11 atores e atrizes que foram demitidos no meio das produções de grandes filmes

Quem disse que é fácil?

1. Lori Petty era a atriz principal em "O Demolidor", mas foi substituída por Sandra Bullock na sua primeira grande atuação.

20th Century Fox/Warner Bros.

Depois de estrelar no começo dos anos 90 em "Caçadores de Emoção" e "Uma Equipe Muito Especial", Lori Petty foi escalada para contracenar com Sylvester Stallone e Wesley Snipes. Depois de três dias de gravação, ela foi demitida e substituída por uma jovem e desconhecida atriz, chamada Sandra Bullock. Petty disse que parte do problema foi por ela ter se desentendido com Stallone, mas também há relatos que o estúdio não estava satisfeito com sua atuação.

2. Jean-Claude Van Damme interpretou o Predador pouco antes de ser substituído por Kevin Peter Hall.

Warner Bros/20th Century Fox

Antes de ser conhecido por suas habilidades em luta, Jean-Claude Van Damme tinha poucos créditos no seu nome. Parecia que isso ia mudar depois de ser escalado no filme "Predador", com Arnold Schwarzenegger. A ideia foi por água abaixo quando Van Damme não conseguiu mostrar o que tinha de melhor por conta da máscara enorme de alien, e ficava desmaiando. Não se sabe ao certo se ele se demitiu ou se foi demitido pelo produtor Joel Silver. De qualquer forma, o ator logo conseguiu outro papel que fizesse sentido em sua carreira no filme "O Grande Dragão Branco".

Publicidade

3. Dennis Hopper era Christof em "O Show de Truman", e logo foi trocado por Ed Harris.

20th Century Fox/Paramount

Dennis Hopper estava ressurgindo das cinzas graças ao seu papel em "Velocidade Máxima" quando foi chamado para interpretar Christof. Parece que depois de dois dias gravando, as coisas não estavam funcionando. A fofoca é que ou Hopper estava se destacando demais no papel, ou estava esquecendo as próprias falas. Depois do problema, Ed Harris o substituiu e ainda recebeu um Oscar como melhor ator coadjuvante.

4. Depois de algumas SEMANAS interpretando Eli Sunday, Kel O'Neil foi demitido e substituído por Paul Dano em "Sangue Negro".

Michael Buckner / Getty Images,

Kel O’Neill estava subindo na carreira mas ainda era desconhecido quando recebeu a notícia do novo papel. Mas depois de algumas semanas no trabalho, ele foi demitido. Existe a fofoca que O'Neil foi demitido por ficar intimidado por contracenar com um grande ator como Daniel Day-Lewis, mas essa história já foi desmentida pelos dois atores. Depois de não se entender com o diretor do filme, O'Neil saiu do cenário como ator e entrou em uma carreira de sucesso em documentários.

Publicidade

5. Julianne Moore foi demitida de "Poderia Me Perdoar?" pela diretora Nicole Holofcener seis dias antes das gravações começarem.

Bravo/ Fox Searchlight

Foi uma surpresa ver uma atriz reconhecida pela Academia ser demitida de um filme em produção. Moore contou que a diretora a demitiu, e que acha que elas discordavam sobre a personagem. Richard Grant, coadjuvante no filme, disse que a discordância entre as duas surgiu porque Julianne queria usar uma roupa gorda e nariz falso para se parecer mais com Lee Israel (a personagem que interpretaria) na vida real.

6. Colin Firth era a voz original de Paddington, mas teve seu trabalho de 11 horas jogado fora.

Tim P. Whitby / Getty Images,

Colin Firth foi escalado para fazer a voz do ursinho, mas depois de gravar todas as falas, teve todo o trabalho jogado fora. Quando sua voz foi aplicada na animação, o personagem ficou com um tom maduro demais. Todas as falas foram regravadas pelo ator Ben Whishaw.

Publicidade

7. Samantha Morton dublou a voz de Samantha em "Ela", mas também teve sua parte substituída depois de gravar tudo.

Gareth Cattermole / Getty Images / Warner Bros

A atriz faria a voz original da inteligência artificial em "Ela", por isso têm o mesmo nome. Mas na pós-produção, o diretor Spike Jonze decidiu que a voz não combinava e chamou Scarlett Johansson para substituí-la. Parece que não houve desentendimento, mas que a personagem que criou junto com a atriz para a dublagem não combinava com personagem que foi resultado das gravações.

8. James Remar interpretou Hicks em "Aliens, o Resgate" por duas semanas, e foi demitido pelo diretor James Cameron.

,

James Remar foi demitido do papel depois de duas semanas pelo que descreveu na época como "diferenças criativas". Muitos anos depois, Remar contou em uma entrevista que ele tinha um problema com drogas, que conseguiu superar. Ele disse que na época foi demitido por ter sido flagrado com posse de drogas.

Publicidade

9. Nicole Kidman era a protagonista inicial em "O Quarto do Pânico", mas foi substituída por Jodie Foster depois de um acidente.

J. Vespa / WireImage / Sony

Depois de 18 dias de gravações, Nicole Kidman machucou o joelho durante as filmagens. Ela tinha machucado o mesmo joelho um ano antes nas gravações de "Moulin Rouge!", e depois de ter feito exames ela descobriu que teria que ficar alguns meses em descanso. Então ela não chegou nem a ser demitida, ela teve que se retirar da produção. Por coincidência do acaso, o filme que Jodie Foster ia dirigir teve que ser interrompido, porque Russel Crowe (que faria o protagonista) sofreu um acidente também, e ela ficou disponível para o papel.

10. Kevin Spacey já tinha gravado toda a sua parte como J. Paul Getty em "Todo o Dinheiro do Mundo" quando foi cortado do filme e substituído por Christopher Plummer.

Sony

As acusações de assédio tomaram tamanho seis semanas antes da estreia do filme, e o diretor Ridley Scott agiu rápido e levou Christopher Plummer para regravar minuciosamente cada cena que Spacey aparecia. Por sorte, todas as locações que precisaram voltar estavam disponíveis, e só precisaram recriar a cena do deserto da Jordânia com tela verde.

Publicidade

11. Por último, Eric Stoltz interpretou Marty McFly em "De Volta Para o Futuro" por seis semanas antes de ser demitido e substituído por Michael J. Fox.

Universal

Essa é uma das histórias mais conhecidas de atores que foram demitidos durante as gravações. Os diretores Robert Zemeckis e Bob Gale queriam Michael J. Fox no filme, mas ele estava ocupado gravando "Caras e Caretas". Então escalaram Eric Stoltz como segunda opção. Depois de filmarem várias cenas clássicas do filme, os diretores perceberam que sua atuação não combinava porque era muito dramática e faltava o tom cômico de Marty. Então tentaram mais uma vez com Fox, e fizeram o acordo de gravar "De Volta Para o Futuro" de noite enquanto ele gravava a série durante o dia.

Esse post foi traduzido do inglês.

Publicidade