14 hits da música pop que completaram 18 anos em 2021

Sim, quem nasceu em 2003 tá virando maior de idade.

Caso você ainda não tenha sentido o peso da idade hoje, aqui vai uma informação meio chocante: o ano de 2003 foi há 18 anos. Para amenizar um pouco o sentimento de que o tempo voa e de que tudo é uma ilusão passageira, separamos aqui 14 hits icônicos da música pop que chegaram aos nossos ouvidos naquele ano.

"E aí, rapaziada?"

1. "Baby Boy", da Beyoncé com Sean Paul.

Pois é, um dos maiores hits da Queen B completou a sua maioridade em 2021. Provando que envelheceu como um bom vinho, a canção anima festinhas do mundo todo até hoje!

Publicidade

2. E "Crazy in Love", da Beyoncé com o Jay Z.

O "Dangerously in Love" sozinho já renderia uma lista inteira recheada de hits que saíram deste álbum. Porém, como a ideia é diversificar, escolhemos "Crazy in Love" como o segundo hino da Bey que merece ser exaltado por aqui. Com 18 anos nas costas, essa música é tão icônica que ela vai facilmente ser lembrada pelos próximos 18 - e além!

3. "Bring Me to Life", do Evanescence.

Tem leitor gótico por aí? Há 18 anos, Amy Lee e sua banda lançavam o hino que fez muita gente sofrer e cantar a plenos pulmões. Ai, que saudade daqueles tempos mais simples!

Publicidade

4. "In Da Club", do 50 Cent.

Não importa se o rap faz parte do seu gosto musical, é simplesmente impossível não mexer o corpinho logo nos primeiros segundos deste hino do 50 Cent.

5. "Molly's Chambers", do Kings of Leon.

Lembra deles? Anos antes de explodir mundialmente com o hit "Sex on Fire" em 2008, a banda Kings of Leon já vinha sendo notada pela canção "Molly's Chambers". Ela está presente no álbum "Youth and Young Manhood", que foi considerado pela NME como um dos melhores discos de estreia daquela década.

Publicidade

6. "Brilha La Luna", do Rouge.

Nem só de canções gringas vive a nossa lista! Em 2003 o grupo Rouge lançou o álbum "C'est La Vie" e, junto de outros hits como "Um Anjo Veio Me Falar" e "Vem Cair na Zueira", as meninas comandaram todas as festinhas da época com a melodia animada e a coreô inesquecível de "Brilha La Luna".

7. "Seven Nation Army", do White Stripes.

A dupla mais esquisita e também mais legal daquela época tem diversos hinos no currículo, mas o maior deles talvez seja "Seven Nation Army". O ritmo inconfundível que explode na segunda metade da canção levava todo mundo à loucura - até quem não era muito roqueiro.

Publicidade

8. "Are You Gonna Be My Girl", do Jet.

Essa é mais uma que mexe com a memória de quem usava calça skinny e All Star! Com este hino o Jet animou baladinhas indies do mundo inteiro, e a música fez tanto sucesso que ganhou um relançamento anos mais tarde, em 2005.

9. "Shut Up", do Black Eyed Peas.

Os donos e proprietários do pop dos anos 2000 alimentaram demais os fãs quando lançaram o álbum "Elephunk" lá em 2003. Na lista de faixas tem diversos hinos como "Let's Get It Started" e "Where Is The Love?", mas o mais marcante deles com certeza foi "Shut Up".

Publicidade

10. "Slow", da Kylie Minogue.

Com um clipe capaz de ressuscitar a libido de qualquer pessoa, a música "Slow" é um marco na carreira da Kylie e se mantém até hoje como uma das mais aclamadas pelos fãs. Sinceramente? Merece tudo e mais um pouco!

11. "Hey Ya!", do Outkast.

É impossível ter passado pelo ano de 2003 sem ter escutado "Hey Ya!" pelo menos umas 100 vezes. A música foi a definição de hit global e ainda ganhou um clipe que é tão bom que atravessa gerações. Aposto que só de ler isso o refrão já começou a tocar na sua cabeça...

Publicidade

12. "Maps", do Yeah Yeah Yeahs.

Quem é mais novinho talvez conheça essa música por causa da Beyoncé, já que a diva usou um sample dela em "Hold Up", um dos hinos presentes no álbum "Lemonade". Porém, lá em 2003, muito antes de ser trilha do sofrimento de Bey, "Maps" já estava cortando os corações de muitos roqueiros por aí.

13. "Milkshake", da Kelis.

Outro hino que é simplesmente impossível ouvir sem sair por aí girando em alta velocidade. Com "Milkshake", Kelis entregou um dos hits que mais marcaram o ano de 2003 - e continua uma delícia!

Publicidade

14. E pra encerrar: "Me Against The Music", da Britney Spears com a Madonna.

O mundo dos fãs de música pop parou de girar quando Britney e Madonna anunciaram esta parceria e, apesar de não ter tido muito sucesso comercial, a canção atravessou seus 18 anos de existência sendo bastante lembrada em qualquer baladinha LGBT. Isso é impacto cultural!

Veja também