Justiça arquiva processo de Caixa 2 contra Fernando Holiday

Vereador teve analisadas as contas de sua campanha de 2016.

Fernando Holiday, vereador de São Paulo pelo DEM, teve arquivado o processo contra ele por Caixa 2 na campanha de 2016.

O juiz Marco Antonio Martins Vargas, da 1ª Zona Eleitoral de São Paulo, acolheu parecer do Ministério Público e determinou o arquivamento do inquérito para investigar as contas do político.

A Promotoria indicou que não foram encontradas provas de materialidade envolvendo as supostas irregularidades que ensejaram a abertura das investigações, em 2017, quando houve suspeita de que cabos eleitorais tivessem sido pagos com Caixa 2.

Os pedidos de inquérito sobre o caso foram apresentados à Polícia Federal em 2017 com base em duas representações, uma do PT e outra do próprio Holiday. Diz o despacho: “Realizados os procedimentos investigatórios, cumpre ao Ministério Público, na qualidade de titular da ação penal pública incondicionada, a análise do material amealhado e, com base neste, apresentar denúncia ou proceder o arquivamento do inquérito, nos termos da nova redação dada ao artigo 28 do Código de Processo Penal".

Veja também