'sou conservadora', e 'sou séria e você tem que me respeitar', e 'sou inteligente' e 'não me olhe desse jeito.'"

Miramax / courtesy Everett Collection

Publicidade

Natalie só aceitou um papel com teor sexual quando fez uma stripper em "Closer: Perto Demais", de 2004 - ela tinha 25 anos.

divulgação

Pelo trabalho, a atriz foi indicada ao Oscar.

Você pode ler a entrevista completa de Natalie, em inglês, aqui.

Publicidade

Veja também