10 imagens do tumulto que adiou a votação da redução de maioridade penal

Teve protesto de estudantes, gritaria, briga e até gás de pimenta.

Depois de um tumulto, a votação da proposta de redução de maioridade penal que deveria acontecer nesta quarta foi adiada para a semana que vem.

O problema começou quando o presidente da comissão que analisava a proposta, deputado André Moura (PSC-SE), pediu a retirada de manifestantes contrários à redução, em sua maioria estudantes. Houveram discussões, brigas e uso de gás de pimenta pelos seguranças legislativos.

1. A deputada Jandira Feghali, do PC do B, postou um vídeo da confusão. Os estudantes empunhavam cartazes e gritavam palavras de ordem. "Não, não, não à redução!"

Publicidade

3. O tumulto começou por volta das 16 horas, uma hora após o início da sessão. Muitos dos estudantes que protestaram pertenciam à UNE (União Nacional dos Estudantes).

Publicidade

4. Vários dos cartazes pediam "+ escolas e - prisões".

5. Ou "+ escolas e - cadeias".

Publicidade

6. Houve bastante empurra-empurra e discussões entre estudantes e seguranças.

7. Aqui dá pra ver que os ânimos estavam um pouco exaltados.

Publicidade

8. Os seguranças apelaram para o uso de gás de pimenta na tentativa de conter a tumulto.

9. Como resultado, muita gente passou mal e houve até quem precisou sair da sessão precisando de ajuda médica.

Publicidade

10. Essa foto mostra uma jovem sendo ajudada por uma equipe de socorristas por causa do gás.

Agência Brasil

A próxima reunião está marcada para quarta (17) e deve ser fechada.

A PEC 171/93 prevê a redução da maioridade penal de 18 para 16 anos, qualquer que seja a infração praticada pelo adolescente, com referendo nas eleições de 2016.

Publicidade