Não adianta criticar o Nego do Borel com uma frase LGBTfóbica do Racionais MC's

Na discussão sobre o estereótipo debochado da "Nega da Borelli", usar um trecho de música que condena um homem porque ele usa saia e batom não parece ser o melhor caminho.

Há 3 anos

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Ou seja, na frase "em troca de dinheiro e um cargo bom, tem mano que rebola e usa até batom", Racionais falava justamente das travestis, mas sem reconhecer que eram travestis e bichas pretas afeminadas.

Nesta entrevista de 2014 para a Folha, KL Jay, dos Racionais MC's disse que o grupo não pensou no "tema gay" ao escrever a letra.

Reprodução / Folha / Via www1.folha.uol.com.br

Publicidade

Veja também:

Publicidade

Você já tem o app do BuzzFeed Brasil no seu celular? Baixe gratuitamente no Android e no iOS para ver todos os nossos testes, vídeos, notícias e muito buzz.

Publicidade