Filhos e filhas de profissionais do sexo contaram suas histórias - sem segredos

Profissionais do sexo também são profissionais.

Filhos e filhas de profissionais do sexo compartilharam o que pensam sobre o trabalho dos pais em uma thread que viralizou no Reddit — e as histórias trazem uma perspectiva fascinante sobre a qual não costumamos ouvir falar.

Andrew Brookes / Getty Images

Continue lendo para ver as respostas mais bem avaliadas.

Só um aviso antes de começar: A história de cada profissional do sexo é diferente. Algumas pessoas começam porque gostam da atividade, outras porque precisam do dinheiro. Algumas conseguem ficar 100% seguras no serviço, outras estão em risco. As histórias a seguir são experiências individuais e não devem servir como uma representação da atividade ou de profissionais como um todo.

Publicidade

1. "A minha mãe não trabalhava na rua, mas transava com homens quando a gente precisava de dinheiro ou de comida. Ela escondia super bem. A gente sempre achava que os caras estavam só sendo legais e dando dinheiro pra nós. Olhando pra trás, tudo faz sentido. Ela morreu dez anos atrás. Eu sou grato a ela."

Anca Gabriela Rafan / Getty Images

FluManAchoo

2. "A minha mãe não faz mais isso. Tudo que ela fez no passado não é NADA da minha conta. Não sou eu que vou julgar. É a vida. Ainda amo minha mãe apesar disso."

strangegeneration94

Publicidade

3. "Não sou filho, sou neto de uma. Ela foi profissional do sexo quando era mais jovem. Quando a conheci, ela era uma cristã fervorosa, e eu só fiquei sabendo dessa parte do seu passado quando fiquei mais velho... A vida era difícil. Ela fez o que precisou fazer pra criar os filhos sozinha e, quando encontrou um amor verdadeiro, deixou tudo pra trás e formou uma família."

ogier_79

4. "A minha mãe foi uma atriz pornô famosa nos anos 70 e 80... Fez cenas com Ron Jeremy e outros atores... Isso sempre foi um tabu na minha infância, mas meu pai tentou nos preparar caso tentassem fazer bullying com a gente na escola, já que toda a cidade sabia o que ela fazia. Nunca fizeram bullying com a gente."

Revolutionary-Elk-28

Publicidade

5. "Eu sou filho de uma profissional do sexo e já vi literalmente de tudo. Eu lembro de ficar preso em casa e minha mãe dizer que voltaria em algumas horas... Mal sabia eu que ela não voltaria por dias. Tenho lembranças vívidas de só comer bolacha recheada por dias e odiar isso... Apesar de todas as coisas loucas que vi por causa dela, sinto pena dela e a amo desde sempre. De verdade, não guardo mais ressentimentos pelas ações dela. Eu a perdoo. Apesar de ter me feito passar por muita coisa, não desejo nada de mau a ela."

Carol Yepes / Getty Images

407totha850

6. "Acho que minha mãe fazia isso porque era o jeito mais rápido de conseguir viver uma vida melhor, e eu não tenho vergonha disso. Ela era de uma família muito pobre em Seul, na Coreia do Sul, então era impossível sair da pobreza de outra forma. Minha mãe fez o que precisava fazer, e eu a amo e sinto saudade dela."

ShittyAttorney

Publicidade

7. "A minha mãe era uma profissional do sexo quando eu era criança. Eu não fazia ideia, ela sempre me disse que trabalhava com limpeza à noite. De verdade, eu não fazia ideia, até que um colega escroto da escola encontrou um dos perfis dela em um site e espalhou pra todo mundo. Alguns meses mais tarde, ela apareceu no jornal porque foi descoberta. Até hoje, acho que ela não sabe que eu descobri."

TheDayShift57

8. "Quando alguém diz: 'eu trepei com a sua mãe!', eu respondo: 'sim, seu merda, você tá pagando minha faculdade!'"

Throwaway7219017

Publicidade

9. "Sinto que ela fez o que precisava fazer pra cuidar dos dois filhos sendo uma mãe solteira. Eu nem sinto vergonha disso. Ainda a amo e respeito a sua memória. Sou grato por ela ter sacrificado o próprio corpo pra gente poder ter roupas e comida. Apesar de tudo, ela foi uma mulher incrível que me ensinou sobre o mundo e, com certeza, moldou a minha personalidade."

Delmaine Donson / Getty Images

joshjitsu311

10. "Eu odiava a minha mãe por nunca estar presente ou compartilhar momentos com a família, mas hoje em dia, entendo o porquê disso. Eu tinha tudo: um teto, ar condicionado, comida, brinquedos e videogames populares... Às vezes, eu choro pela confusão que eu sentia na época, e agora tudo faz sentido... Ela fez tudo por nós. Ela tá meio velha agora, o meu irmão ajuda financeiramente e cuida dela. Agora ela tá namorando, e eu consigo ver nos olhos dela que finalmente ela tá vivendo a vida que sempre quis."

__SketchyUser

Publicidade

11. "É delicado, porque ela não faz mais isso, e nós temos uma vida muito feliz."

PhoenixCTB

12. "Nós nunca passamos fome, sempre tivemos onde morar e roupas decentes. Ela tinha um problema com drogas, mas parou no exato momento em que o conselho tutelar nos levou e nunca deixou que isso afetasse a ponto de fazer as coisas básicas faltarem em casa por isso. A última vez que isso voltou à tona foi quando ela pegou a ficha de 5 anos limpa no Narcóticos Anônimos e tudo ficou pra trás."

