A mandioca é a melhor e mais importante comida do Brasil e eu posso provar

Pisando no arroz e no feijão.

Macaxeira, aipim, castelinha, uaipi, maniva, maniveira, pão-de-pobre...

Albert Eckhout, Wikipedia / Via en.wikipedia.org

A mandioca é encontrada em quase toda a América do Sul em vários tipos, cores, tamanhos, usos e nomes. Mas aqui no post vou chamar de mandioca mesmo.

A mandioca é a mais presente das comidas nas casas do Brasil – e não sou eu que estou falando...

Feraugustodesign, Pixabay / Via pixabay.com

"A mandioca e suas farinhas estão presentes em todas as mesas, das mais ricas às mais pobres, de norte a sul do Brasil," disse Alex Atala, que é empresário, chef e pesquisador de ingredientes brasileiros, em entrevista para a BBC na Inglaterra. Além disso, no começo dessa década a ONU elegeu a mandioca "o alimento do século 21".

O uso da mandioca na cozinha brasileira é herança dos primeiros habitantes dessa terra: os índios.

APU GOMES/AFP / Getty Images / Via AFP / Getty Images

Muito antes da chegada dos europeus, os povos indígenas de todo o território onde hoje é o Brasil cultivavam mandioca para fazer de tapioca à caxiri, um tipo de cerveja ainda hoje produzida pelos índios Waiapi no Amapá. Os portugueses, pegaram dos índios da região onde hoje é o Pernambuco o gosto pelo beiju, também conhecido como tapioca.

A tapioca, amada no Brasil todinho, nada mais é que fécula de farinha de mandioca passada numa chapa.

Christophe Simon / AFP / Getty Images / Via Getty Images

É prático, barato, leve, gostoso e combina com qualquer tipo de recheio doce ou salgado. A tapioca com tacumã e queijo coalho é bem popular no Amazonas (e é uma delícia!)

E não tem boteco sem alguma coisinha de mandioca no ~menu.

Fabricio Campos Zuardi via Flickr, Licence Commons / Via flic.kr

Botecos de São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro são terras férteis de quitutes como croquete de mandioca com carne seca. Existem infinitas receitas maravilhosas de petiscos com mandioca, como essas no Tasty.

Mandioca é essencial para essa delícia, o pão de queijo...

Tasty Demais / Via buzzfeed.com

O mineiríssimo pão de queijo leva polvilho. E polvilho é o quê? Amido de mandioca! A mesma coisa vale pro pastel de angu, um pastelzinho recheado feito de massa de angu, que leva fubá e polvilho.

Para bobó e pirão...

Moqueca da Dadá em Salvador, JackTwo via Flickr, Creative Commons / Via flic.kr

A Bahia tem uma culinária de origem africana diferente do resto do Brasil e por lá a mandioca é usada no bobó de camarão e como farinha pra engrossar o caldo de peixe e fazer pirão. A farinha de mandioca também é acompanhamento obrigatório de moquecas e da carne de sol, frita ou cozida.

Em churrascos...

WikiMedia / Via upload.wikimedia.org

Pedindo licença pra farinha de milho, a farinha de mandioca, bem fininha, é o item ~essencial pra acompanhar carne assada feijoadas, moquecas e barreados Brasil afora.

E em caldos.

YASUYOSHI CHIBA/AFP / Getty Images / Via AFP / Getty Images

Toda região do Brasil tem um caldo pra chamar de seu, mas em especial os caldos de peixes e crustáceos como o caldo de piranha no Mato Grosso e o caldo de sururu no litoral do nordeste, não existem sem farinha de mandioca.

Também é a base do tucupi...

Roberto de Vasconcelos, WikiImages / Via pt.wikipedia.org

Na região norte também rola muito tucupi, caldo de mandioca-brava que serve de base um monte de pratos típicos como o pato no tucupi. O líquido, que precisa ser fervido por horas antes de ser consumido em segurança, é essencial pro tacacá, uma sopa que cura qualquer coisa e leva folhas de jambu, camarões secos e goma de mandioca.

E de algo que nem brasileiro é: o bubble tea!

Criado em Taiwan, o bubble tea virou febre mundial e é originalmente feito com uma variedade de chás mais pobá ou sagu – ambos à base de farinha de mandioca. Aqui no Brasil a gente encontra casas de bubble tea nas grandes cidades, como essa acima em São Paulo que o Bring Me visitou.

instagram.com / Via Getty Images

Sabe o que mais? As FOLHAS também são comestíveis!

ISSOUF SANOGO/AFP / Getty Images / Via AFP / Getty Images

No Brasil consumimos mais as raízes, então pode ser que você nem saiba como é uma folha de mandioca e muito menos que elas possuem "teor altíssimo de proteínas, minerais e vitaminas essenciais ao corpo humano".

Deixo vocês com essa prova de que a mandioca já está vivendo no futuro e pode salvar o mundo da destruição iminente.

Parangole / Via parangole.com.br

Bioembalagens são embalagens ecológicas e biodegradáveis feitas a partir de uma biomassa de fécula de mandioca, água e resíduos naturais, como cana e bambu. Produzidas a partir de uma pesquisa realizada em Botucatu, interior de São Paulo, as peças tem textura de isopor, são super leves e resistentes e se dissolvem imediatamente quando em contato com água corrente ou em algumas semanas na terra, com toxicidade zero. O melhor: já dá pra comprar.