9 apresentações ao vivo que foram bastante criticadas

Momentos marcados por notas erradas e exageros desnecessários.

Muitos artistas musicais trabalham o ano todo pra chegar com tudo na temporada de premiações. Porém, como a gente bem sabe, performances ao vivo são sempre uma caixinha de surpresas - e tudo pode dar errado num piscar de olhos. Nesta lista, separamos 9 apresentações ao vivo que foram bastante criticadas pelo público.

Reprodução

1. Olivia Rodrigo no VMA 2021:

Ela é novata, mas já deu o nome: Olivia Rodrigo é dona de um dos maiores hits do ano, e rapidamente se tornou a nova queridinha do público e da indústria. Porém, sua apresentação de "good 4 u" no VMA da noite passada foi bem... difícil. Na internet, as pessoas comentaram que Olivia parecia estar muito nervosa e que faltou fôlego para cantar algumas partes da música. Tudo bem, Olivia, acontece!

Publicidade

2. Lana del Rey no "Saturday Night Live":

Girando, girando, girando... Foi assim que Lana se apresentou ao som da música "Blue Jeans" nesta edição do "SNL", exibida em 2012. A performance da cantora ficou marcada na cabeça do público pelos vocais desafinados e pela falta de presença de palco. Em um determinado momento, ela começa a girar e ninguém entendeu nada - mas pelo menos rendeu um dos memes mais populares daquele ano!

3. Red Hot Chilli Peppers também no "SNL":

Diz a fofoca que o guitarrista John Frusciante não estava nada feliz naquele dia porque teria sido ignorado por Madonna nos bastidores do programa. Sendo verdade ou não, ninguém esperava que a apresentação do grupo fosse sabotada por um dos seus próprios membros! Durante a performance de "Under the Bridge", Frusciante começou a improvisar na guitarra e tocar notas que destoavam do resto. Isso tudo enquanto o vocalista Anthony Kiedis, com uma cara de que não estava entendendo nada, tentava acompanhar. No fim da apresentação, Frusciante ainda começou a gritar no microfone deixando todo mundo sem saber o que fazer. Mais tarde, em sua biografia, Kiedis disse que aquele momento foi como "levar uma facada nas costas na frente dos Estados Unidos".

Publicidade

4. Sam Smith no Oscar de 2016:

Reprodução

Até o próprio Sam reconheceu que esta performance foi um fiasco, e por isso ela não está disponível em seu canal oficial no YouTube. Em 2016, o cantor britânico concorreu ao Oscar com a canção "Writing's on the Wall", feita para o filme "007 - Contra Spectre". Sam estava claramente nervoso durante toda a apresentação, sem saber direito o que fazer e errando diversas notas. Apesar de tudo, ele conseguiu levar a estatueta para casa naquela noite. Ufa!

5. Lady Gaga no Grammy de 2016:

Reprodução

O mundo ainda estava de luto por causa da morte de David Bowie, e mesmo assim Lady Gaga topou homenagear o ícone no Grammy daquele ano. Infelizmente, a performance da Mother Monster foi bastante criticada. Gaga não desafinou e nem saiu do compasso, mas a crítica geral foi de que a cantora exagerou nos trejeitos e acabou fazendo a homenagem ser sobre ela. Em poucos minutos ela misturou vários looks, fez um medley apressado dos hits de Bowie e ainda contou com telões e projeções sem sentido no palco. A apresentação da Gaga foi demais - mas não no bom sentido.

Publicidade

6. Nicki Minaj no Grammy de 2012:

Esta é mais uma performance que foi criticada pelo excesso, mas é tão controversa que, hoje em dia, muita gente diz que foi boa, sim! A questão é que, na época, Nicki não agradou ao público quando resolveu levar o tema "exorcismo" para o palco da premiação. Ela começa cantando ao lado de um padre, e logo depois a performance é interrompida por uma dramatização - protagonizada por ela mesma - que mostra um exorcismo no telão. De volta ao palco, Nicki é amarrada, encena mais um exorcismo e no fim acaba flutuando em um palco em chamas e cheio de gente em cima. Em um determinado momento, ela também canta fora do ritmo. Talvez tenha sido muita coisa mesmo...

7. Pharrell e Hans Zimmer no Grammy 2015:

Reprodução

O que acontece quando gênios da música se unem? Bom, neste caso, uma confusão. Pharrell foi ao Grammy naquele ano para performar o hit "Happy", e convidou o compositor Hans Zimmer, famoso pelas suas trilhas sonoras, para se juntar ao palco com ele. Acontece que a roupagem de música clássica que os dois deram para a canção ficou exagerada e sem sentido, e as pessoas simplesmente não conseguiram assimilar tantos elementos acontecendo de uma só vez no palco. Esta apresentação também não está no YouTube.

Publicidade

8. Black Eyed Peas no Super Bowl 2011:

É verdade que o Black Eyed Peas nunca foi conhecido por ser discreto, mas nesta apresentação o pessoal achou que eles passaram dos limites. A perfomance do grupo no Super Bowl foi simplesmente... cringe. Fergie e will.i.am pareciam não conseguir acertar uma única nota, enquanto se desdobravam pra dançar, pular e interagir com os outros milhares de elementos do palco ao mesmo tempo. O que era pra ser uma apresentação empolgante e cheia de hits acabou virando algo digno de programa de auditório. Na época, a revista Rolling Stone elegeu este como o pior show da história do Super Bowl.

9. Kanye West e Lil Pump SNL:

Vestido de garrafa de água Perrier, Kanye West protagonizou um dos momentos mais cringe do programa - mas ele não estava sozinho. O rapper Lil Pump, que você vê vestido como uma garrafa de água Fiji, também participou da apresentação onde eles cantaram a música "I Love It", que fizeram em parceria. A crítica do público foi que tudo pareceu muito forçado, pensado milimetricamente pra virar meme e viralizar nas redes. Parece que os dois resolveram levar para o o palco uma piada interna que só eles achavam graça, e o resultado foi que ninguém da audiência se divertiu - ou entendeu o que rolou ali.

Publicidade

Qual performance ao vivo ficou marcada na sua memória por ter sido um flop total? Conta pra gente nas nossas redes sociais!

Veja também