19 descobertas que os brasileiros fazem quando vão para Buenos Aires

Olá, hermanos.

1. A decepção que é comer um alfajor do Havanna e perceber que é igualzinho ao que você encontra no Brasil.

E pelo mesmo preço :(

2. Confirmar que os argentinos realmente curtem futebol, e quando descobrem que você é brasileiro já começam o assunto.

E sempre acertam para que time você torce.

Publicidade

3. Finalmente entender quando dizem que brasileiro se reconhece de longe.

É uma falação alta, uma alegria excessiva, umas mãos balançando.

4. Descobrir que a Calle Florida é a 25 de março deles.

Só bugiganga.

Publicidade

5. Perceber que a água mineral deles tem gosto, mesmo a que é vendida em garrafinha.

Só não pergunta gosto do quê.

6. Ficar triste que, apesar de linda, a cidade é suja demais.

E os banheiros nem se fala.

Publicidade

7. Descobrir que o Caminito não tem absolutamente nada de mais.

Sério, são só uns barracos pintados.

8. Porém, as Galerias Pacífico são muito lindas mesmo.

Publicidade

9. Assim como o Puerto Madero!

Dá pra ficar o dia todo por ali.

10. "Onde está o tango que todo mundo fala?", você se pergunta.

"Sério, eu achei que ia ter uma galera dançando em qualquer lugar."

Publicidade

11. Se dar conta de que o metrô é mais velho e sujo do que muitos trens no Brasil.

E ainda por cima fedido e com umas galerias bizarras.

12. "Taí uma galera que curte um protesto".

Marcos Brindicci / Reuters

É impressionante como a cada 10 passos têm um piquete.

Publicidade

13. Todo mundo julga quando você fala portunhol no Brasil, mas em Buenos Aires ele é bem suficiente para se comunicar.

Divulgação

Olá, Hermanos :)

14. O encantamento com a cerveja Quilmes de litro baratíssima.

Mais barata que uma latinha no Brasil.

Publicidade

15. E a tristeza que são as redes de fast food.

E SUJAS.

16. Ficar chocado com a Plaza De Las Naciones Unidas.

E aquela flor monumental.

Publicidade

17. Ficar muito feliz com o fato de que o vinho é mais barato que o refrigerante.

Pelo menos em alguns restaurantes.

18. A tristeza que é chegar para almoçar e não servir mais almoço.

ISSO POR VOLTA DAS 14h!

Publicidade

19. Se apaixonar por Palermo e suas fofas lojinhas.

Coisa mais fofa do mundo.

Veja também:

Publicidade

Publicidade