Eu estou obcecado por esta treta entre uma gay e a academia que proibiu o banheirão

O cliente publicou uma carta na internet reclamando da proibição da prática nos banheiros da academia.

Uma rede de academias virou notícia há alguns meses ao instalar nos seus banheiros um alarme visando acabar com "condutas inapropriadas" - conhecidas como banheirão.

Banheirão é o nome dado à pegação em banheiros públicos e a rede de academias acabou ficando famosa por supostamente haver muitas práticas de banheirão em suas unidades.

O babado era tão forte que existem diversos avisos sobre o assunto espalhados pelas unidades da academia.

Reprodução/Twitter / Via Twitter: @heyhalex

Esse banheiro tá mais movimentado que a The Week.

Publicidade

Só que nesta terça-feira (29) um cliente da academia resolveu publicar uma carta aberta criticando a decisão da academia sobre o banheirão.

Reprodução/Medium

O texto foi publicado na plataforma Medium para a Revista Subjetiva e o autor _erinhoos declara que trata-se de uma problematização.

O texto classifica a medida como "uma forma autoritária de fazer valer um poder unilateral" e afirma que a mesma tem efeito de criar "um ambiente constrangedor, policialesco, de hiperfiscalização entre os corpos, um regime de instauração do medo sobre o gesto".

O autor ainda alerta: "Uma vigia contra a inapropriação é uma vigia panóptica contra todos, visto que rompe a fraternidade e empobrece o gesto e a diversidade. E se começa assim, com um botão, sabe-se lá como termina".

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Veja também