O sucesso das sitcoms com protagonismo negro

Séries exibem famílias negras bem-sucedidas e bem-estruturadas para se contrapor aos retratos estereotipados dos negros em produções televisivas.

As séries de comédia que retratam o cotidiano comum de pessoas negras agradam boa parte do público. A identificação é instantânea!

Reprodução

A maioria delas exibe famílias financeiramente bem-sucedidas e bem-estruturadas para se contrapor aos retratos estereotipados dos negros em produções televisivas. No Brasil, o sucesso de várias dessas séries é garantido. E não foi por acaso!

"Eu, a Patroa e as Crianças" durou 5 temporadas, exibidas originalmente entre 2001 e 2005. Sucesso em várias partes do mundo, a produção mostrava uma família negra na frente das câmeras e, por trás, era comandada por outra família negra: os irmãos Wayans, que também eram os diretores e produtores da série.

Disney / ABC Domestic Television

Além de Damon Wayans, que fazia o papel de Michael Kyle, dois outros membros da família são bastante conhecidos no Brasil: Shawn e Marlon protagonizam o conhecido filme “As Branquelas” - dirigido pelo irmão mais velho, Keenen Wayans.

Publicidade

Inspirado por suas memórias de infância e adolescência, o conhecido ator e comediante Chris Rock cria a série "Todo Mundo Odeia o Chris", que deixou uma marca na história.

CBS Television Distribution

Com exibição original entre 2005 e 2009, foi uma das poucas sitcoms negras de sucesso mundial a retratar o cotidiano de uma família pobre dentro de um bairro pobre. Considerada uma das melhores do gênero, a série exibiu um incrível panorama sobre eventos marcantes na comunidade negra dos anos 80.

Em 1984, o já veterano do humor Bill Cosby resolve lançar e estrelar a sitcom "The Cosby Show", retratando o dia-a-dia da família Huxtable. Durante 5 temporadas, o programa foi líder de audiência da televisão americana e, por muitos, é considerado o mais importante show de entretenimento dos Estados Unidos da década de 1980. A produção chegou a ser exibida no Brasil pela Band.

NBC

Publicidade

"Black-ish", que estreou em 2014 e ainda está em exibição, mostra o cotidiano da família Johnson e o conflito de seu patriarca, Dre, ao tentar mostrar os valores da classe trabalhadora e cultura de rua para seus filhos.

ABC

A série resultou em dois spin-offs: "Grown-ish", mostrando a ida da filha mais velha Zoey para a faculdade, e "Mixed-ish", mostrando o início da vida da matriarca Rainbow em sua criação dentro de uma família multirracial.

Em 2020 foi lançada na Netflix a sitcom "#BlackAF", estrelada por Kenya Barris e Rashida Jones. O mocumentário mostra Kenya em uma versão ficcional de si mesmo, acompanhado por outros membros ficcionais de sua família. Além de "#BlackAF", Kenya também é criador das citadas "Black-ish", "Grown-ish" e "Mixed-ish".

Netflix

Publicidade

"Meu Pai e Outros Vexames" é a nova comédia estrelada por Jamie Foxx. No papel do bem-sucedido empresário Brian Dixon, a sitcom mostra seu cotidiano e convivência com sua filha adolescente, Sasha, interpretada por Kyla-Drew Simmons.

Netflix

A série tem inspirações na experiência entre Jamie e sua filha Corinne, que também assina produção executiva da série.

Veja também