Estes LGBTs têm papéis fundamentais na nossa sociedade hoje

Com eles o close é certo!

Para que houvesse Parada LGBT, muitos nomes tiveram de correr para a gente pudesse caminhar. Hoje, uma nova geração de ativistas surgiu e precisa ser celebrada. Aqui, citamos alguns nomes, mas essa lista poderia ser muito, mas muuuuito maior. Está na hora de jogar o confete em quem tem mudado vidas e cotidianos com sua existência e sua militância.

Anitta

Anitta provou que o B de LGBT não é de biscoito e se posicionou claramente sobre o assunto todas as vezes que foi perguntada. É figura fundamental para tirar a invisibilidade essa letra de nossa comunidade.

Publicidade

Ariadna Arantes

Primeira participante transexual da história do "BBB", Ariadna voltou à cena em "No Limite" e, sem rodeios, participou de um momento importantíssimo, quando desenhou para Íris que, para mulheres trans, a prostituição é fruto da exclusão e não uma questão de escolha. Volta e meia promove provocações e questiona: por que ela é procurada para fazer publicidade como tantos outros ex-BBBs? A gente também quer saber.

Duda Salabert

Foi a vereadora mais votada de Belo Horizonte na última eleição, mas, mais do que isso, por meio da educação, trouxe um discurso forte de conscientização pelos direitos da comunidade LGBTQIA+.

Publicidade

Ellen Oléria

Dona de uma das vozes mais belas desse país, Ellen é um ícone da MPB e também do movimento lésbico. Além de ter ganhado a primeira edição do "The Voice Brasil", quando fez a Globo reconhecer sua namorada ao vivo, apresentou também o "Estação Plural", primeiro programa LGBT da TV aberta brasileira.

Erika Hilton

Primeira mulher trans eleita vereadora em São Paulo - e também a mais votada -, Erika é uma potente voz no mundo político. Alinhada com movimentos sociais e questões identitárias, encabeça a comissão de direitos humanos da câmara.

Publicidade

Fabiano Contarato

O senador é combativo e sua atuação na CPI da covid tem sido fundamental. É assumidamente homossexual, é casado e tem dois filhos lindos. A tradicional família brasileira é diversa está bem representada em Brasília.

Gil do Vigor

Personagem icônico do "BBB", Gilberto virou queridinho do mercado publicitário e conquistou a todos com um discurso empoderado e consciente. Afeminado, despachado e firme, o ex-BBB representa o que muitos já sentiram na pele: a prisão pela religião, a dificuldade de se afirmar no mundo. Foi lindo vê-lo desabrochar em rede nacional.

Publicidade

Gloria Groove

Gloria apareceu pela primeira vez como criança caloura do "Programa Raul Gil" e, desde então, soube ressignificar sua carreira de todas as maneiras. Se aventurou na dublagem (sabe a voz do Alladin? Então!) e no teatro, mas foi na música que virou um fenômeno. Compositora, cantora, performer, arrasa por onde passa e tem discurso politicamente consciente.

Íkaro Kadoshi

Íkaro é um dos maiores performers da arte drag, mas também desbrava campos novos. Neste ano, por exemplo, ancorou a transmissão do Miss Universo para o canal a cabo TNT. Apresenta também o "Drag Me As a Queen" no Canal E!.

Publicidade

Jean Wyllys

Jean se exilou fora do Brasil após as muitas ameaças que recebeu. Mas seu estilo combativo fez muito pelo Brasil durante sua atuação como deputado. O professor venceu o "BBB 5", mas entrou para a história como um político de atuação poderosa.

João Silverio Trevisan

João é a maior referência possível no que se diz respeito à história LGBT no Brasil. O escritor é responsável por "Devassos no Paraíso", obra seminal para entender como a diversidade foi encarada no Brasil ao longo dos séculos. Fundou também o "Lampião da Esquina", primeiro jornal voltado para a comunidade LGBTQIA+ em tempos de ditadura. E hoje segue firme, forte e atuante.

Publicidade

Laerte

A cartunista transicionou publicamente e trouxe a transexualidade para o centro da discussão dos mais diversos ambientes. Virou estrela de documentário da Netflix, apresentadora do Canal Brasil e segue cada vez mais atuante com sua arte e seu discurso.

