É bem fácil se identificar com os erros desses pais de primeira viagem

O Dr. Google não é seu amigo.

Perguntamos às pessoas do BuzzFeed Community o que elas gostariam de ter sabido ou feito diferente em seu primeiro ano como pais. Os resultados foram engraçados, comoventes e muito familiares. Abaixo, algumas das melhores respostas:

1. Não se esqueça de cuidar de si mesmo(a).

"Negligenciei minha saúde. Estou me recuperando da ansiedade e da depressão e um dos maiores erros que cometi foi o de colocar as necessidades dos outros à frente da minha saúde e do meu conforto." — catybark

Publicidade

HBO

2. Saia de casa, nem que seja só para dar uma voltinha.

"Eu tinha muito medo de sair de casa nos três primeiros meses, não só com meu bebê, mas também sozinha. Gostaria de ter saído mais, teria sido melhor para espairecer e teria ajudado na minha depressão pós-parto. Ainda vejo pais passeando com bebês e fico com ciúmes de não ter conseguido fazer a mesma coisa." — janellejoannes

Publicidade

3. Confie em si mesmo(a) e não se preocupe com o que os outros estão pensando.

"Eu ficava preocupada, pensando que outras mães me julgariam se eu cuidasse do meu bebê do jeito que acho melhor. Aprendi que, em primeiro lugar, você sabe o que é melhor para o seu bebê; e, segundo, você será julgada(o) de qualquer jeito porque não dá para agradar a todos. Desde que você e seu bebê estejam bem, faça o que quiser e não dê a mínima para outras mães." — glasalien

4. Banhos são superestimados.

"Não demos banho no nosso filho por três semanas depois que ele nasceu. Éramos pais de primeira viagem, e o hospital falou muito sobre dar apenas banhos de esponja até que o cordão umbilical caísse. Só quando minha mãe veio nos visitar e mencionou algo que percebemos que nunca havíamos dado um banho de verdade em nosso filho. Culpamos a privação do sono e, agora, rimos muito disso, mas, por um tempo, tivemos um bebê fedido." — joencaitlinb

Publicidade

5. O Dr. Google não é seu amigo.

"Fique longe do Google! Você só vai se assustar." — maryr33

Channel 4

Publicidade

6. Economize seu dinheiro, bebês não precisam de muito.

"Me arrependo do quanto que gastei com acessórios de bebê nos primeiros meses! Até cerca de 4 meses, tudo que você precisa são fraldas, roupas, lenços, cobertores e algum lugar para o bebê dormir com segurança. Talvez mamadeiras e fórmulas infantis também, se você optar por suplementar a alimentação. Eles precisam de menos do que você imagina! Ah, e muito café para a mamãe e o papai." — lcm552

7. Mas também não tem problema em fazer uma extravagância quando você quiser ou precisar de alguma coisa!

"Em certo momento da minha gravidez, decidi que compraria apenas coisas básicas, pensando que as necessidades dos bebês eram bem simples. Foi um ótimo plano, até que um dia eu estava chorando e comprando uma cadeirinha de balanço na Amazon às 3 da manhã porque ela não dormia se não estivesse no colo.

Não é um fracasso ter que ajustar suas expectativas sobre o que seu filho precisa ou o que você precisa como pai/mãe." —caits2

Publicidade

8. Bebês choram. Não tem como evitar.

"Eu tinha uma ideia completamente maluca de que, se eu conseguisse antecipar todas as necessidades do meu bebê, ele não choraria. Quer dizer, claro que isso não funcionou porque bebês choram às vezes e isso é completamente normal e esperado. Duas crianças depois, estou muito mais tranquila, graças a Deus!" — suzannebournes

Touchstone Pictures

Publicidade

9. Embrulhar o bebê é a solução.

"Embrulhar, embrulhar, embrulhar. Eu costumava andar pra lá e pra cá com minha bebezinha, rezando para ela parar de chorar e dormir! O que eu gostaria de ter sabido antes é que embrulhar os bebês os acalma e os conforta! Teria poupado muito da minha sanidade e das cordas vocais dela!" — c42413f3d2

10. Dormir ou não com o bebê?

"Uma noite, quando meu filho tinha cerca de 6 meses, ele acordou no meio da noite querendo mamar. Eu, muito cansada e delirante, decidi deitá-lo na cama comigo e dar de mamar, em vez ficar com ele no seu quarto e colocá-lo logo depois de volta em sua cama. Agora, ele tem quase 5 anos e dá para contar em uma mão o número de vezes que passou a noite em sua própria cama. O lugar preferido dele é bem na minha cara." — ashleyl31

Publicidade

11. Um bebê alimentado é um bebê feliz.

"Você pode amamentar seu bebê até secar, e o bebê pode continuar com fome. Às vezes você não pode **apenas** amamentar e terá que usar uma fórmula infantil. Tive que criar um sistema alternando entre amamentação e fórmula. Meus filhos tinham muita fome." — yjnj07

12. Diga "não, obrigado" para conselhos não solicitados.

"O maior erro foi ouvir os conselhos não solicitados de outras pessoas e perder qualquer confiança que eu tinha em relação a ser uma boa mãe por causa dos tais conselhos não solicitados. Estar cansada e com depressão pós-parto já era ruim o suficiente, mas ter estranhos perfeitos, ou até mesmo pessoas conhecidas, me dizendo como fazer as coisas ou como eu estava fazendo as coisas de um jeito errado me fez sentir muito pior. E agora, lembrando alguns dos conselhos que recebi, 98% era pura besteira." — a490d886ea

Publicidade

13. Multitarefa, às vezes, significa chupetas derretidas.

"Estava higienizando todas as chupetas do meu bebê em uma panela com água fervendo. A fralda do meu bebê vazou, então subimos e acabamos ficando lá por um tempo. Quando voltei, a água tinha sumido, assim como as chupetas. Elas derreteram e formaram um gel no fundo da panela." — hollydamronc

