Estão chamando a Britney Spears de "Rainha Comunista" depois que ela convocou greves e redistribuição de riqueza

"Quem precisa de forquilhas quando se tem LANÇAS ("spears" em inglês)?!"

Enquanto pessoas célebres continuam fazendo declarações irresponsáveis e TikToks irritantes ostentando suas riquezas e privilégios, Britney Spears continua sendo um grande raio de esperança.

"Britney Spears oferece ajuda para fãs com dificuldades por conta do coronavirus"

Publicidade

Mas a Britney foi além.

Jive

A Britney repostou uma imagem no Instagram pedindo explicitamente a redistribuição de riqueza e greves de trabalhadores.

"Durante esse período de isolamento nós precisamos de conexão mais do que nunca. Escrevam cartas de amor virtual. Tecnologias como comunicação virtual, streaming e transmissão são parte da nossa colaboração à comunidade. Vamos aprender a beijar e segurar uns aos outros por essas ondas da web. Vamos alimentar uns aos outros, redistribuir riquezas, protestar."

A imagem foi originalmente criada por Mimi Zhu.

Publicidade

Ela até a legendou com rosas vermelhas, que são um símbolo do movimento social-democrata.

"Participação atravessa paredes"

De Mashable:

A rosa vermelha "sempre foi um símbolo importante com associações antiautoritárias", bem visível nas primeiras celebrações de Primeiro de Maio no século 19 e mais tarde adotada por partidos social-democratas nos Estados Unidos e em outros países.

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Alguém até fez uma versão "Britney" do Hino Nacional da União Soviética.

Publicidade

Este post foi traduzido do inglês.

Publicidade

Veja também