Morre Arnaldo Jabor, aos 81 anos

Jornalista estava internado há dois meses e não resistiu a um AVC.

Morreu na madrugada desta terça-feira (15), Arnaldo Jabor.

O cineasta, cronista e jornalista sucumbiu por volta da meia-noite, em decorrência de complicações do AVC sofrido em dezembro.

Reprodução/Internet

Publicidade

Ele estava internado no hospital Sírio Libanês, na região central de São Paulo. Durante o tratamento, ele chegou a apresentar melhora, mas não resistiu.

Sua carreira como cineasta inclui muitos sucessos, dentre eles "Eu Sei Que Vou Te Amar", que chegou a ser indicado à Palma de Ouro de melhor filme do Festival de Cannes, em 1986.

Publicidade

Chegou a compor algumas músicas, dentre elas "Amor e Sexo", gravada por Rita Lee.

Suas crônicas nos telejornais da TV Globo eram uma de suas principais marcas e não poupava críticas a políticos e a sociedade. Sua última aparição na televisão foi no dia 18 de novembro, quando abordou as suspeitas de interferência política no Enem.

Publicidade

Veja também