Passei um dia com Juliana Paes nas gravações da próxima novela das 9

Entre glamour e perrengues, corremos atrás de uma estrela do horário nobre.

Quando alguém te pergunta se você quer acompanhar em primeira mão a gravação da próxima novela das 9, a resposta geralmente é: ÓBVIO!

Pelo menos esta foi a minha reação quando a assessoria de imprensa fez o convite. É que "A Dona do Pedaço", trama de Walcyr Carrasco, já está em gravação e as primeiras cenas seriam aqui em São Paulo. Para deixar tudo ainda melhor, a protagonista da novela será Juliana Paes e as cenas que eu iria acompanhar seriam justamente da sua personagem, Maria da Paz.

Então eu coloquei a minha melhor roupa, arrumei a mochila como quem vai para o primeiro dia de aula e parti para o meu encontro com uma estrela do horário nobre.

Reprodução/Victor Nascimento

Eu e Juliana parando para uma selfie no meio da correria.

Publicidade

"O que está acontecendo aqui?"

A produção da novela me pediu para chegar ao meio-dia no hotel de um endereço chique aqui de São Paulo. Então eu cheguei pontualmente, sem nem almoçar, com medo de atrapalhar alguma coisa no cronograma do dia. Mal sabia eu que a minha chegada era da significância de um grão de areia diante de tudo o que estava acontecendo ali. E olha que nem estávamos no Projac.

Assim que eu pisei no lobby do hotel, percebi aquele ar de que algo importante estava acontecendo. Dá para notar os passos das pessoas ligeiramente mais acelerados, a alta ocupação das poltronas da entrada e uma quantidade anormal de pessoas falando em seus rádios.

Então eu procurei algo para comer e me juntei às dezenas de pessoas que aguardavam no hotel - seja lá o que for. De um lado, estavam os jornalistas especializados em novela, um assunto que eu pensava dominar até conversar com eles que sabem dizer em qual capítulo aconteceu o que num folhetim de cinco anos atrás. Do outro lado, as caras incomuns dos figurantes, aquelas pessoas que teoricamente se parecem com pessoas reais, mas estão claramente maquiadas, penteadas e vestidas de um jeito que a gente normalmente não está.

E foi neste clima, que já parecia de uma novela, que esperamos Juliana Paes por cerca de duas horas. Mas antes que eu pudesse julgá-la ou chamá-la de diva, Juliana chega esbaforida na sala reservada para uma breve entrevista, explicando que a culpa é do trabalho de caracterização da novela. Nestas cenas, sua personagem, Maria da Paz, está vinte anos mais jovem e isso envolve colocar cabelo, maquiagem e alguns esparadrapos para esticar sua pele.

Juliana arrasta a cadeira que estava posicionada para ela, dizendo que quer ver a gente (os jornalistas) melhor. E é assim a atitude dela durante todo o tempo que passo com ela: acelerada e sem medo de botar a mão na massa.

Publicidade

Reprodução/Victor Nascimento

Juliana Paes em coletiva antes das gravações.

Em meio a perguntas sobre preparação e expectativa, uma pessoa da produção pergunta se ela não vai almoçar - a que ela prontamente responde que tem um croissant guardado na bolsa. Apesar de ser a "dona do pedaço" na vida e na trama das 21h, Juliana não tem mordomias e parece correr mais que todo mundo.

Eu pergunto o que ela aprendeu sobre confeitaria, já que sua personagem vai ficar rica vendendo bolos, e ela ri lembrando que teve que aprender a quebrar ovos com uma mão só. "Eu quebrava o ovo com uma colher como todo mundo, né? Aí uma confeiteira me ensinou a bater (o ovo) na lateral da tigela e abrir com uma mão só". Depois ainda questiono que bolo ela seria, ao estilo dos nossos testes do BuzzFeed. Sem titubear, ela responde que seu favorito é bolo de banana e canta com voz de criança: "Juliana gosta de banana".

Publicidade

Nem bem termino meu quiz improvisado, um produtor chega para terminar a entrevista. Nosso combinado era estar no set no máximo às 14:20 e já estávamos passando das 14:10. O tempo, de fato, é o inimigo de todos da equipe, que andam constantemente de cabelos em pé. No caminho para a van, pergunto à atriz, que já é veterana, o que esperar da gravação. Ela diz sem nem pensar: "muita espera".

