Essas são algumas das trilhas sonoras icônicas compostas pelo Ennio Morricone

O compositor italiano, um dos mais premiados do mundo, morreu hoje aos 91 anos.

Eu tinha uns nove anos de idade quando fui muito impactada pela trilha sonora de um filme que minha mãe me fez ver com ela. O filme era "A Missão", um drama histórico de 1986 com o Robert DeNiro e o Jeremy Irons como missionários jesuítas entre os índios guarani na região onde hoje é o Paraná. É um filme tristíssimo sobre o processo de exploração dos europeus na América do Sul e que, visto hoje, peca muito ao tentar colocar os missionários religiosos como heróis salvadores. Talvez você tenha visto na escola, mas eu vi no cinema porque minha mãe fazia questão que eu fosse muito cinéfila desde cedo.

Bom, mas contei essa historinha aí pra dizer que hoje faleceu o maestro Ennio Morricone, um dos mais prolíficos compositores de trilha sonora de cinema (atenção aqui) DE TODOS OS TEMPOS!

E porque eu só gostei de assistir "A Missão" por causa da música do filme. Foi a primeira vez que prestei atenção na música de um filme. E, goste você ou não de orquestra, essa música é inesquecível.

Publicidade

O Morricone gostava de compor temas super emocionais e inesquecíveis. Como esse:

O filme é "Cinema Paradiso"do Giuseppe Tornatore. Se você não viu, veja. É lindíssimo.

Ele compôs mais de QUINHENTAS trilhas sonoras. E só em 2016 ganhou o Oscar de Melhor Trilha Sonora. Foi pelo tema de "Os Oito Odiados", do Tarantino:

Na época ele foi a pessoa mais velha a receber um Oscar e já tinha recebido um Oscar honorário por "serviços prestados à arte do cinema" em 2007.

Publicidade

Ele ganhou literalmente *dezenas* de outros prêmios por trabalhos como a trilha sonora de "Três Homens em Conflito":

Um homem muito aplaudido, sim!

Que é um filme que você pode reconhecer de um certo meme...

Publicidade

Morricone é um "sinônimo" de trilha sonora de faroeste por causa de sua colaboração com o diretor italiano Sergio Leone.

Mas ele deixa uma obra muito mais extensa que isso! Seu nome consta nos créditos de mais de 70 filmes premiados. Como esse:

"Cinzas no Paraíso", do diretor Terrence Malick.

Publicidade

Esse:

De "La Cage aux Folles", comédia franco-italiana do começo dos anos 1970 que saiu no Brasil como "A Gaiola das Loucas" e tem duas continuações, todas com trilha do Morricone.

Esse:

"Malena", do Giuseppe Tornatore com a inacreditável Monica Belucci.

Publicidade

E esse:

"Era Uma Vez na América", um filme de máfia italiana dirigido pelo Sergio Leone.

Morricone morreu em casa, em Roma, após complicações com um fêmur quebrado em um acidente doméstico. Ele deixou o próprio obituário pronto para "não dar trabalho para ninguém". Leia aqui.

Vou terminar com essa cena de "Era Uma Vez no Oeste" (adivinha? do Sergio Leone!) só pra deixar registrado que filme sem música não teria a menor graça — e também porque esse é meu filme preferido!

Publicidade

Leia mais

Aqui estão todos os vencedores do Oscar 2020

Escrito por Matheus Saad • há 2 anos

Esses são os livros que inspiraram os filmes candidatos ao Oscar 2020

Escrito por Gaia Passarelli • há 2 anos

Você consegue encontrar a diversidade nestas categorias do Oscar 2020?

Escrito por Matheus Saad • há 2 anos

Você consegue acertar todos os vencedores do Oscar de Melhor Filme da década?

Escrito por Matheus Saad • há 2 anos

Veja também