Algumas curiosidades meio estranhas sobre os bastidores dos seus filmes Disney favoritos

Por trás da mágica.

1. O ator que emprestou a voz ao Príncipe Eric tinha apenas 16 anos na época da gravação.

Disney

Christopher Daniel Barnes podia até parecer mais maduro, mas era adolescente quando interpretou o homem dos sonhos de Ariel. Enquanto isso, Jodi Benson, que dublou Ariel, tinha 28 anos na época da gravação (o que é bem contraditório, já que, no filme, Ariel tinha 16 e Eric era mais velho).

2. A voz de Natalie Portman foi usada nas primeiras animações de Rapunzel para Enrolados.

entry.embed_originalUrl

Embora seja difícil imaginar outra voz para Rapunzel que não a de Mandy Moore, os primeiros testes a lápis mostram que os animadores usaram a voz de Natalie Portman, de Closer – Perto Demais, em um monólogo emotivo para capturar os movimentos delicados da princesa.

Publicidade

3. Billy Crystal foi a primeira opção para dublar Buzz Lightyear, mas ele recusou o papel.

Disney, Disney

"Esse é o único arrependimento que eu tenho de ter recusado um trabalho", disse Crystal. Mesmo assim, ele admite que tudo deu certo no final, quando lhe ofereceram uma segunda chance de fazer parte do universo da Pixar no papel de Mike Wazowski. "Tim [Allen] é um cara bonito com uma voz potente. Mike se encaixou melhor para mim."

4. A Mattel NÃO quis que a Barbie participasse do primeiro Toy Story.

Disney

No roteiro original de Toy Story, Woody tinha uma queda pela Barbie, e não pela Betty, mas a Mattel recusou a oferta. Aparentemente, a Mattel não queria que a Barbie fizesse parte de NENHUM filme de animação, esperando assim deixá-la neutra, de forma que "as meninas imaginassem a personalidade que quisessem" para ela. Mas, depois do sucesso do primeiro Toy Story, a Mattel ofereceu generosamente a participação de Barbie em Toy Story 2 e Toy Story 3.

Publicidade

5. Jackie Chan deu voz (falando e cantando) à Fera na versão chinesa de A Bela e a Fera.

A capacidade de cantar e atuar de Chan se mostrou tão insuperável, que ele acabou escolhido para interpretar a Fera tanto falando quanto cantando na dublagem chinesa de A Bela e a Fera.

6. A música "Você quer Fazer um Boneco de Neve?" quase não entrou na edição final de Frozen – Uma Aventura Congelante.

Disney

Ela foi retirada, depois colocada de volta e depois retirada de novo, pois muita gente achava que a música retardava a abertura da história. Eles pareciam estar satisfeitos sem a música no filme até A ÚLTIMA E DERRADEIRA EDIÇÃO. "Ela ficou de fora até o último momento antes de o filme ser lançado", disse Kristen Bell.

Publicidade

7. E a mesma coisa aconteceu com a música "Parte do seu Mundo" em A Pequena Sereia.

Disney

Em uma exibição de teste antes do lançamento, um garotinho deixou cair a pipoca no meio da música, o que levou Jeffery Katzenberg (presidente da Disney na época) a deduzir que a música era muito chata para as crianças pequenas ficarem sentadas até o fim sem perder o interesse. Apesar disso, o restante da equipe lutou por manter a cena, e ela acabou entrando (graças a Deus).

8. O Juiz Doom foi cogitado originalmente como o caçador que atira na mãe de Bambi em Uma Cilada para Roger Rabbit*.

Touchstone Pictures, Disney

*Ok, tecnicamente o filme não é da Disney, mas está ligado a um clássico da Disney e, francamente, isso é bem estranho. Nos primeiros rascunhos do filme revolucionário Uma Cilada para Roger Rabbit, o vilão Juiz Doom não era APENAS o assassino por trás da morte do irmão de Eddie Valiant, mas TAMBÉM o caçador cruel que matava a mãe de Bambi. Isso foi cortado depois, simplesmente porque... QUE DIABOS É ISSO?!