Zer0-Sum-Game

Publicidade

13. "A minha mãe era uma atriz pornô famosa. Em geral, meio que consigo aceitar o fato e entender que isso sempre vai ser algo estranho. Eu guardava rancor quando era mais novo, porque alguns colegas costumavam me tratar mal por isso. Mas, hoje em dia, eu fiz as pazes com esse sentimento."

Nikola Stojadinovic / Getty Images

AnUnluckyOverlord

14. "Não era a minha mãe, mas a minha avó. Ela tinha uma vida bem difícil e, por sorte, minha mãe e minha tia não sentiam vergonha ou ficavam chateadas com isso. Uma parte significativa da família basicamente a deserdou. Isso me dá raiva, porque ninguém estava lá pra ajudar, só pra julgar. Depois de tudo isso, minha avó e minha mãe conseguiram construir uma vida boa e me ofereceram muitas oportunidades. Até hoje, eu digo 'vai se foder!' praquela parte da família que só dificultou ainda mais a vida da minha avó."

FireCrooss

Publicidade

15. "A minha mãe foi uma profissional do sexo durante toda a minha vida e ainda é até hoje. Eu ainda sou jovem (18 anos), então acho que não entendo muito bem, mas me sinto constrangida e odeio ser tão parecida com ela. Mesmo não tendo mais contato com ela, alguns homens mais velhos me reconhecem por causa da nossa semelhança. O meu namorado é tatuador e tatua antigos 'clientes' dela, pessoas que costumavam me dar dinheiro no Natal quando eu era pequena. Eu sinto que nunca vou conseguir me afastar dela."

dimesfordrugs

16. "A minha mãe era uma profissional do sexo antes de eu nascer... Ela nunca escondeu o fato depois que eu cheguei a uma idade em que conseguia entender o que era a profissão. Não muda nada pra mim. Ela ainda é a minha mãe, que sacrificou tudo pra me alimentar bem. Ainda a amo com todo o meu coração."

Hujitese

Publicidade

17. "A minha tia era uma profissional do sexo, mas, tipo, autônoma. Sinceramente, ela fez o que tinha que fazer pra sobreviver. Acho que é necessário ter muita força pra conseguir sobreviver da forma que for preciso, e ela conseguiu. Então, de certa maneira, sinto orgulho dela."

Anastassiya Bezhekeneva / Getty Images

IAmRules

18. "A minha mãe trabalhou por uma semana como profissional do sexo quando eu tinha dez anos... Parece que o chefe do meu pai tava prestes a se aposentar e curtia muito o corpo da minha mãe. Pra celebrar a aposentadoria, ele pagou 4.500 dólares (cerca de 22 mil reais) pra ela maltratá-lo e comer o cu dele com uma cinta-caralha por uma semana. Ele também pagou 2.500 (cerca de 12 mil reais) pro meu pai ficar quieto, pois se a comunidade soubesse, a reputação dele ficaria suja. Era uma boa quantia de dinheiro na época, dava pra quase mudar de vida. Compramos um carro usado seminovo, pagamos dívidas de aluguel, fomos ao parque aquático e eu e meu irmão ganhamos um monte de roupas novas. Não sinto vergonha nenhuma disso, principalmente porque meus pais eram dois adultos casados que concordaram em fazer isso."

Tokin_to_Tolkien

Publicidade

19. "Isso fodeu a minha cabeça real. Passei a adolescência inteira ouvindo a minha mãe fazendo telessexo ou atendendo clientes em alto e bom som no quarto ao lado enquanto achava que eu tava dormindo... Ela curtia muito a cena fetichista, então fazia mais por gosto do que por precisar de dinheiro ou algum motivo mais 'nobre'. Eu sou a vítima do que muitos chamam de 'abuso sexual'.

MrThrowaway158410

20. "Hmm, ela acabou virando advogada. Ela só fazia aquilo antes de eu nascer e de existir vídeos em todo lugar. Eu só sei porque as irmãs dela me contaram e pediram pra eu não dizer nada a ela."

ravioli_king

Publicidade

E, por último...

21. "Eu sou de um país onde o trabalho sexual é legalizado, então talvez a minha experiência seja diferente das outras. Minha mãe começou como autônoma e, depois, abriu um estabelecimento... O local ficou bem famoso e recebeu vários pedidos pra divulgação na mídia. Ela apareceu na televisão em rede nacional e foi reconhecida com frequência por um curto período. Como eu me sinto? Sendo filho dela, é difícil aceitar esse tipo de coisa no início, mas ela sempre foi honesta a respeito do ambiente de trabalho pra me garantir de que sempre estava segura e fazendo as coisas nos seus próprios termos. É uma experiência muito estranha, mas, um dia, isso virou super normal pra mim. Negócios são negócios. Fora isso, minha família é normal, tão normal que muitos podem até considerar chata."

George Pachantouris / Getty Images

kjimco

Publicidade

Você pode ler todas as respostas na íntegra, em inglês, no Reddit.

Note: Algumas respostas foram editadas por questões de tamanho e/ou clareza do texto. Este post usa o termo "profissional do sexo" em vez de "prostituição", de acordo com as recomendações de profissionais da área.

Este post foi traduzido do inglês.

Veja também