7 fatos que mostram que Paulo Guedes está criando um triste legado para o Brasil

O ministro da Economia tem sido alvo de forte pressão nos últimos dias. E com razão!

Nesta sexta-feira (22), cresceram os rumores de que Paulo Guedes estaria prestes a deixar o governo.

Marcelo Camargo/Agência Brasil

De acordo com uma matéria publicada no "Correio Braziliense", Jair Bolsonaro estaria tentando contornar a situação, pedindo para que Guedes fique. Na última quinta-feira (21), quatro secretários do político se demitiram.

Ainda segundo o veículo, o motivo da tentativa de deixar o ministério seria o teto de gastos (limite de grana que o governo pode gastar). Bolsonaro, em uma tentativa de ganhar votos para a eleição do ano que vem, estaria tentando ultrapassar o montante, o que Guedes não aceitaria.

Alguns interlocutores do governo, no entanto, garantem que Guedes permanecerá no cargo.

Ainda assim, já é possível dizer: um triste legado para o Brasil será deixado por sua passagem como ministro da Economia.

Publicidade

1. O dólar mais alto de nossa história!

Vladislav Reshetnyak / Pexels

Guedes chegou ao poder em meio a cartazes na Av. Paulista que reclamavam do dólar acima dos R$ 2,50.

Bom, Paulo não se assustou: sob seu mandato, a moeda atingiu R$ 5,90. É o maior valor da nossa história.

2. Reclamou que antes tínhamos "empregada doméstica indo pra Disneylândia".

Olha lá quem vai ver o Mickey, hein? Pro Paulo "era uma festa danada" quando "empregadas domésticas" iam pra Disney. Bom, isso ele conseguiu evitar por um tempo mesmo.

Publicidade

3. Descoberta de milhões em paraísos fiscais.

Paulinho foi citado nos jornais do mundo inteiro recentemente. Não por uma gestão exemplar, mas por ter sido encontrado no Pandora Papers: investigação internacional que revelou o nome de poderosos que possuem empresas em paraísos fiscais. As publicações provaram que o ministro tem, pelo menos, R$ 50 milhões no exterior. Falem bem, falem mal, mas falem dele???

4. Reclamou que os governos e universidades "deram bolsa pra todo mundo".

O aumento de brasileiros nas universidades não deixavam o Paulo feliz, não. Ele já chegou a reclamar que as faculdades brasileiras estavam recebendo "até quem não tinha capacidade". "Exageraram", segundo ele.

Publicidade

6. Afirmou que o preço do arroz está subindo porque a nossa qualidade de vida melhorou.

Vie Studio / Pexels

Foi também durante o mandato de Guedes que o valor da saca de arroz bateu um recorde histórico. Produtores começaram a vender o grão por R$ 100 a cada 50 kg. Os valores, claro, foram repassados para o consumidor - que em parte teve que comprar grãos moídos de menor valor (muito utilizados em rações) para se alimentar.

Guedes cravou que isso é um sinal de que estamos melhorando nossa qualidade de vida. Obrigado por avisar! <3

Publicidade

7. Gasolina por R$7,50!

 sippakorn yamkasikorn / Unsplash

Lembra daqueles adesivos que mostravam as pernas de Dilma Rousseff abertas em uma suposta crítica (bem machista) aos altos preços da gasolina? Pois bem, Guedes pelo jeito também queria ganhar alguns com a cara dele. Durante seu mandato, o litro da gasosa está chegando a inimagináveis R$ 7,50. Por aqui, no entanto, os colantes ainda não apareceram.

É fato: não teremos boas lembranças, saia ele hoje ou no fim do mandato.

Publicidade

Veja também