É que estas serão cenas de Maria da Paz no começo da sua empreitada como confeiteira, quando ela vende bolos na rua. E isso quer dizer que não estaremos no estúdio, mas numa rua de São Paulo, com figurantes, pedestres de verdade e uma estrela do elenco principal debaixo do sol quente.

Publicidade

Reprodução/Victor Nascimento

Eu enfrentando o sol nos bastidores.

Como prometido pela protagonista, a gravação envolveu uma certa espera. Juliana chega abraçando o operador de câmera e perguntando qual o plano da cena, como um cirurgião que já entra no hospital de bisturi na mão. Um guarda-sol aguarda por ela em sua marca e os figurantes se preparam para andar de um lado para o outro, servindo a difícil missão de parecerem pessoas comuns.

A melhor parte é perceber que não é possível bloquear a rua para a cena e que diversos pedestres passam pelo ensaio sem imaginar que estão esbarrando na Juliana Paes. Muitos sequer notam a presença das câmeras e dos trilhos no chão. Até que uma senhora olha para a atriz e dá meia volta, interrompendo a marcação. "Você não é aquela menina da televisão?", pergunta. E Juliana aperta sua mão fazendo que sim.

E aí eles partem para mais um ensaio, e a câmera vai, e o som volta, e os figurantes sobem, e a produção desce. Enquanto tudo se ajeita, Juliana mantém o celular em mãos e o fone no ouvido. Eu pergunto o que ela está ouvindo e ela diz: "Já virou piada isso aqui entre a equipe." Ela revela que usa uma playlist para cada personagem e que algumas músicas a ajudam a chegar no clima que quer para cada cena. Qual a música que ela estava ouvindo? Bem, eu perguntei, claro, mas ela diz que não conta nem sob tortura.

Publicidade

Globo/João Miguel Jr.

Cena sendo ensaiada.

Já haviam-se passado algumas horas desde a minha chegada lá naquele hotel ao meio-dia, quando eu finalmente ouço o primeiro "ação" vindo de um alto-falante. A equipe do diretor fica dentro de uma tenda abafada assistindo a cena, mas em poucos segundos já ouço um "corta". Não deu nem tempo de espiar Juliana Paes servindo um pedacinho de bolo pro figurante e a cena já havia acabado.

Publicidade

É impressionante imaginar que toda aquela tarde, que para mim pareceu uma eternidade, na verdade vai virar apenas alguns segundos no ar dentro da novela. E a equipe continua correndo para montar um castelo de areia que em poucos segundos vai se desfazer no viaduto sobre a Avenida 23 de Maio.

O diretor anuncia que vai fazer uma tomada aérea usando um drone e precisamos liberar o set. De longe, vejo Juliana dando uma beliscada num bolo que faz parte da cenografia, já que nem tocou no croissant que tinha salvo em sua bolsa. Para sua sorte, tudo no carrinho de Maria da Paz é real - garante o diretor de arte que a cada grito de "corta" vai até os bolinhos para ver se está tudo bem.

Exausto, atravesso o viaduto para voltar para minha vida de não-global. Enquanto isso, Juliana parece prontíssima para mais algumas horas de trabalho e ainda uma ponte aérea de volta pro Rio. Ao passar por ela, que está de fone de ouvido mais uma vez, a atriz lança um beijo no ar em minha direção. Eu retribuo. E repleto de uma nova admiração que eu não esperava nutrir por uma estrela de novela, entro no táxi ansioso pela estreia da Dona Paes.

Publicidade

Globo/João Miguel Jr.

Juliana Paes nos bastidores de "A Dona do Pedaço", que deve estrear no dia 20 de maio.


Publicidade

Veja também:

Eu não creio que o casamento entre Claudia Raia e Alexandre Frota foi esta loucura

Escrito por Victor Nascimento • há 2 anos

18 coisas que a volta de Sandy & Junior nos fez lembrar

Escrito por Victor Nascimento • há 2 anos

20 tuítes que resumem a montanha-russa que foi a volta de "Game of Thrones"

Escrito por Isadora Manzaro • há 2 anos


Publicidade

Veja também