Lil Nas X preso hoje?

Entenda a treta com a Nike que acabou em processo e ameaça de prisão.

Se você nunca ouviu falar do cristalzinho, Lil Nas X é um rapper americano de 22 anos, dono dos hits "Old Town Road" e "Montero (Call Me By Your Name)".

Lil Nas no clipe de "Old Town Road".
Lil Nas no clipe de "Old Town Road".

Youtube

O músico trouxe outra perspectiva ao hip-hop quando, bem no começo de sua carreira, se declarou gay - considerando que este gênero musical é bastante heteronormativo. Hoje, ele é um ícone que traz visibilidade à cultura negra e queer no rap e na sociedade.

Em março de 2021, Lil Nas X quebrou a internet com a música e o clipe de "Montero (Call Me By Your Name)", e o hit já conta com aproximadamente 1 bilhão de streams somando todas as plataformas. Porém, o que ninguém esperava é que esse sucesso todo renderia um processo e até ameaça de prisão.

Lil Nas no clipe de "Montero".
Lil Nas no clipe de "Montero".

Youtube

Publicidade

A confusão começou com a venda limitada de 666 pares do bootleg do tênis Air Max 97, da Nike, inspirado na história do clipe.

Lil Nas segurando o tênis polêmico.
Lil Nas segurando o tênis polêmico.

Divulgação/MSCHF

O calçado conta com diversos detalhes que remetem à teorias da conspiração e referências satânicas, como a passagem bíblica Lucas 10:18, que diz: "E disse-lhes: Eu via Satanás, como raio, cair do céu.". Além disso, até mesmo uma suposta gota de sangue está presente no tênis. Isso fez o calçado ser apelidado carinhosamente de "tênis do satanás". Apesar da polêmica, a tiragem toda foi vendida em menos de um minuto.

O problema é que a Nike não produziu esse tênis e nem permitiu que ele fosse comercializado pela "MSCHF", empresa que cria os calçados do rapper.

Foto do Jesus Shoes, bootleg isento de críticas produzido pela mesma marca.
Foto do Jesus Shoes, bootleg isento de críticas produzido pela mesma marca.

Divulgação/MSCHF

A Nike então decidiu mover uma ordem de restrição contra a empresa de customização, alegando que essa associação com o mal prejudicou a marca. O mesmo não aconteceu com outros bootlegs, como o Jesus Shoes - tênis que, ao invés de sangue, contava com água benta no solado. Estaria a Nike deitando para o conservadorismo?

Publicidade

Lil Nas, que não é bobo, capitalizou em cima dessa briga judicial e desde então vem sendo chamado de "gênio do marketing". Ao mesmo tempo em que comparecia ao tribunal para responder ao processo movido pela Nike, ele promovia seu novo single "Industry Baby".

Prelúdio do clipe Industry Baby de Lil Nas X.
Prelúdio do clipe Industry Baby de Lil Nas X.

Youtube

Em "Industry Baby", LNX além de interpretar a si mesmo ainda dá vida a um juiz e a um advogado. Ele é um artista completo, ele! A música, produzida por Kanye West e Take a Day Trip, fala sobre o julgamento da Nike. Mas, na corte do clipe, ele é julgado e condenado por conta da sua sexualidade.

E você, tá pronto pra mais um hit do cantor? O clipe já estreou e o cantor vai doar todo o lucro da música para pagar a fiança de pessoas negras que tiveram os direitos encarcerados. Mais um motivo pra hitar muito e você pode assistir aqui:

Publicidade

Veja também