O que dá pra fazer com R$ 100 no Brasil hoje?

Com um peixinho no bolso, você compra o que?

Tela dividida em dois. Na primeira metade temos uma Pessoa enfiando um maço de dólares em um tanque de combustível. Na outra, um carrinho de super mercado vazio. No meio das duas há um texto escrito "miséria".
Tela dividida em dois. Na primeira metade temos uma Pessoa enfiando um maço de dólares em um tanque de combustível. Na outra, um carrinho de super mercado vazio. No meio das duas há um texto escrito "miséria".

Glow Images e Tara Moore / Getty Images

R$ 100, cem reais, um peixe. Chame como quiser, o importante é saber o valor de uma centena de reais no Brasil hoje.

Você tem ideia do que dá pra levar pra casa com a notinha azul no bolso?

18 dólares.

Nota de um dólar amassada.
Nota de um dólar amassada.

Steven Puetzer / Getty Images

O dólar turismo, isto é, aquele que você compra pra viajar, está avaliado em R$5,34. Ou seja, R$100 não te rende nem duas notinhas de dez doletas. Isso, claro, sem contar taxas que casas de câmbio cobram, IOF e afins. No mundo real, você teria bem menos.

Publicidade

16,6 litros de gasolina.

Gasolina sendo despejada.
Gasolina sendo despejada.

JamesBrey / Getty

De acordo com a Agência Nacional do Petróleo (ANP), o preço médio da gasolina é de R$ 6,007. Isso significa que com R$100, você não consegue colocar 17 no tanque. 

Daria pra encher só um terço do tanque de um Fiat Strada, o carro mais vendido do Brasil no primeiro semestre de 2021.

2 combos do Big Mac.

Duas batatas fritas do McDonalds.
Duas batatas fritas do McDonalds.

 Jakub Porzycki/NurPhoto via Getty Images

100 conto no mac dá pra fazer a festa, né? Na real, não. Com o dinheiro, malemal dá pra comer seu lanche e fazer uma gentileza pra outra pessoa. O combo do sanduíche (que vem com bebida média e batata frita) sai em torno de R$ 32. Ia voltar um troco, mas não dá pra pagar o terceiro não.

Publicidade

1 botijão de gás (se tiver sorte).

Um burro carregando dois botijões.
Um burro carregando dois botijões.

Kypros / Getty.

A ANP também revelou que o preço médio do botijão de gás de cozinha está em R$93. Ou seja, é provável que você gaste quase sua nota toda para cozinhar. O problema é que essa é só a estimativa, é bem capaz que você tenha que pagar mais do que isso - estourando seu orçamento da notinha azul. 

O jornal O Povo, por exemplo, apurou que mais de 40% dos municípios do Ceará já pagam mais de R$100 por botijão. 


Provavelmente nenhuma conta de luz.

Um $ com lâmpadas embutidas.
Um $ com lâmpadas embutidas.

Carol Yepes / Getty Images

A conta de luz subiu tanto no último ano que, passamos do alerta vermelho e entramos em uma nova fase chamada "Escassez Hídrica", onde o governo sobe o preço da energia, pra te fazer usar menos.

Na ponta do lápis vai dar pra sentir bem isso. A média de consumo de uma família brasileira é de 152 kWh /mês. Com esse gasto, uma conta no sudeste, por exemplo, sairia por cerca de R$106, sem aumentos adicionais. Com o novo custo, o valor será de R$ 187.

O diretor geral da Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL), André Pepitone, afirma que o custo médio do brasileiro era de R$60 - e passará a R$74. Você pagava isso?

Publicidade

Não mais que um décimo da cesta básica. 

Carrinho de super mercado vazio.
Carrinho de super mercado vazio.

Tara Moore / Getty Images

Com cemzão não dá nem pra forrar o fundo da cesta básica. Em julho, o Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos (Dieese) e o Procon revelaram que, a cesta para uma família de quatro pessoas sairia por R$1.064,79 na cidade de São Paulo. O custo varia de município para município, mas R$100 é um valor muuuuito longe do que seria necessário.

Veja também