O superpedido de impeachment uniu todas as tribos

Quando você imaginou Kim Kataguiri, Joice Hasselmann e Gleisi Hoffmann lutando pelo mesmo ideal?

Foi no mínimo curioso ver nomes como Gleisi Hoffmann (PT), Kim Kataguiri (DEM-SP), Joice Hasselmann (PSL-SP), Jandira Feghali (PCdoB) e Talíria Petrone (PSOL-RJ) juntos na tarde desta quarta (30) protocolando o superpedido de impeachment contra Jair Bolsonaro (sem partido).

Reprodução/Globo News

Publicidade

Publicidade

Publicidade

O superpedido partiu de movimentos sociais e partidos políticos de esquerda e de direita, inclusive, de alguns que apoiaram Jair Bolsonaro (sem partido). O documento reúne 46 signatários e consolida outros 123 pedidos de impeachment já entregues à Câmara dos Deputados. Além dos partidos PT, PSOL, PDT e Rede Sustentabilidade, assinam o documento movimentos antagônicos, como Central Única dos Trabalhadores (CUT) e Movimento Brasil Livre (MBL).

Para que um provável pedido de impeachment seja aberto é necessário que o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), que é aliado do governo Bolsonaro, aceite-o.

Publicidade

Veja também