Manifestantes pró-Dilma acampam e MBL recebe convite para o Senado

"Torcidas" contra e a favor do impeachment na frente do Congresso Nacional. Muro separa manifestantes mais uma vez.

Manifestantes pró-Dilma acompanham de fora do Congresso Nacional o depoimento da presidente afastada nesta segunda-feira (29). Eles montaram acampamento do estacionamento perto do estádio Mané Garrincha.

Os ativistas pró-impeachment estão no Parque da Cidade.

Tatiana Farah/BuzzFeed Brasil

Publicidade

O primeiro movimento social a se instalar no acampamento foi o MLT (Movimento de Luta pela Terra). Na cozinha, dona Maria da Paz, uma das agriculturas do assentamento José Wilker, de Brasília, preparou o almoço dos ativistas que começaram a chegar ao longo do domingo.

Nas panelas: frango e nada menos que dez quilos de arroz. "Na segunda, chegam mais quatro fogões e vamos fazer 1.800 pratos", conta Da Paz.

Tatiana Farah/BuzzFeed Brasil

Publicidade

Mais uma vez, foi erguido um muro metálico para dividir os grupos contra e a favor da petista e evitar confrontos.

Andressa Anholete / AFP / Getty Images

Publicidade

Os representantes dos movimentos que apoiam o impeachment, como o Movimento Brasil Livre (MBL) assistem ao depoimento de Dilma dentro do Senado, na galeria do plenário.

Marcos Oliveira/Agência Senado

Publicidade

Kim Kataguiri, do MBL, disse ao BuzzFeed Brasil que foi convidado para o plenário pela advogada de acusação, Janaina Paschoal. Segundo a Coluna do Estadão, Kim Kataguiri está circulando com ao menos três seguranças da Polícia Legislativa.

Publicidade

Lula e Chico Buarque são convidados de Dilma, além de ex-ministros e líderes petistas.

Marcos Oliveira/Agência Senado

Publicidade