Porque o que aconteceu em Jacarezinho foi uma chacina

Esse post não é pra mostrar imagens gráficas das vítimas.

Ontem (6), uma operação da Polícia Civil dentro de Jacarézinho, um bairro do Rio de Janeiro, deixou 25 pessoas mortas.

@crisvector

Via: https://twitter.com/crisvector

Segundo a própria Polícia, era uma operação contra o crime organizado de aliciamento de crianças e adolescentes para ações criminosas.

Em junho do ano passado, o ministro Edson Fachin proibiu a realização de operações policiais dentro de favelas durante a pandemia.

@RicardoMoraesRM

Uma medida que visava proteger tanto os moradores que estariam dentro de suas casas, quanto os policiais que poderiam se expor ao vírus no serviço.

Publicidade

Não, não vai acabar com o crime. Segundo esse infográfico do G1, as operações se repetem com os mesmos objetivos e mesmos resultados no complexo do Alemão.

G1

Ou seja, esse tipo de "operação" não é exatamente efetivo contra o tráfico.

Publicidade

Sem falar que, além das pessoas dentro da favela, outras duas pessoas foram feridas por tiros de dentro de um vagão do metrô, que passava pela estação Triagem.

Reprodução

Um foi ferido na cabeça e o outro no braço, e os dois tiveram que esperar por socorro dentro da estação.

Mas afinal qual era a urgência da Operação Policial?

G1

Segundo a Polícia, depois de entrar nas casas dos moradores do bairro sem mandado judicial, foram encontrados 15 pistolas, 6 fuzis, 1 sub-metralhadora e munição antiaérea. A ação envolveu 250 policiais, 4 blindados e 2 helicópteros. Pra apreender menos armas do que pessoas mortas no final.

Publicidade

Sem narrativas ideológicas, aqui estão alguns direitos que foram violados na ação em Jacarézinho:

Publicidade

O direito à segurança dos moradores do bairro, o direito ao transporte e à segurança dos que estavam no metrô no momento da ação e o direito à proteção à infância a todas as crianças que estavam nas ruas do bairro junto aos policiais armados.

Este é o Artigo 6º da Constituição Federal.

O direito a um julgamento diante de um tribunal competente, negado às 24 pessoas mortas no local pela polícia.

UNICEF

Está no Artigo 8 da Declaração dos Direitos Humanos da UNICEF, do qual o Brasil é signatário.

Publicidade

O direito à segurança dentro da própria moradia das pessoas que tiveram suas casas invadidas sem mandado judicial.

Constituição Federal


Está no Artigo 5º Inciso XI da Constituição Federal.

Por último, o direito à não penalidade de morte dos 24 moradores de Jacarézinho.

Constituição Federal

Está no Artigo 5º Inciso XLVII da Consituição Federal.

A não ser que uma guerra esteja, de fato, declarada.

Publicidade

Veja também