20 micões de brasileiros em seus primeiros meses no Japão

Aprontando várias confusões até o cérebro começar a pensar em japonês!

A página do Facebook Nihongo Wakaranai, expressão que pode ser traduzida para o português como "eu não falo japonês", reúne memes voltados para os brasileiros que estão vivendo no Japão e que, digamos assim, ainda não dominam 100% o idioma.

Está rolando um tópico na página onde estes brasileiros estão contando as maiores confusões que aconteceram em seus primeiros meses. Selecionamos e listamos aqui as melhores histórias contadas por lá.

1. "Pensei que o cara do trem estava me cumprimentando e dei a mão. Ele ficou totalmente sem reação e meus amigos morreram de rir".

Tagstock1 / Getty Images

“Primeira semana no Japão e o japonês do trem me pediu a passagem com a mão estendida, como eles sempre fazem. Na hora, eu pensei que ele estava me cumprimentando e dei a mão pra ele. Ele não sabia o que fazer! Meu amigos ficaram dando risada de se sentar no chão e e eu sem entender nada”. - Lilian M.

Publicidade

2. "Comecei a ficar com ódio do motorista e indignada perguntei à minha colega: 'O que esse cara tem contra o Ari?'"

"No meu primeiro dia de serviço, o 'tantousha' (intermediador entre a empresa e o profissional) me chamou e comigo de lado falou algumas coisas para a minha chefe. Ela acenou pra mim, dizendo o meu nome e disse 'coco' apontando pro chão. Eu fiquei procurando algum dejeto no chão e acabei tendo uma crise de riso na cara dela. Até descobrir que koko significa 'aqui' ainda demorou.

Mas não acabou aí. A empreiteira tinha um ônibus que levava e buscava os funcionários e o motorista era japa. Acabado o primeiro dia, subo no ônibus e percebo que todos avisavam os nomes das pessoas que estavam faltando para o motorista. Pedro... Paula... Maria... E quando todos gritavam Ari, ele fechava a porta e ia embora.

Segundo e terceiro dia mesma coisa. Eu comecei a ficar com ódio do motorista e indignada perguntei à minha colega: "O que esse cara tem contra o Ari? Coitado como ele ia para casa?" Depois de muita risada, ela me explicou que ele não estava falando 'Ari' e sim 'owari' (fim), e que todas as pessoas estavam no ônibus e ele poderia partir... 🤪Morri de vergonha! kkkk" - Lulu H.

3. "Os japoneses falavam 'irashaimase' (bem-vindo a nossa casa) e por muito tempo eu respondi a eles a mesma coisa".

Kavuto / Getty Images

"Quando cheguei no Japão, em qualquer lugar que eu entrava, os japoneses falavam irashaimase (bem-vindo à nossa casa). Eu achava que significava 'olá' e respondia a mesma coisa. Fiquei fazendo isso por muito tempo kkkkk". - Kah O.

Publicidade

4. "Virei minha moedeira no balcão com aquele ar de 'É dinheiro que você quer, então, tome!'. Só de raiva ela pegou todo o dinheiro e trocou por moedinhas de 1 centavo".

“O dia que fui sozinha pela primeira vez à farmácia, pensei: Me recuso a dizer nihongo wakaranai (não falo japonês), vamos ver no que dá. Na hora de pagar, coloquei exatamente o valor dos itens. A caixa disse algo e eu logo me toquei que faltava a diferença do imposto. Coloquei algumas moedas e ela continuou a falar. Pensei, ela quer mais dinheiro. Coloquei. Ela falou novamente. Então, virei minha moedeira com aquele ar de 'É dinheiro que você quer, então, tome!'. Só de raiva ela pegou todo o dinheiro e trocou por moedinhas de 1 centavo de iene e eu voltei pra casa com 35 moedinhas. 🤦🏻‍♀️🤷🏻‍♀️🤣” - Jacke M.