Publicidade

9. Nos testes, o público não aplaudiu durante as músicas de Aladdin, então os animadores inseriram o letreiro "Aplausos" como uma piada interna.

Disney

Todos conhecem a etiqueta musical da Broadway de que se deve aplaudir os números musicais. No entanto, parece que o público presente nos testes não se impressionou muito com as gracinhas do Gênio gigante em "Nunca Teve um Amigo Assim". Depois de várias exibições de pré-estreia com nenhuma reação por parte dos espectadores, os animadores incluíram o letreiro luminoso "Aplausos" como uma piada interna.

10. Sean Connery foi cogitado para o papel de Mufasa.

Disney, Kevin Winter / Getty Images

James Earl Jones É Mufasa (não é uma opinião, apenas um fato), mas ele não foi o único dublador selecionado para o personagem. Durante a formação do elenco, Sean Connery foi um forte candidato ao papel e continuou sendo até o final, até Jones ser finalmente selecionado. Mais uma curiosidade: Eddie Murphy quase foi convidado para o papel de Timão, já que originalmente Nathan Lane fez um teste para dublar uma hiena.

Publicidade

11. A Disney foi processada por um biólogo pela maneira como as hienas foram retratadas em O Rei Leão.

Disney

Os produtores de O Rei Leão foram autorizados a visitar a Estação de Campo para Pesquisa Comportamental da Universidade da Califórnia para observar as hienas, e os pesquisadores esperavam que os animais fossem retratados de forma positiva. Infelizmente, quando o filme foi lançado, eles acharam que o comportamento de vilão das hienas retratado no filme seria prejudicial à proteção dos animais na natureza, chegando ao ponto de um pesquisador processar a Disney por "difamação de caráter" das hienas.

12. Pocahontas teria um peru falante de nome Redfeather como ajudante.

A ave divertida e gentil era um personagem importante do roteiro original. Nos primeiros testes (vistos aqui), o peru seria interpretado por John Candy e seria um personagem cômico. Mas o plano mudou drasticamente e o personagem foi abandonado quando os autores decidiram que nenhum animal do filme seria falante. Isso foi o que levou à criação de Meeko, o guaxinim que roubava biscoitos, e Flit, o passarinho zangado.

Publicidade

13. Patrick Stewart foi originalmente convidado para desempenhar o papel de Jafar em Aladdin.

Disney, Kevork Djansezian / Getty Images

Isso mesmo, inicialmente o Professor Xavier foi o principal candidato para representar o vizir real maligno, mas ele teve que recusar o papel devido ao conflito com as filmagens de Jornada nas Estrelas: A Nova Geração. Mais uma curiosidade: toda a parte estética de Jafar foi baseada na Malévola.

14. O Corcunda de Notre Dame tem um "easter egg" de Fantasia bem escondidinho.

Disney, Disney

Michael Surrey, um dos supervisores de animação de O Corcunda de Notre Dame, notou que uma parte da música "O Pátio dos Milagres" era MUITO parecida com "O Aprendiz de Feiticeiro", de Fantasia. Em vez de mudar a música, ele fez Clopin (que canta a música) prestar uma homenagem à cena icônica, levantando sua túnica e pulando como Mickey Mouse em Fantasia.

Publicidade

15. Phil Collins escreveu a música mais emocionante de Tarzan no verso de um papel de presente de Natal.

Disney

Caso você duvide do enorme talento de Collins, saiba que ele compôs os acordes de "No meu Coração você Vai Sempre Estar" sentado ao piano de seu vizinho em meio ao barulho de uma festa de Natal. Ele ficou com medo de esquecer a melodia que havia acabado de compor, então rabiscou os acordes em um papel de presente que estava por ali, e o resto é história.

Veja também:

21 vezes em que a Disney pegou um pouquinho pesado demais

Escrito por Spencer Althouse • há 4 anos

34 vezes em que os filmes da Disney foram bem errados

Escrito por Adam Ellis • há 5 anos

31 boys da Disney classificados de "nem pensar" até "eu pegaria esse desenho"

Escrito por Jenna Guillaume • há 4 anos

Publicidade

A tradução deste post (original em inglês) foi editada por Susana Cristalli.

Veja também