11 motivos para maratonar Spin Out o quanto antes

Patinação competitiva! Dramas! Romances! Jonathan van Ness! Um gato fofo!

A série segue Katerina Baker (Kaya Scodelario) alguns anos após lesionar a cabeça em um acidente no rinque de patinação que ela achou que poria fim à sua carreira. Porém, quando Justin Davis (Evan Roderick) precisa de uma nova parceira, Kat faz a difícil transição da patinação solo para a patinação de duplas, enfrentando muitos problemas no caminho.

Netflix

Publicidade

Eu não vou mentir, a série me pegou com a premissa de romance e patinação no gelo, mas o que eu achei que seria algo "tão ruim que vira bom" se mostrou um programa fascinante e envolvente.

Netflix

A série é quase tão intensa quanto o olhar de Kat.

Por isso, estou aqui para convencê-lo a maratonar "Spin Out" assim que possível.

Publicidade

1. Para início de conversa, a representação de saúde mental na série é excelente.

Netflix

Kat e sua mãe, Carol (January Jones), vivem com transtorno bipolar, e a série – sem dar muitos spoilers – mostra os altos e baixos do distúrbio e todas as pessoas que ele afeta.

2. Também há representação racial na série.

Netflix, Netflix

Marcus (Mitchell Edwards) e Jenn (Amanda Zhou) são personagens principais que não apenas têm muita importância na trama, como também enfrentam desafios sutis por causa da cor de suas peles.

Publicidade

3. E também temos representação homossexual!

Netflix

Novamente sem querer revelar muito, Dasha (Svetlana Efremova), a técnica de duplas de Kat e Justin, tem uma trama que envolve um amor há muito perdido.

4. Os personagens são complexos e multifacetados, principalmente as MULHERES!

Netflix

Mandy (Sarah Wright Olsen) e Carol são rivais. Mandy – a madrasta de Justin – é a mãe que Kat deveria ter, enquanto Carol é a mãe que Kat tem. Há vezes em que você vai amá-las e outras em que vai odiá-las, mas, no fim das contas, você vai respeitá-las.

5. Há uma dinâmica incrível de amor e ódio entre irmãs que competem entre si em quase tudo.

Netflix

Tanto Kat quando Serena (Willow Shields) são patinadoras profissionais, mas Kat é bipolar e Serena não é. E apesar de Serena ser uma patinadora fantástica, é óbvio para todos que Kat é quem tem a "genialidade", para a admiração e o desgosto de Serena.

6. Também há uma excelente representação da amizade entre mulheres, que não gira apenas em torno de rapazes.

Netflix

Apesar de Justin ser um fator na amizade delas, a complicada relação entre Kat e Jenn é MUUUUITO mais profunda do que meros problemas com rapazes.

7. E falando de rapazes... A relação de Kat com Justin – no gelo e fora dele – PRENDERÁ você do início ao fim.

Netflix

Para uma dupla que passa muito tempo no gelo, eles são ABSURDAMENTE ~quentes~.

8. Além disso, se você é fã de patinação no gelo, a série é repleta das mais BELAS coreografias.

Netflix

Minha nossa. Eu sei patinar no gelo? Não. Mas eu quero virar uma patinadora no gelo olímpica agora? Com certeza.

9. E também rolam umas participações especiais divertidas! Como a do bicampeão olímpico Johnny Weir...

Netflix

Johnny Weir patinando em nossas telas é um sonho virando realidade.

10. ...e a de Jonathan Van Ness, de "Queer Eye"!

Netflix

Ele foi feito para esse papel.

11. E se NADA disso convenceu você, também há um gato adorável chamado Yoka.

Netflix

Sério, ele foi o meu personagem favorito da série. Olha esse rosto.

Então, faz favor e vá correndo assistir a "Spin Out"! Você não vai se arrepender.

Este post foi traduzido do inglês.