5. "O atendente falou 'atatame masu ka'? (Você quer que aqueça?). Eu não entendi nada. Aí tentou falar em inglês: 'Hotto, hotto!' Só piorou!"

Runin / Getty Images

“Fui comprar um obentô (refeição) no Family Mart (supermercado) pela primeira vez. Cheguei no caixa e o cara disse: 'Atatame masu ka?' (Você quer que aqueça?). E eu: 'Oi?' Percebendo que eu não estava entendendo nada, ele começou a falar em “inglês”: 'Hotto, hotto!' Só piorou! kkkkk Eu só apontava para a sacola, tipo: 'Bota aí dentro e me dá esse bentô!' Chegando em casa meu tio foi me explicar que eles esquentam o bentô, nunca na minha vida que eu iria imaginar isso” - Andréia S.

Publicidade

6. "Uma vez eu apertei o botão de emergência do banheiro do mercado achando que era a descarga".

“Uma vez eu apertei o botão de emergência do banheiro do mercado achando que era a descarga… kkkk” - Victor L.

7. "Não resisti e apertei o chuveirinho do banheiro e acabei saindo do banheiro encharcada!"

Ratchat / Getty Images

"Eu sempre via aquelas privadas cheias de botões de vaporzinho, chuveirinho, ventinho e era doida pra apertar! Daí, num toire (toalete) de depato (loja de departamento) ... Não resisti e apertei o chuveirinho! Só ouvi o barulho... 'Dzzzzz' e o caninho saindo. Olhei pra trás e começou a esguichar água adoidado! Foi água nas minhas costas toda! Eu levantei... com as calças no joelho... tapei o chuveirinho foi água pra todo lado! Saí encharcada! 😂😂😂😂😂" - Patricia T.

8. "Um japonês aos berros: 'SUTOPU, SUTOPU', só fui entender muito depois que o que ele estava falando era 'STOP'".

“Uma vez um japonês se enfiou no meio da prensa onde eu não tinha visão e quando estava para apertar o botão para ligar, apareceu um japonês aos berros: 'SUTOPU, SUTOPU' e eu lá sabia o que era isso! A japonesada gritava por tudo e na hora que eu ia apertar o botão da prensa, ele praticamente voou pra cima de mim. Só depois que eu fui entender que o que ele estava falando era 'STOP'”. - Wellington U.

9. "E eu que já tomei banho com um mochi (um bolinho à base de arroz) achando que era sabão de coco?"

Gyro / Getty Images

“E eu que já tomei banho com um mochi (um bolinho à base de arroz) achando que fosse um sabão de coco?”. - Rosana N.

10. "O motorista estava mandando eu sentar e eu parada olhando pra ele".

"Certa vez dentro do basu (ônibus) entrei e vi que tinha lugares pra eu sentar, mas mesmo assim eu queria ir em pé. Até que o motorista começou a falar no microfone e eu nem aí para nada, só mexendo no celular. Mas sabe quando você se sente observada?? Eu resolvi olhar ao meu redor e todo mundo estava olhando para mim! O motorista estava mandando eu sentar e eu lá com cara de paisagem! Ele parado no ponto e eu parada olhando pra ele 😂😂😂😂 Só assim eu me toquei que era pra sentar! Deus é mais nessas vergonhas!!!". - Natalia L.

11. "Já confundi baku (ré) com baka (idiota) e xinguei o instrutor da auto-escola".

Maroke / Getty Images

“Já confundi baku (ré) com baka (idiota) e xinguei o instrutor da auto-escola. Depois dessa, ele nem quis mais me dar aula 🤣🤣🤣” - Laine F.

12. "Um japonês veio me buscar e falou: soguei, soguei (transporte). Aí eu olhei pra cara dele e pensei: O que eu tenho a ver se ele é gay?"

