7 lições que o 'BBB 21' vai deixar

Lembra quando tudo era flores?

1. Não adianta fugir do cancelamento.

Globo

Quem lembra na primeira semana do programa quando os participantes fizeram uma rodinha do amor, e muitos falaram que tinham medo do cancelamento? Pois bem, agora os Top 3 mais rejeitados da história do programa são ex-participantes desse ano, e os três entraram como participantes Camarote. Em um movimento maior do que o ano passado, celebridades perderam milhares de seguidores nas redes.

2. O black é SIM uma coroa.

Globo

Uma pauta que esteve no BBB20 e apareceu mais uma vez na edição desse ano. O black é usado como forma de resistência, uma expressão cultural, e não só um penteado ou cabelo bagunçado. Seja de forma asquerosa e cruel, ou seja em micro agressões, racismo é racismo.

Publicidade

3. O que não fazer quando o amiguinho sai do armário.

Globo

Lembra quando rolou o beijo mais lindo do programa e todo mundo achou que era estratégia? Quando Lucas e Gil se beijaram, os participantes começaram a especular que era jogo, e que Lucas estava se aproveitando de Gil. Isso só pelo motivo de ele não ter gritado aos sete mares que é bissexual. Bom, no fim da história, muitas pessoas da casa (incluindo participantes LGBTI+) desvalidaram sua sexualidade e enterraram uma saída de armário em rede nacional.

Quer saber o que se fala pra uma pessoa que se assume bissexual? Fala assim: "Ok! Valeu por contar!"

4. Relacionamentos tóxicos são velados.

Globo

Sim, isso é sobre eles: Carla Diaz e Arthur. Não tem como negar, eles tiveram momentos fofinhos durante o programa. Mas eles também tiveram momentos bem tóxicos. A existência de um não anula a existência do outro, o que quer dizer que o relacionamento bonitinho que você vê na rua pode ser muito diferente entre quatro paredes.

Publicidade

5. O Brasil ainda é LGBTfóbico.

Globo

Só nessa edição, vimos três casais héteros, e um selinho entre dois homens incomodou muita gente. Parece que o público geral ainda reprova demonstrações de afeto entre pessoas LGBTI+, mesmo que seja só um beijo ou só um selinho. E isso que eram dois homens cis, nem preciso falar se algum participante fosse trans, né? Até porque, até hoje, só teve uma.

Publicidade

7. Por último, todo mundo é humano!

Globo

Todo mundo erra, esperneia, briga, se estressa, passa fome, passa sono. Mas, no fim do dia, foram 20 pessoas como qualquer outra que entraram naquela casa, e, essa semana, vão ser 20 pessoas que passaram por lá e saíram. Cada um com sua própria jornada, com início, meio e fim, e todos vão seguir sua vida depois do jogo.