Assim como as mini cozinhas, a mini arquitetura brasileira é viciante

E ela mostra cada detalhe: do saco de lixo na calçada ao calendário religioso na parede.

Nos últimos anos a internet desenvolveu uma certa obsessão por mini cozinhas. Tão mágica quanto elas é a mini arquitetura brasileira, aquela que retrata os cantos mais diversos do nosso país.

Reprodução/Instagram

Para isso, alguns artistas estão criando dioramas, que é como são chamadas essas apresentações tridimensionais e realistas que reproduzem um ambiente, um cenário ou uma situação. 

Publicidade

Na época da escola a gente chamava esse tipo de projeto de maquete, mas o diorama é mais sofisticado e focado nos detalhes.

O artista plástico Marcelino Melo, mais conhecido como Nenê, reproduz a arquitetura das comunidades periféricas de São Paulo no perfil do Instagram Quebradinha. Aqui, ele fez uma igreja evangélica com mais dois andares acima.

Publicidade

Ele reproduziu também um barraco de madeirite. Se atentem ao detalhe do cadeado e das dobradiças da porta. É muito foda.

Na visão interna do barraco, dá pra sacar o preciosismo do Nenê ao criar cada coisinha, como os fios expostos e o calendário religioso na parede.

Publicidade

Morador do Jardim Piracuama, distrito do Campo Limpo, na zona sul de São Paulo, Nenê utiliza materiais recicláveis para construir seus cenários.

Neste vídeo, ele aparece fazendo uma laje com varal e roupas penduradas.

Publicidade

E é incrível ver cada objeto construído, como esta caixa d'água.

Este rodo com o pano já engatilhado.

Publicidade

E até uma TV antiga de tubo.

Outro perfil sobre o assunto no Instagram é o Mini Arquitetura Urbana. Quem nunca viu uma casinha como esta? Dá vontade de tocar a campainha e entrar pra tomar um café acompanhado por um bolinho de fubá.

Publicidade

Esta daqui é a residência real que serviu de inspiração.

O perfil é comandado pelo Caio e pela Aline. Eles não possuem formação em arquitetura ou design e simplesmente começaram a criar esses cenários porque amam fazer isso.

Publicidade

Quem também nunca passou por um boteco como este?

E é aquela coisa: detalhes são importantes. É por isso que o Caio e a Aline já reproduziram até mesmo bitucas de cigarro pra colocar no chão das maquetes.

Publicidade

Incrível, né? Esses artistas mandam muito. Que a gente possa ver cada vez mais a mini arquitetura brasileira por aí.

Veja também