Como um bilhete ajudou a evitar um assédio e foi um exemplo de sororidade

É fácil ajudar outra mulher.

BuzzShe

Na terça (27) a Eliz Amorim contou no seu Facebook que estava no trem quando recebeu um bilhete de outra passageira.

O bilhete que a Eliz mostrou no Facebook alertava sobre um homem que a estava encarando com insistência durante toda a viagem dela. O post inteiro está aqui.

Eliz disse que olhou em volta e realmente percebeu um homem encarando ela de forma esquisita, e ficou grata e emocionada pela demonstração de sororidade.

Qualquer mulher que já pegou transporte público sabe que se sentir insegura não é nada improvável, e é muito bom perceber que não se está só.

Publicidade

Muitas pessoas comentaram que a atitude de ajudar outra mulher no metrô é uma belíssima ideia e deveria ter mais gente assim.

E a história também mostra como é fácil ajudar outra mulher!

Se você não tiver como escrever um bilhetinho no meio do transporte público, nada impede de ir até a pessoa para dar um toque.

Vladimir Vladimirov / Getty Images

Publicidade

Talvez você já tenha até feito algo parecido, como por exemplo avisar alguém de que a sua bolsa estava aberta!

(não estamos falando que escrever no ônibus é algo de bom, ok!)

Às vezes, pode ser só o fato de sentar ao lado de outra mulher, sozinha num ônibus quase vazio.

E inclusive falar "Posso me sentar aqui para nós duas não ficarmos sozinhas?".

Publicidade

Você pode tirar outras ideias do Movimento Vamos Juntas?, que incentiva mulheres a se apoiarem e acompanharem em espaços públicos.

Assim como a gente abre o olho para cuidar de si mesma, faz sentido cuidarmos umas das outras também.

Publicidade

Veja também:

Publicidade

Você já tem o app do BuzzFeed Brasil no seu celular? Baixe gratuitamente no Android e no iOS para ver todos os nossos testes, vídeos, notícias e muito buzz.

Publicidade

Veja também