É isso que acontece quando você procura por "lésbicas" no Google

Os resultados revelam duas das piores facetas da violência que mulheres lésbicas sofrem cotidianamente: a invisibilidade e a fetichização.

BuzzShe

Se você buscar pelo termo "lésbicas" no Google, é isso que você vai encontrar:

Reprodução / Google

Todos os resultados das primeiras páginas de busca estão relacionados à pornografia.

Reprodução / Google

Publicidade

Porém, se você fizer uma busca com a palavra "gays", o resultado será bem diferente.

Reprodução / Google

Além de notícias e sugestões de locais, os resultados incluem o verbete do termo "Gay" na Wikipédia.

Reprodução / Google

Publicidade

A diferença nos resultados de buscas no Google pode parecer um mero detalhe, mas revela duas das piores facetas da violência que mulheres lésbicas sofrem cotidianamente: a invisibilidade e a fetichização.

Lésbicas e gays são vítimas de homofobia, porém, por serem mulheres, as lésbicas ainda sofrem com o machismo e a misoginia. A sexualidade dessas mulheres é sempre vista e representada como um fetiche masculino.

Publicidade

Isso fica claro com esse gráfico publicado pelo site Pornhub e que indica os temos mais buscados em 2017. Em todo o mundo, incluindo o Brasil, "Lésbicas" é o termo mais buscado.

PornHub / Via canaltech.com.br

Segundo um levantamento feito pela UFRJ, entre 2014 e 2017, 126 mulheres foram mortas no Brasil apenas por serem lésbicas.

Reprodução / Dossiê Sobre Lesbocídio no Brasil

Entre 2014 e 2017, esses dados cresceram 150%. E esse número pode ser ainda maior, já que não existem dados oficiais e o registro desses crimes é feito apenas pela mídia e pelas redes sociais.

Publicidade

Publicidade

Veja também:

11 manifestações de machismo que mulheres lésbicas e bis não aguentam mais

Você já tem o app do BuzzFeed Brasil no seu celular? Baixe gratuitamente no Android e no iOS para ver todos os nossos testes, vídeos, notícias e muito buzz.

Veja também