"No meu primeiro dia de trabalho, um japonês veio me buscar e falou: soguei, soguei (transporte). Aí eu olhei pra cara dele e pensei: O que eu tenho a ver se ele é gay? 😂😂😂 Até ele me arrastar pra dentro do wagon (vagão) porque acho que fiquei tempo demais sem entender nada! kkkk". - Luci A.

13. "Quando olhei para trás tinha uns dois japas olhando pra minha cara. E só aí lembrei que "tintin" em japonês significa pênis".

Primagefactory / Getty Images

"Na primeira semana no Japão, fui ao supermercado, comprei vinhos e falei que ia fazer Tim Tim, quando olhei para trás tinha uns dois japas olhando pra minha cara. E só aí lembrei que "tintin" em japonês significa pênis. Fiquei bem sem graça 😂" - Dayanne G.

14. "Fui falar pra minha chefe que o batom dela tava borrado e falei que o chikubi (mamilo) tava kitanai (sujo)".

"Quando cheguei, uma das primeiras coisas que aprendi foi a falar as partes do corpo como olho, boca, nariz e isso não saiu da minha cabeça, até que fui falar pra minha chefe que o batom dela tava borrado e falei que o chikubi (mamilo) tava kitanai (sujo)". - Jessica B.

15. "Achei que tinha comprado uma meia sem par e descobrir que era um capa para o sentador do vaso sanitário".

Bee32 / Getty Images

"Comprei uma meia azul, parecia super quentinha. Mas achei estranho ter vindo só uma e guardei. Quando fui morar em alojamento descobri que era para encapar a parte do sentador em forma de u do vaso sanitário! 🤣😂🤣😂🤣". - Hedna K.

16. "Achei que tinha encontrado pão de queijo no Japão, era lula empanada".

"Eu tinha acabado de chegar no Japão e fui ao mercado. Chegando na parte dos congelados, vi uns pacotes e pensei: 'Que sorte! Pão de queijo!'. FIquei felizona e comprei dois pacotes com o pouco que eu tinha. Cheguei em casa e fui assar, nada do pão de queijo crescer um pouco, dourar. Começou a queimar, ficar preto! Até que a japa que dividia apartamento comigo chegou, viu e foi ler o rótulo. Era Lula empanada kkkkk" - Priscilla T.

17. "Minha tia pediu para uma brasileira trazer kiabetsu (repolho) e ela trouxe um monte de quiabo".

Bee32 / Getty Images

"Lembrei da tia Kazuko contando que quando ela trabalhou no bentoya (restaurante japonês) ela pediu para uma brasileira trazer Kiabetsu (repolho) e ela trouxe um monte de quiabo kkkkk" - Marisa S.

18. "A japonesa do meu lado aponta pro teto e começa a gritar: “Rato, rato”. Então, pensei: 'Nossa, os ratos aqui sobem até o teto!'"

Primeiro mês na fábrica, trabalhando com alegria. Então, a japonesa do meu lado aponta pro teto e começa a gritar: 'Rato, rato' e num pulo vou parar em cima da mesa do robô, olhando para o chão e procurando o tal rato. Mas ela apontava para cima, então, pensei: 'Nossa, os ratos aqui sobem até o teto!' De repente, uma pomba saiu voando e ela continuou gritando "rato, rato, rato", Então, desci da mesa, desenhei um rato. Ela caiu na risada e disse que o meu desenho era um 'nezumi' e que rato (hato) em japonês é pomba 😅😅😂😂". - Branca T.

19. "Só quando cheguei em casa descobri que kondomo (camisinha) e kodomo (criança) são coisas diferentes".

Paylessimages / Getty Images

"Minha filha de, na época, uns dois anos e perdeu na farmácia e, eu perguntei pra atendente se tissai kondomo wa doko desuka (onde tem camisinha pequena). Só quando cheguei em casa descobri que kondomo (camisinha) e kodomo (criança) são coisas diferentes😂🤦‍♀️" - Thais P.