Resumimos para você o que rolou (e o que não rolou) na série da Anitta na Netflix

"Vai, Anitta" não faz uma análise profunda sobre a cantora, mas mostra que ela é sim um mulherão da porra.

Na sexta-feira (19) estrearam os seis episódios do prometido documentário da Anitta para Netflix. E como somos muito legais resumimos tudo o que tem na série pra você:

Divulgação/Netflix

1. A série é produzida pela própria Anitta e por isso não apresenta um olhar muito revelador sobre ela.

"Vai, Anitta" tem pouco valor enquanto filme documentário, não apresentando uma narrativa interessante a cada episódio e sequer um ponto de vista exato do personagem que pretende retratar. Anitta está sob controle a todo momento.

Com seis episódios, a série acaba virando uma propaganda do projeto "Xeque-Mate", investida bem-sucedida da cantora na carreira internacional que contou com quatro músicas e quatro clipes, um por mês, entre 2017 e 2018.

Publicidade

Publicidade

5. A bissexualidade que Anitta já tinha assumido nas redes sociais é resumida a algumas frases de efeito.

O assunto é "polêmico" e também é de interesse dos seus fãs, mas a bissexualidade de Anitta não ganhou grandes proporções no documentário. A cantora revela que a mãe aceitou bem a revelação e que usou a música "I Kissed a Girl" da Katy Perry para levantar o assunto.

Mas ela não vai muito além. Anitta resume sua bissexualidade a um beijo e parece que não tinha ninguém atrás da câmera com autoridade para perguntar mais.

Publicidade

6. Anitta abre o coração sobre sua depressão, mas este é mais um assunto que fica na superfície.

Divulgação/Netflix

Outro banho de água fria do documentário é a forma como ele aborda episódios de depressão relatados pela estrela. Ver Anitta tão em controle finalmente ganha um contraponto quando ela revela que se sentiu deprimida com o fim do projeto "Xeque-Mate". A ideia de alguém que tem tudo e não é feliz faz muita gente se identificar com ela, mas novamente não há abertura para explorar o assunto e a série deixa a desejar.

Publicidade

8. Uma coisa é certa: Anitta é um mulherão da porra.

É muito bonito de ver a forma como Anitta gerencia sua carreira e controla todos os aspectos dela. Muito segura, ela aparece em sessões de gravação, shows, reuniões, vans, aviões, sempre muito preparada e em três línguas diferentes. Orgulho puro!

Publicidade

Veja também:

Maísa respondeu a comentários sobre seu corpo dando um show de maturidade e autoestima

Escrito por Victor Nascimento • há 3 anos

A Azealia Banks DESBANCOU o trono do Ronaldinho Gaúcho de rei dos rolês aleatórios

Escrito por Aline Ramos • há 3 anos

Uma mulher negra venceu o "Popstar" mas foi um show de homem branco passando vergonha

Escrito por Flora Paul • há 3 anos

Publicidade

Veja também