Demi Lovato disse que foi abusada sexualmente pelo traficante que a vendia drogas na noite da sua overdose

"Eu fui literalmente deixada para morrer depois dele ter abusado de mim."

BuzzShe

Demi Lovato falou sobre a noite que teve uma overdose que quase a matou, e disse que foi abusada sexualmente pelo traficante.

Rich Polk / Getty Images

Ela contou sobre a época que foi hospitalizada, em julho de 2018, no primeiro episódio de "Dancing With The Devil", que estreia semana que vem.

YouTube

Publicidade

Se abrindo publicamente sobre sua overdose pela primeira vez, Lovato falou que ela foi abusada e "deixada para morrer" pelo traficante, e que só processou o que aconteceu um mês depois.

"Eu não tive só uma overdose. Eu fui abusada," a cantora disse. "Quando me encontraram, eu estava pelada, roxa. Fui literalmente deixada para morrer depois de terem me assediado."

YouTube

Publicidade

"Quando acordei no hospital, me perguntaram se eu havia feito sexo consensual," ela continuou. "Veio um flash dele em cima de mim. Eu lembrei daquele momento e disse que sim. Só depois de um mês da overdose que eu percebi que não estava em estado de consentir nada."

Demi continuou explicando que ela passou os últimos anos lidando com o trauma tanto da noite da sua overdose, quanto da outra vez que foi assediada, quando tinha 15 anos.

Publicidade

"Quando eu era adolescente, passei por uma situação muito parecida," ela falou. "Eu perdi a virgindade sendo estuprada."

"Eu fiquei me martirizando por anos, o que dificultou muito lidar com o fato que tinha sido um estupro quando tudo aconteceu," ela contou. "Nós estávamos ficando, mas eu falei que não queria continuar porque era virgem, e não queria perder daquela forma. Mas isso não importou para ele, ele continuou. E eu internalizei isso, e me convenci que era culpa minha porque eu estava lá no quarto com ele, porque eu estava ficando com ele."

Em outras partes do documentário, Lovato contou sobre o que a levou à sua overdose de 2018, falando que teve uma recaída três meses antes, depois de passar seis meses sóbria. Ela disse que depois disso, ela voltou a usar drogas pesadas.

Publicidade

"Fico surpresa que não tive uma overdose [na noite da primeira recaída]. Eu fui para o centro e fiz as compras," ela falou. "Naquela noite, usei drogas que nunca tinha usado antes."

"Eu nunca tinha usado metanfetamina antes. Naquele dia eu usei, e misturei com MD, cocaína, maconha, álcool, ocitocina... eu deveria ter morrido com tudo aquilo."

Demi falou que ela teve três derrames e um ataque cardíaco na noite da sua overdose, e ainda sente sequelas no cérebro, além de pontos cegos na visão.

Publicidade

Esse post foi traduzido do inglês.

Publicidade