14. Ironicamente, fraldas de piscina não são boas para reter líquidos.

"Após uma longa viagem de carro, fiquei sem fraldas para a minha bebê de 11 meses. Decidi colocá-la na única fralda que havia sobrado na bolsa de fraldas, que era uma fralda de piscina. Grande erro. Fraldas de piscina não servem para líquidos. Fiquei surpresa com a capa do banco do carro encharcada quando finalmente chegamos em casa uma hora depois." — e44d143bcf

Publicidade

15. Hábitos de sono são difíceis de quebrar.

"Estraguei o sono do meu filho! Quando ele começou a acordar à noite aos 4 meses, escurecemos as janelas e colocamos o ruído branco no volume mais alto. Ele tem 2 anos e meio e ainda dorme assim, o que não deixa muito espaço para flexibilidade. Sempre que viajamos para qualquer lugar, temos que levar tachinhas e cobertores para cobrir as janelas dos quartos dos hotéis. Meu segundo bebê vai dormir à luz do dia, nem que isso me mate." — alenarazumovh

16. Bebês não são confiáveis nem dormindo.

"Ai meu Deus. Coloquei minha filha de 3 meses dormindo no chão da sala enquanto fui para a cozinha preparar o jantar. Apareci na sala cerca de 15 minutos depois para ver como ela estava, e ela havia SUMIDO! Eu surtei! Estava procurando por todo canto enquanto soluçava e me questionava se não havia ouvido a porta abrir enquanto alguém sequestrava minha bebê.

Após cerca de quatro minutos de pânico total, vi a perninha dela saindo debaixo da cadeira da sala. Ela se arrastou lá para baixo se empurrando com as pernas (de costas para o chão) sem direção nenhuma." — godderz1964

Publicidade

Hulu

17. Não é um concurso nem uma corrida.

Não compare o crescimento/desenvolvimento do seu filho. Desde que o médico diga que ele está em um nível normal/consistente, tudo bem. Cada criança atinge etapas diferentes em momentos diferentes, e 'seu bebê é alto/baixo/rápido/lento/magro/gordo/escandaloso/quieto para a idade dele' é uma bobagem competitiva entre pais." — Tonya Cardwell, Facebook

Publicidade

18. Bebês são resistentes.

"Normalmente eu era muito exigente em seguir todas as 'regras', mas, certa manhã, eu estava atrasada e não queria pegar a cadeirinha de balanço, então coloquei meu filho de 4 meses na cama para que eu pudesse me vestir para o trabalho. Sim, ele rolou direto para o chão no tempo que levei para passar a camisa pela minha cabeça. Eu surtei, o peguei e corri até o freezer para pegar uma bolsa de gelo, mas, quando cheguei lá, ele já estava rindo por estar sendo balançado. Moral da história: você vai fazer coisas erradas, não importa o quanto se esforce. Tente ficar em paz com isso, perdoe-se e siga em frente. Seu filho vai ficar bem." — alealibroberg

19. Sempre verifique a água do banho.

"Minha filha nasceu no meio de um vórtice polar aqui no Canadá. Tudo estava congelando. Tudo. Preparando um banho para ela, enchi a pia do banheiro com água quente, deixei esfriar um pouco e a coloquei lá dentro. Ela começou a gritar imediatamente. Achando que ainda estava muito quente, a peguei de volta. A água não estava quente demais, estava CONGELANTE. A pia fria tinha esfriado tanto a água que minha bebê ficou roxa de tanto frio. Ooooops! Agora, ela é uma garota de 4 anos sem nenhum problema e descongelada." — carolinejane86

Publicidade

FOX

"Eu cometi um grande pequeno erro."

20. A depressão pós-parto é real. Procure ajuda.

"Não falei sobre meus sentimentos ou necessidades com a frequência que deveria durante meu primeiro ano como mãe. Como resultado, minha tristeza pós-parto rapidamente se transformou em depressão pós-parto. Eu tinha tanto medo que achava que, se falasse sobre como estava me sentindo, teria meu filho tirado de mim sob o argumento de que eu era mentalmente incapaz. Foi completamente irracional, mas eu estava assustada demais para arriscar. Depois de muita terapia e uma mudança nos remédios, finalmente comecei a me sentir normal. Se eu tivesse falado antes, sinto que poderia ter evitado todos aqueles meses sombrios após o nascimento do meu filho." — qbrad91

Publicidade

21. Apenas visitantes úteis, por favor.

"No primeiro mês (ou três, você que sabe), mantenha o mínimo de visitantes, A MENOS QUE ELES ESTEJAM LÁ PARA AJUDAR. Um(a) amigo(a) que irá visitá-la enquanto lava um monte de roupas ou louças, tudo bem. Um(a) amigo(a) que está lá apenas para ver o bebê pode esperar até que vocês estejam dormindo melhor." — Tonya Cardwell, Facebook

22. Lembre-se: seu bebê não tem expectativa nenhuma de você, e vai dar tudo certo.

"Parece que eu faço quase tudo errado. Mas então ela olha para mim e sorri e não importa que eu tenha colocado a fralda do avesso. Ela sobreviveu a outro dia comigo e isso é tudo o que importa." — bryancc

Publicidade

NBC

Observação: as respostas foram editadas por questões de tamanho e/ou clareza.

Publicidade

Veja também:

Publicidade

Publicidade

Você já tem o app do BuzzFeed Brasil no seu celular? Baixe gratuitamente no Android e no iOS para ver todos os nossos testes, vídeos, notícias e muito buzz.

A tradução deste post (original em inglês) foi editada por Luísa Pessoa.

Publicidade