Não é só no Brasil que as bikes compartilhadas estão sendo depenadas

Alguns serviços semelhantes a Yellow pelo mundo já foram obrigados a parar de operar após sofrerem de forma irreversível com restrições governamentais, vandalismo e furtos.

Publicidade

A startup chinesa Gobee deixou Paris e Bruxelas após sofrerem o que eles chamaram de uma "destruição em massa" em sua frota.

Chun Hong Anakin Yeung / Via commons.wikimedia.org

Segundo a matéria, ao deixarem Roma, Milão e Turim a empresa informou que 60% de sua frota foi vandalizada, roubada ou jogada em rios.

A cingapuriana OBike chegou a pescar 42 bicicletas de dentro de um rio em Melbourne, na Austrália, antes de abandonarem definitivamente as operações no país.

Reprodução / ABC / Via abc.net.au

Publicidade

Na Nova Zelândia, uma bicicleta da empresa OnZo foi deixada na cratera de um vulcão!

Reprodução / Wikipedia / Via en.wikipedia.org

Publicidade

Por lá, se acumulam bolsões com milhares de bicicletas tiradas de locais públicos por estarem danificadas ou paradas em lugares indevidos que dão origem a estas fotos impressionantes.

China Stringer Network / Reuters

Segundo o New York Times, a frota desse tipo de bicicleta na China é estimada em 16 milhões unidades! E o governo teve que criar regulamentações como a obrigatoriedade de tecnologia geofencing e multas pesadas para as empresas para se certificar que as pessoas irão parar suas bicicletas em locais que não impeçam a circulação de pessoas e outros veículos.

Publicidade

Veja também:

Publicidade

Publicidade

Você já tem o app do BuzzFeed Brasil no seu celular? Baixe gratuitamente no Android e no iOS para ver todos os nossos testes, vídeos, notícias e muito buzz.