Mel contou no Instagram como viveu um relacionamento abusivo

Primeiro, Erick reclamava das fotos que ela postava. Depois, dos comentários e mensagens. Um dia, a agrediu.

BuzzShe

Talvez você já tenha ouvido falar da Mel esta semana. Melissa, que estuda nos Estados Unidos, virou notícia ao gravar o momento em que sofria agressões do então namorado brasileiro, Erick – que dizia coisas como "você é uma mulher, tem que aceitar isso!".

Ela foi socorrida pelo porteiro, que chamou a polícia e uma ambulância. Erick foi preso em flagrante, sob fiança de U$ 60 mil, e terá de permanecer nos Estados Unidos para responder pelo processo, segundo reportagem do G1.

Mel usou o Instagram para compartilhar sua história e alertar para os sinais de um relacionamento abusivo. Na legenda da foto, repostada depois de ter sido apagada sem autorização pelo ex, ela conta como houve uma escalada de violência no comportamento de Erick.

Erick começou reclamando de fotos que ela postava. Depois, dos comentários que ela recebia. Depois passou a reclamar do WhatsApp. Um dia, então, agrediu ela fisicamente. "Eu peço que TODAS as mulheres possam ter força e coragem para terminar relacionamentos abusivos como o meu último", escreveu. E lembrou: "Um homem que te trata assim não te respeita e não te vê nem como ser humano. Ele não vai mudar. Se coloque em primeiro lugar sempre, antes que seja tarde demais".

Publicidade

Em outra postagem, Mel tirou uma selfie com os hematomas da agressão que sofreu. "Não vou esconder as marcas da minha história porque NENHUMA mulher precisa ter vergonha ou se sentir culpada por ter sido violentada", escreveu.

Aqui você pode ler sinais que ajudam a definir relacionamentos abusivos.

Publicidade

Se você está em um relacionamento abusivo ou conhece alguém que está em um, você pode conversar com alguém de sua confiança, ligar para o 180, a Central de Atendimento à Mulher, que funciona sete dias por semana e 24 horas por dia, ou procurar uma Delegacia da Mulher.

Veja também:

A história de Erika mostra como a violência contra a mulher se esconde

O caso Naldo resume como funciona o ciclo de violência em relacionamentos abusivos

Veja também