O Brasil parou por causa do primeiro pedido de prisão na CPI da Covid

Roberto Ferreira Dias teve prisão decretada por Omar Aziz.

Há um mês

Nesta quarta (7), o caldo da CPI da Covid deu a famosa entornada. Isso porque Omar Aziz (PSD-AM) acabou de decretar a prisão de Roberto Ferreira Dias, ex-diretor do Departamento de Logística do Ministério da Saúde. Em seu depoimento, Dias teria mentido ao dizer que seu encontro com Luiz Paulo Dominghetti foi ocasional.

TV Senado

Dias explicou que havia marcado um chopp com seu amigo Ricardo Santana, no restaurante Vasto, no Brasília Shopping. Na sequência, teria aparecido o Coronel Blanco e Luiz Paulo Dominguetti. Foi aí, então, que Dominguetti se apresentou como vendedor de vacinas.

Publicidade

Em depoimento durante a CPI na semana passada, Dominguetti, representante da Davati Medical Supply, afirmou ter recebido pedido de propina de US$ 1 por dose de vacina por parte de Roberto Dias.

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Veja também