Ludmilla

A gente sabe, ela andou pisando na bola fazendo show na pandemia - e outras coisinhas mais -, mas é impossível não reconhecer a importância de uma estrela pop professar seu amor por outra mulher beijando a namorada no palco e na TV. Sem falar que seu discurso sobre a importância de respeitar seu cabelo no "BBB" foi lendário.

Publicidade

Mel Gonçalves

Depois de estourar com a Banda Uó e também comandar o programa "Estação Plural", Mel virou influenciadora e lançou sua carreira solo como cantora. Nas redes sociais, é uma eterna provocadora e promove reflexões importantes. Além de ser uma fada sensatíssima, claro.

Pabllo Vittar

Ela dispensa apresentações. A drag queen é um dos maiores fenômenos da música pop brasileira nos últimos anos e emplaca hit atrás de hit. Por ter virado maisntream, gerou debates fundamentais nos lares brasileiros e foi até mesmo alvo de fake news - lembra que ela ia ser vice do Lula? Ou apresentadora infantil na Globo? Então.

Publicidade

Paulo Iotti

Paulo Iotti é advogado e referência no que diz respeito a questões envolvendo a comunidade LGBT. Seu nome dispensa apresentações por um simples motivo: foi ele um dos responsáveis pela aprovação do projeto que criminaliza a LGBTfobia junto ao STF. Tá bom pra você?

Pedro HMC

Pedro criou o canal "Põe na Roda", no YouTube, que logo se tornou uma referência para discutir questões da comunidade LGBTQIA+. Com o passar do tempo, o espaço foi ampliado para discussões políticas e sociais. Vale a pena acompanhar o trabalho dele!

Publicidade

Penélopy Jean

Penélopy Jean é mais que uma cover da Lady Gaga. É apresentadora do "Drag Me As a Queen", do Canal E!, e ganhou a televisão aberta como jurada do "Canta Comigo", na Record. Além disso, tem posicionamento claríssimo nas redes sociais.

Popó Vaz

Casado com Pedro HMC, Popó Vaz é a prova de que LGBTs movem placas tectônicas ao seu redor e inferem mudança direta. No caso dele, a transformação aconteceu dentro da polícia, onde trabalha. Popó é homem trans e virou referência no assunto.

Publicidade

Renan Quinalha

Professor de Direito da Unifesp (Universidade Federal de São Paulo), advogado e ativista no campo dos direitos humanos, Renan tem vários livros publicados sobre questões da comunidade e é um dos maiores especialistas em história LGBT no Brasil. Além de ministrar cursos e fazer curadoria de exposições sobre o assunto, está sempre envolvido em questões sociais.

Rita Von Hunty

Essa drag de look impecável é também uma das pensadoras mais importantes da atualidade. Com formação em letras e artes cênicas, ministra cursos nos quais reflete sobre questões sociais. Tem um canal no YouTube bombado e ainda apresenta o "Drag Me As a Queen" junto com Penélopy Jean e Íkaro Kadoshi, no Canal E!.

Publicidade

Simmy Larrat

Reprodução

Simmy é presidenta da Associação Brasileira de Gays, Lésbicas, Bissexuais, Travestis, Transexuais e Intersexos (ABGLT) e tem sido uma contundente voz para discutir e defender direitos da comunidade. Seu trabalho de campo é indiscutível e seu posicionamento é firme. Um nome a se acompanhar de perto.

Thiago Amparo

Thiago é advogado, colunista da "Folha de S. Paulo" e, mais do que isso, um importante ativista para causas envolvendo a comunidade LGBT e também para discutir a pauta racial. Doutor pela Central European University, de Budapeste, tem uma clareza de argumentos de dar inveja. E já trabalhou junto à ONU e à câmara dos deputados para debater temas ligados a direitos humanos.

Publicidade

Toni Reis

Toni é pós-doutor em Educação, membro titular do Fórum Nacional, Estadual e Municipal de Educação e integra ainda a Aliança Nacional LGBTI+, Unalgbt e o Grupo Dignidade. Seu trabalho ganhou destaque desde que foi parar nos principais telejornais brasileiros lutando para que seu marido, que é estrangeiro, fosse reconhecido como tal e pudesse permanecer no país.

Urias

Urias não é só uma das mulheres mais belas desse país, é uma cabeça pensante, talentosa e com um gosto impecável para a moda. Virou garota propaganda de grandes marcas e, mais do que isso, emplacou uma carreira de cantora muito bem sucedida. Seus videoclipes são um bafo gigantesco.

Publicidade

Veja também